Curitiba vai comprar 20 mil laptops para estudantes | Fábio Campana

Curitiba vai comprar 20 mil laptops para estudantes

A Câmara de Vereadores autorizou a Prefeitura de Curitiba a contratar operação de crédito junto ao Banco do Brasil, no valor de R$ 7,5 milhões, para compra de computadores portáteis que serão entregues aos estudantes da rede municipal de ensino. A aquisição faz parte do programa do governo federal “Um Computador por Aluno”, desenvolvido pelo Ministério da Educação com suporte financeiro do BNDES.

Com autorização, a Prefeitura passa a aderir ao programa federal e vai propor a compra de 20 mil computadores portáteis – mais conhecidos como laptop ou netbook. “O programa contribui com o processo de inclusão digital já presente, com os laboratórios de informática, nas 179 escolas de Curitiba”, diz a secretária municipal da Educação, Liliane Sabbag.

Curitiba pretende comprar 20 mil laptops para estudantes A Câmara de Vereadores autorizou a Prefeitura de Curitiba a contratar operação de crédito junto ao Banco do Brasil, no valor de R$ 7,5 milhões, para compra de computadores portáteis que serão entregues aos estudantes da rede municipal de ensino. A aquisição faz parte do programa do governo federal “Um Computador por Aluno”, desenvolvido pelo Ministério da Educação com suporte financeiro do BNDES. Com autorização, a Prefeitura passa a aderir ao programa federal e vai propor a compra de 20 mil computadores portáteis – mais conhecidos como laptop ou netbook. “O programa contribui com o processo de inclusão digital já presente, com os laboratórios de informática, nas 179 escolas de Curitiba”, diz a secretária municipal da Educação, Liliane Sabbag.


22 comentários

  1. sergio
    quarta-feira, 2 de novembro de 2011 – 18:17 hs

    E a fila na unidade de saúde aumentando.

  2. Kacetada
    quarta-feira, 2 de novembro de 2011 – 19:03 hs

    Olho na licitação gente……

  3. José Dias
    quarta-feira, 2 de novembro de 2011 – 20:17 hs

    Naõ se esquecem de entrar em contato com o Vereador Jhon de MARINGÁ

  4. José Dias
    quarta-feira, 2 de novembro de 2011 – 20:18 hs

    Não se esqueçam de entrar em contato com o vereador Jhon de Maringá,pois o homem é especialista nestas compras.

  5. nerd insefuro
    quarta-feira, 2 de novembro de 2011 – 22:00 hs

    quero ver quantos computadores desses os alunos conseguem segurar até o fim do ano nessas escolas que são assaltadas diariamente. fora os que moram nas favelas e outros bairros dificeis….

  6. Mirian Waleska
    quarta-feira, 2 de novembro de 2011 – 22:34 hs

    Maravilha de projeto, Parabéns aos Curitibanos, isso é que é inclusão digital. Quantas famílias tem diiculdades de adquirir este equipamento que tem se tornado essencial para os estudantes nos dias de hoje, parabéns pela iniciativa, ações como essa, não apenas resolvem o problema de consegur comprar o equipamento como também, acaba com a desigualdade entre os alunos. Mais uma vez, parabéns.

  7. Carlos Eduardo
    quarta-feira, 2 de novembro de 2011 – 22:56 hs

    De que adianta fazer isso e nao ter capacitação para os professores?
    E tem muitos que realmente não querem aprender….
    E olha na licitação pois tem muito grandão aí querendo pegar o seu jabá

  8. quinta-feira, 3 de novembro de 2011 – 8:19 hs

    Infelizmente em Palmeira os vereadores foram contra este grande projeto de inclusão digital e melhoria da qualidade de ensino, votando contra a aquisição de 3 mil laptops para os alunos das escolas municipais. Alegação mais descabida de que o prefeito aproveitaria para se promover eleitoralmente (nem candidato pode ser) e, pasmem, professoras argumentando que existem outras prioridades, como reforma de escolas. Este e o pensamento dos nossos vereadores e de alguns professores que nem sabem manusear um computador. Talvez seja por isso.

  9. xereta
    quinta-feira, 3 de novembro de 2011 – 8:25 hs

    E quantos chegarão aos estudantes?

