Valores das taxas do Detran são corrigidos | Fábio Campana

Valores das taxas do Detran são corrigidos

O deputado Ademar Traiano (PSDB), líder do governo na Assembleia, afirmou que, devido a um erro técnico durante a composição da tabela, os percentuais das tarifas chegaram a Assembleia com valores 450% e 500%, quando deveriam ser de 45% e 50%. “Houve um erro técnico e eu, como líder do governo e em conversas com o Executivo, vou corrigir esse equívoco. Cerca de 15 taxas terão os seus valores corrigidos para baixo. Temos humildade em reconhecermos esse erro”, disse Traiano, que só vai revelar quais são o serviços que terão as tarifas alteradas na sessão de terça-feira (8).

Traiano adiantou que apresentará amanhã (8), em segunda votação, uma emenda modificativa corrigindo para baixo alguns índices de realinhamento das tarifas.


14 comentários

  1. Lucas
    segunda-feira, 7 de novembro de 2011 – 20:11 hs

    É o governo austero…à mão armada!!!

  2. Palpiteiro
    segunda-feira, 7 de novembro de 2011 – 22:19 hs

    As declarações do aprendiz de Tomás de Torquemada de província ajudaram a aprovar as taxas.

  3. Profa. Vivi
    terça-feira, 8 de novembro de 2011 – 7:59 hs

    Realmente houve erro de digitação, mas não foi na composição das taxas, foi na urna eletrônica no dia 03 de outubro de 2010.

  4. Eu li
    terça-feira, 8 de novembro de 2011 – 8:08 hs

    Só quero ver…

  5. Ademir Herculano
    terça-feira, 8 de novembro de 2011 – 8:42 hs

    “Cerca de 15 taxas terão os seus valores corrigidos para baixo”
    Quais taxas? Na tabela divulgada todas aumentam.

  6. Kacetada
    terça-feira, 8 de novembro de 2011 – 9:11 hs

    450 e 500% foi erro técnico. 45 e 50% não é erro técnico? O que é então? É sacanagem…safadeza….pouca vergonha = 1000% da inflação anual.

  7. S Y N F R O N I O.
    terça-feira, 8 de novembro de 2011 – 10:19 hs

    ASSEMBLEIA lEGISLATIVA MAFIOSA, esses bandidos estão em nome
    do povo, nao para fiscalizar o o governo, mais para dar transparencia a
    Gula pelo recursos publicos, pela tropa do Beto.
    E Por isso, que grande parcela dos Curitibanos, sao assombrados com o
    PT, TEM MEDO DE NO FUTURO PERDER A MAMATA.
    Depois quando CHIK GEITOSO, FIZER UNS 500 MIL, votos para vereador
    vao perguntar onde erramos

  8. Revoltado
    terça-feira, 8 de novembro de 2011 – 10:27 hs

    E os responsáveis pelo erro vão ser demitidos?
    E o secretário responsável vai continuar após esta trapalhada?

  9. Estatística
    terça-feira, 8 de novembro de 2011 – 10:39 hs

    Antigamente isso era chamado de SEPASSE: se passar está ótimo, se não é só dizer que houve erro.

  10. Vigilante do Portão
    terça-feira, 8 de novembro de 2011 – 12:45 hs

    Não vou defender aumento de taxas, entretanto,

    Os mesmos que “brigam” para pagar R$89,00 pela liberação da placa, são aqueles que pagam R$8mil de juros na compra do carro e NÃO DIZEM NADA.

    São os mesmos que pagam R$R$25,00 toda vez que colocam Cinquentinha de combustível no possante e NÃO RECLAMAM.

  11. Rodrigo
    terça-feira, 8 de novembro de 2011 – 14:34 hs

    Demitir quem digitou errado? Tenha santa paciência. Vê se isso é motivo de demissão!!!
    Tem-se que ter noção das coisas antes de publicar.
    Alguém lança essa pergunta infame, e duzentos outros repetem…

  12. Sudoeste do Paraná
    terça-feira, 8 de novembro de 2011 – 15:17 hs

    E este o seu Governo! Corretos, serios, comprometidos com o Estado.
    Vamos aos numeros… aumento da luz, da agua, DETRAN…
    Vamos aos numeros… aumento do salario prometido em campanha…

  13. Mariana
    terça-feira, 8 de novembro de 2011 – 15:44 hs

    Quer dizer que agora a culpa é da equipe técnica???? E o povo acreditou nisso???
    A culpa é destes deputados safados que ficaram apurrinhando a equipe , isso sim………..
    Foram os deputados traia ( traiano) e cia ltda que ficaram no pé para que este aumento ocorresse….

  14. Parreiras Rodrigues
    terça-feira, 8 de novembro de 2011 – 16:21 hs

    Tudo sobe.
    Bem, nem tudo.

    Emendando o pensamento do Vigilante do Portão, vejamos:

    Pagamos 36 % de impostos sobre medicamentos. Se o melhoral custava 2,00, a gente pagava 0,72 de impostos. Se agora custa 3,00, a gente paga 1,18 e não bufa.

    Se o quilo de açucar custa treizão, a gente paga 1,18 e se subir para R$ 4, ai de imposto comem-nos 1,44.

    Ninguém estrila.

    Botecos lotados de reclamantes. Todos de frente pro microfone, o copo de cerveja. A garrafa morde 56 %. Numa das mãos, um fumegante fri, ou roliudi.

    Nenhum protesto.

    Gozados mesmo unseoutros.

Deixe seu comentário:

Campos obrigatórios estão marcados com *

*

*