OAB entra na briga para endurecer punição a motoristas embriagados | Fábio Campana

OAB entra na briga para endurecer punição a motoristas embriagados

Do Poder Online

Após decisão do Supremo Tribunal Federal de que dirigir bêbado é crime, o presidente da Ordem dos Advogados do Brasil, Ophir Cavalcanti, afirmou que vai entrar na briga para tornar mais rígida a punição a motoristas que dirigem sob o efeito do álcool.

Em reunião hoje com o deputado Ruy Carneiro (PSDB-PB) — autor de projeto de lei que endurece a pena para motoristas embriagados — Ophir disse que vai marcar audiência ainda esta semana com o presidente da Câmara, Marco Maia, para pressionar a apreciação de matérias relacionadas ao tema.


11 comentários

  1. VLemainski -Cascavel-PR
    segunda-feira, 7 de novembro de 2011 – 17:20 hs

    Está certa a medida tomada segundo a qual dirigir alcoolizado é crime. Só falta acabar com esse artigo da constituição que dá o direito de ninguém promover provas contra si e, também a a muios “direitos adquiridos”. Acredito que tudo que prejudica outros ou interfere na sua liberdade fere esses princípios e podem criar provas contra si mesmo, sim. Assim como “direitos adquiridos” que afrontam contra a moral, bons costumes e a ética também devem ser questionados e/ou retirados.

  2. Hamilton Luiz Nassif- Londrina
    segunda-feira, 7 de novembro de 2011 – 17:57 hs

    A O.A.B ,que sempre esteve à frente dos grandes problemas nacionais, que segurem esta bandeira de rigides e punição,aos que assassinam s/ o efeito do alcool. Chega de impunidades,principalmente à aqueles de maior poder pecuniário!!!.

  3. segunda-feira, 7 de novembro de 2011 – 18:07 hs

    Creio que todos os que cometem algum crime tem que ser punidos com rigor!
    Inclusive aqueles que praticam arrombamento toda semana no seu bairro, que policia leva e em seguida estão novamente soltos. Eles arrombam, além do prejuizo com os pertences que levam tem ainda que fazer alguns consertos como colocar nova porta, pintar, etc. etc.
    Não aguentamos mais! Parece que com a nova Lei a justiça “lavou as mãos” e deixou o problema para a população resolver.

  4. Julio Cesar Lima
    segunda-feira, 7 de novembro de 2011 – 19:09 hs

    A ideia pode ser boa, mas se o embriagado conseguir um bom advogado, é capaz de conseguir a prisão das vítimas, ao invés dele ser o punido. Melhor deixar assim, em um lugar onde não há igualdade de tratamento, por que penalizar alguns? Anarquia ou justiça para todos!

  5. Tisa Kastrup - Curitiba
    segunda-feira, 7 de novembro de 2011 – 19:13 hs

    Mãe prescreve? Não, nem quando o filho morre! Então a justiça tem que endurecer não só as penas como também limitar a quantidade de recursos que embromam a sentença ao criminoso do trânsito, que acaba recorrendo em liberdade enquanto mães e pais choram 40.610 mortes no trânsito por ano. Dirigir embriagado é crime sim, mesmo que não “acerte” ninguém nesse dia. Punto e basta.

  6. tony
    segunda-feira, 7 de novembro de 2011 – 21:31 hs

    Que demagogia barata esta da OAB, porque pela decisão do STF, a bebedeira será punida com pena de até 4 anos. E pena ide 4 anos não põe ninguém em cana. A coisa só é boa pros bebuns, porque quem bebe e dirige está pouco se lixando pra, ponto em carteira, multa de milão, apreensão de carro e outras besteiras. O que o bebum não quer é ir em cana, se não for, tá limpo. ACarlos

  7. João Paulo
    terça-feira, 8 de novembro de 2011 – 8:48 hs

    Tá na hora de agilizar isso, há muito tempo a sociedade exige uma maior punição aos motoristas bebados.. Se mexam de uma vez e alterem isso…

