Policiais vão aprender técnicas antiterrorismo espanholas | Fábio Campana

Policiais vão aprender técnicas antiterrorismo espanholas


Foto:SESP

Da Aen

Técnicas antiterrorismo aplicadas na Espanha serão usadas por policiais civis no planejamento da segurança pública para a Copa do Mundo. O delegado-coordenador do Tático Integrado de Grupos de Repressão Especial (Tigre), Renato Figueiroa, participou de treinamento em Guadalajara, na Espanha. O curso é promovido pelo Corpo Nacional da Polícia Espanhola – uma das instituições mais bem-sucedidas no mundo em ações dessa natureza – e reuniu 25 policiais brasileiros e outros de países da América Latina.

Figueiroa explicou que o conhecimento adquirido será levado para os policiais que atuam em operações especiais, em preparação para a Copa do Mundo, considerando que a repercussão do evento pode motivar atividades terroristas. “Temos que adequar as técnicas antiterroristas à nossa realidade, para evitar qualquer ação que possa colocar em risco a segurança da população local e de turistas”.

Os policiais aprenderam técnicas avançadas de prevenção e combate ao terrorismo. Para Figueiroa, o curso possibilita que operações sejam planejadas sob nova ótica, com maior possibilidade de sucesso. “A Espanha possui vasta experiência em antiterrorismo, pelos vários anos de luta contra o grupo separatista basco ETA”, afirma. Dentre as manobras e ações estão técnicas de rapel, entradas com explosivos, defesa pessoal, proteção de dignatários, sniper, assalto a ônibus ou avião, além de prisão de alto risco.

O curso, que se estendeu do dia 19 de setembro ao dia 28 outubro, foi ministrado na base do Grupo Especial de Operações (GEO) (unidade do Corpo Nacional da Polícia Espanhola), em Guadalajara, nos arredores de Madrid. Os módulos foram aplicados a representantes de grupos de operações especiais de países da América Latina. Do Brasil, participaram policiais do Paraná, Brasília e Goiás.


Um comentário

  1. PM
    segunda-feira, 28 de novembro de 2011 – 20:34 hs

    Ola, mais uma vez o COE, (Comando de Operações Especiais) da Pm, fica de fora, parece que todos esqueceram, o que esse Grupo já atuou no Paraná, cheio de glórias, esta sendo deixado para trás como todos os Pms.

Deixe seu comentário:

Campos obrigatórios estão marcados com *

*

*