Corredor de Exportação de Paranaguá atinge a maior movimentação da história | Fábio Campana

Corredor de Exportação de Paranaguá atinge a maior movimentação da história

Foto: Fabio Scremin/Arquivo APPA

O Corredor de Exportação do Porto de Paranaguá acaba de atingir a maior movimentação de sua história. De janeiro até esta segunda-feira (26), foram exportadas 13,9 milhões de toneladas de produtos. O recorde anterior foi registrado em 2001, quando o volume exportado pelo complexo alcançou 13,8 milhões de toneladas.

Criado nos anos 70, o Corredor de Exportação do Porto de Paranaguá escoa soja, farelo de soja, milho, açúcar e trigo. O sistema é único no Brasil e integra nove terminais que, juntos, tem capacidade nominal de armazenagem de 950 mil toneladas. O complexo abastece três berços de atracação, com velocidade de embarque de nove mil toneladas por hora.

Para 2012, a Administração dos Portos de Paranaguá e Antonina (Appa) está trabalhando no projeto de repotenciamento do Corredor de Exportação. Orçado em R$ 700 milhões, o projeto duplicará a capacidade nominal de embarque de grãos, de nove para 18 mil toneladas/hora, atendendo à determinação do governo Beto Richa de modernizar o porto, recuperar sua competitividade e atender da melhor forma os usuários. Com as obras, serão quatro berços dedicados exclusivamente ao embarque de granéis.


5 comentários

  1. segunda-feira, 26 de dezembro de 2011 – 22:19 hs

    Fui Diretor Empresarial da APPA. Quero parabenizar os funcionarios da Appa desde o menino natal do Patio de Triagem até o Dr. Texeira do Silão, nos meus discursos sempre dizia” quem TOCA O PORTO SÂO OS PORTUARIOS, e os TPAS”. Parabens Airton Maron, e diretores. Deixei algumas marcas e amizades na Appa, pricipalmente o plano de saude UNIMED que dobrei o Pessutão para assinar. Adoro os portuarios pois são pessoas de BEM. JOAO FEIO

  2. Revoltado
    terça-feira, 27 de dezembro de 2011 – 14:23 hs

    Isto graças aos investimentos do governo anterior, pois assim diz o atual governo que só faz o que o governo anterior encaminhou.
    Obrigado Requião e Pesuti.
    O povo do Paraná esta com saudades de vocês no governo, pois agora temos 2 Prefeitos de Curitiba e estamos sem governador.

  3. ...
    terça-feira, 27 de dezembro de 2011 – 15:09 hs

    Valeu João Feio!

  4. Acyr Neto
    terça-feira, 27 de dezembro de 2011 – 16:49 hs

    Notícia estusiasmante, no entanto, os comentários são lamentáveis.
    As questões políticas aqui devem ficar em segundo plano. Não se discute os responsáveis, se constata tão somente o crescimento de mercadorias escoadas pelos Portos, independentemente se Requião, Lerner ou Richa são os responsáveis por isso.
    Fato é que o Estado do Paraná deve-se ater com maior responsabilidade não somente aos Portos de Paranaguá e Antonina, mas aos Municípios da Região.
    O litoral depende economicamente dos Portos, para que Municípios como Pontal do Paraná, Matinhos e Guaratuba não sobrevivam somente da temporada de verão.
    O foco agora é modernizar ainda mais o Porto, investir em novas mercadorias como madeira, congelados e automotivos, gerando assim, riqueza para o Estado e sobretudo para a região litorânea.

  5. Mauricio
    terça-feira, 27 de dezembro de 2011 – 17:27 hs

    Só vejo uma maneira de modernizar os Portos do Paraná: privatizando-os!

Deixe seu comentário:

Campos obrigatórios estão marcados com *

*

*