  8. JULIO CESAR DE SISTI
    terça-feira, 8 de novembro de 2011 – 10:02 hs

    Tem que ser muito mais rígido sim com todo tipo de crime. Algumas medidas tem que ser tomadas já:
    – tolerância zero de grau de alcoolismo;
    – bafômetro e exame de sangue obrigatórios;
    – caçar a carteira na hora e comprovado o delito suspender pelo menos por um ano sem direito a recurso cumprindo o mesmo período de cadeia em regime fechado;
    – no caso de acontecer de novo o mesmo delito o sujeito fica proibido de dirigir para todo o sempre;
    – recolher o carro no ato do delito e cobrar multas pesadas, remoção´, pátio etc;
    – no caso de causar acidente de trânsito estando alcoolizado todas as despesas correr unicamente por conta do bêbado e estipular a sentença mínima de três anos de cadeia.

    Se alguém tiver mais susgestões, por fazer sugiram!!!

  9. anonimo
    terça-feira, 8 de novembro de 2011 – 10:12 hs

    Esta mortandade, 40 mil pessoas ano, que a imprensa deveria estar mostrando todos os dias, mas preferem banalidades e elogios para os que pagam……….

  10. Pedro Gunha
    terça-feira, 8 de novembro de 2011 – 11:18 hs

    Só um bando de imbecís poderia ter aprovado uma Lei dessas. A prova do teste do bafômetro serve apenas para comprovar o estado flagrante das condiçoes do motorista no momento do acidente. Se existe essa opção do motorista em não fazer o teste, mude-se a Lei, para que servem os nossos “ilustres” parlamentares, não é para arrumarem o que está errado? No intervalo das maracutaias, façam algum coisa de útil para asociedade.

  11. PAULO
    terça-feira, 8 de novembro de 2011 – 11:42 hs

    JÁ PASSOU DA HORA DE ACABAR COM ESTES CRIMINOSOS BEBADOS QUE FAZEM USO DO VEICULO, APÓS ENCHER A CARA E SAIR AS RUAS E RODOVIAS COLOCANDO A VIDA DE INOCENTES, FAMILIAS, CAUSANDO ACIDENTES COM VITIMAS TANTO COM FERIMENTOS, LEVANDO A GRAVES SEQUELAS DE AMPUTAÇÃO DE MEMBROS, FICANDO PARAPLEGICAS E ATÉ A MORTE.

    OBSERVO QUE NADA TEM ACONTECIDO COM ESTES CRIMINOSOS BEBADOS, A LEI É MUITO BRANDA É PRECISO, CONSIDER QUE QUEM BEBE E ASSUME O VOLANTE DE UM VEICULO E SE ENVOLVE EM ACIDENTE COM VITIMA DEVE SER CONSIDERADO CRIME DOLOSO.
    1º DESCONSIDER A RECUSA DO TESTE DE EMBRIAGUÊS.
    2º PRISÃO ATÉ A CONCLUSÃO DO PROCESSO.
    3º MULTA PESADA E SUSPENDER A C.N.H DO CRIMINOSO
    4º INDENIZAÇÃO A FAMILIA DA VITIMA COM ÓBITO.
    5º INDENIZAÇÃO A VITIMAS COM SEQUELAS EM GERAL.

    OBS: TODO RIGOR PARA ACABAR COM ESTES CRIMINOSOS DO TRÂNSITO.

    OU ELES VÃO CONTINUAR MATANDO PAGANDO FIANÇA E SOLTOS COMO SE TADA TIVESSE ACONTECIDO.

    APOIO TOTAL A OAB.

    MEU IRMÃO FOI MORTO POR UM BEBADO NO VOLANTE, PAGOU UM SALARIO MINIMO E FOI LIBERADO, A PERCA É DE MUITA DOR, FAZ 4 ANOS.
    “É O MEU DESABAFO”.

Deixe seu comentário:

Campos obrigatórios estão marcados com *

*

*