Senadores defendem que PDT entregue Ministério do Trabalho | Fábio Campana

Senadores defendem que PDT entregue Ministério do Trabalho

De Sandro Lima do G1

Senadores do PDT presentes na comissão do Senado que recebeu nesta quinta-feira (17) o ministro do Trabalho, Carlos Lupi (PDT-RJ), alvo de acusações de irregularidades com ONGs, defenderam abertamentamente que o partido entregue o ministério e não indique substituto.

Para Cristovam Buarque, “diante de todas as dúvidas, temos de ver se não é o caso de o PDT apear-se”, deixando o ministério. Isso não significaria, segundo ele, a saída do partido da base aliada. “A saída [do ministério] nos permitiria reaglutinar em busca de uma identidade que está um pouco perdida.”

Cristovam também disse ter sido contrário à entrada do PDT no governo, mas que o bom desempenho de Lupi à frente da pasta justificou a participação da legenda no Executivo. O senador afirmou ainda que não há uma “mácula” contra o ministro.

Já o senador Pedro Taques (MT) disse que, na esfera jurídica, a presunção de inocência é um direito fundamental e que as denúncias contra Lupi serão tratadas em seu devido tempo. No campo político, porém, afirmou que Lupi e o partido não têm mais condições de permanecer à frente da pasta. “Entendo que o PDT deixe o ministério, penso que a questão jurídica vai ser tratada a seu tempo (…). Politicamente, não temos condições de exercer esse ministério, devemos apear desse ministério”, afirmou Taques.

“Dá a teu amigo a chance de lutar e não ser condenado sem provas. Me dê o direito de mostrar a população que o que falam não corresponde à verdade”, respondeu Lupi a Taques.

Acir Gurcacz (RO) defendeu Lupi e disse ter confiança nele. “Sabemos de sua vontade de trabalhar, de sua lisura e de sua presteza em vir esclarecer as denúncias”, afirmou Gurcacz.


6 comentários

  1. Vigilanye do Portão
    quinta-feira, 17 de novembro de 2011 – 12:49 hs

    Hummmm

    Até o Osmar Dias, antes TÃO AMIGO do Lupi, agora diz que ele deve sair….

    Não critica, apenas diz que o ministro deve sair do ministério e se defender.

    É um problema séria,

    Vai que o Lupi conta tudo.
    Dinheiro para o Partido?

    Quem foram os candidatos beneficiados?

    Osmar foi candidato, fazendo dobradinha com a Dilma….

  2. Vigilanye do Portão
    quinta-feira, 17 de novembro de 2011 – 13:09 hs

    Mais,

    Hummmm

    Senadores defendendo que o PDT ENTREGUE O MINISTÉRIO?

    A COISA é mais séria ou então o Lupi SABE MUITO e ameaçou contar.

  3. Osiris Duarte de Curityba
    quinta-feira, 17 de novembro de 2011 – 13:26 hs

    MAS EU QUERIA FICAR NO MINISTÉRIO MAIS UNS 12 ANOS !

  4. Tic Tac
    quinta-feira, 17 de novembro de 2011 – 13:31 hs

    PDT quer esconder a sujeira embaixo do tapete e continuar com a boquinha dos companheiros ? Assim não vale. …kkkkk

    Fica Lupi ! E abra a bocarra e peite esse governico corrupto.

  5. luiz
    quinta-feira, 17 de novembro de 2011 – 13:32 hs

    Como haverá uma reforma ministerial no ano que vem, o paranaense Gustavo Fruit será indicado para o lugar do Luppi.
    Será ótimo para suas aspirações ao Governo do Estado, até porque a oposição não abrirá fogo contra ele, pois ainda nem perdeu o cheiro….

  6. Doutor Prolegômeno
    quinta-feira, 17 de novembro de 2011 – 15:02 hs

    Essa é boa. É como dizer para uma alcatéia de lobos: larguem o bife! Só se for por um filé bem maior.

Deixe seu comentário:

Campos obrigatórios estão marcados com *

*

*