Porto de Paranaguá abre licitação para manutenção de vias | Fábio Campana

Porto de Paranaguá abre licitação para manutenção de vias


Foto: Fabio Scremin / APPA

Da Aen

A Administração dos Portos de Paranaguá e Antonina (Appa) vai realizar a manutenção da concretagem das vias de acesso ao Porto de Paranaguá. A obra, no valor de R$ 3,25 milhões, foi autorizada pelo governador do Paraná, Beto Richa. O investimento soma-se ao anterior, quando a Appa aplicou R$ 24 milhões em recursos próprios para concretar 25 quilômetros de extensão das principais vias municipais nos arredores do Porto de Paranaguá, melhorando o sistema viário do município.

Uma vez contratada a empresa para realizar a recuperação das vias, o prazo para a conclusão das obras é de 120 dias. Com isso, a Appa volta a manter a qualidade da pavimentação das principais vias municipais que dão acesso ao porto, evitando acúmulos de sedimentos e contribuindo para a segurança e o meio ambiente. “Estamos fazendo a nossa parte. Investimentos de grande monta na recuperação destas vias demonstram isso”, afirmou o superintendente da Appa, Airton Vidal Maron.


ACESSO – Está previsto para o começo de 2012 o início da obra autorizada pelo Departamento Nacional de Infraestrutura de Transportes (DNIT)que vai recuperar o acesso rodoviário ao Porto de Paranaguá pela Avenida Airton Sena. Com 5,8 quilômetros, a rodovia Airton Senna será recuperada por meio de uma concorrência emergencial, para atender ao tráfego diário de 4.500 caminhões. O DNIT também anunciou a inclusão, no orçamento de 2012, de verbas para a elaboração de um novo projeto para a rodovia, incluindo os acessos ao porto, ao centro do município e às praias.

DRAGAGEM – além do investimento na concretagem, a Appa está investindo cerca de R$ 25 milhões na obra de dragagem dos pontos críticos do Canal da Galheta. A obra será licitada e deve ser iniciada no início de 2012. Ao todo, devem ser retirados do Canal cerca de 2,5 milhões de metros cúbicos de sedimentos. A área de despejo ficará 22 quilômetros distante do local dragado. Com a dragagem, será restabelecida a profundidade original do Canal da Galheta que é de até 15 metros.


4 comentários

  1. luiz
    sábado, 26 de novembro de 2011 – 8:37 hs

    Francamente, temos que privatizar isso logo, chega de enganação!

  2. Anderson
    sábado, 26 de novembro de 2011 – 22:51 hs

    Algumas vias de acesso do porto precisam de reparos, mas 3,25 mi é meio salgado.

  3. PK
    sábado, 26 de novembro de 2011 – 23:42 hs

    esse ja foi!

  4. Mauricio
    domingo, 27 de novembro de 2011 – 0:04 hs

    Concordo com o Luiz, os Portos de Paranaguá e Antonina devem ser privatizados imediatamente, assim como o novo porto em Pontal do Paraná já deve “nascer” privatizado. Com a privatização não teremos mais a bandalheira que ocorreu na administração dos portos durante o governo Requião.
    Rodovias, ferrovias, aeroportos, portos, deveriam ser todos privatizados.

Deixe seu comentário:

Campos obrigatórios estão marcados com *

*

*