  10. Carla
    quinta-feira, 3 de novembro de 2011 – 8:37 hs

    Deveriam comprar comida e remédios, roupas e calçados, antes dos laptops, pois somente os ” amigos” é que serão beneficiados, as cçs e suas famílias, precisam antes de inclusão social, que passa pela comida e pelos remédios, antes da inclusão digital, que tbém é importante, mas não prioritária. Outrossim, não adianta nada saber lidar na internet e tal, se depois vão cair no crime e na marginalidade, a falta de segurança tbém faz diferença na cidadania de todos nós.

  11. João Paulo
    quinta-feira, 3 de novembro de 2011 – 8:45 hs

    Dinheiro desperdiçado… depois de 6 meses de implantação, faça-se um balanço de quantos ainda estão funcionando…

  12. Politiquinha
    quinta-feira, 3 de novembro de 2011 – 8:52 hs

    Carlos Eduardo, adianta para ganhar votos, é muito eficiente.

  13. AMARAHAL
    quinta-feira, 3 de novembro de 2011 – 9:35 hs

    ACHO UM INVESTIMENTO MUITO ALTO, POIS ESSES EQUIPAMENTOS SÃO QUASE UM “MATERIAL DE CONSUMO” POIS SUA VIDA ÚTIL É CURTA !
    TAMBÉM SERÁ MAIS UMA RESPONSABILIDADE DE CONTROLE AOS PROFESSORES E CONSEQUETEMENTE IRÁ GERAR MILHARES DE B O’S NAS DELEGACIAS.
    NÃO SERÁ MELHOR QUE CADA ESCOLA FOSSE CONTEMPLADA COM UM LABORATÓRIO DE INFORMÁTICA E QUE OS EQUIPAMENTOS SEJAM PC’S COMUNS QUE SÃO MAIS DIFÍCEIS DE “CARREGAR” E O CUSTO DE MANUTENÇÃO É MENOR AO INVÉS DE LAPTOPS QUE PASSARÃO DESPERCEBIDOS EM MOCHILAS.

  14. Paranaense
    quinta-feira, 3 de novembro de 2011 – 10:06 hs

    E investimento no salário dos professores que é bom, nada!!! Eta cidade que marca sempre pelo apelo camuflado. Comprar computadores para os alunos poderia até ser útil, não existissem tantas outras prioridades encalhadas. E a categoria trabalhando insatisfeita com os salários. Eu quero ver Curitiba dando o exemplo de capital que melhor paga os professores. Isto é que impressionaria mesmo. Até porque a arrecadação desta cidade é tão grande que devem ter cofres de borracha.

  15. anonimo
    quinta-feira, 3 de novembro de 2011 – 10:12 hs

    Quando da compra das TVs.-laranjas, muita crítica, agora como o governo é outro$$$$$$$$, vamos bater palma, mas ficar de olho na licitação, que aliás é um momento oportuno p/ grandes compras…

  16. Uberaba com Internet Gratuíta
    quinta-feira, 3 de novembro de 2011 – 10:24 hs

    Gostariamos que nossos governantes fossem um pouquinho mais além, o bairro do Uberaba, é o 1º bairro de Curitiba com a internet gratuíta, funcionando sem o apoio do governo Federal, Estadual e nem o Municipal, levando internet a quem precisa e não tem como acessar. Esse sim é inclusão digital. Tem mais coisas para acontecer para fortalecer mais esse projeto. Se vc quiser fazer parte pode entrar em contato com a gente. email: aciur.curitiba@gmail.com de sua idéia ou conhecimento, participe, Enquanto o Gov. Fed. anuncia Internet a R$ 35,00 o nosso é a CUSTO ZERO para a comunidade. Chico do Uberaba, presidente da ACIUR – Associação Ind e Com. do Uberaba, Guabirotuba e Jd. das Américas.

  17. João Sorrisão
    quinta-feira, 3 de novembro de 2011 – 10:32 hs

    Vamos ver qual o critério a ser adotada para a distribuição dos aparelhos. Certeza que vai contar o mérito, as notas, o discernimento dos alunos. Não vai ter favorecimento aos de QI avantajado…………………..

  18. indiobrasil
    quinta-feira, 3 de novembro de 2011 – 10:48 hs

    Como o povo é ignorante…isso é inclusão social. O mínimo que devemos fazer pelos nossos jovens.

  19. Jonatas Lima
    quinta-feira, 3 de novembro de 2011 – 11:08 hs

    Prezado Fábio, R$ 7,5 milhões por 20 mil equipamentos dá uma valor unitário de R$ 375,00 por unidade. Quem poderá fornecer, quem?? A ideia é excelente, mas a prática é que me preocupa!
    Abraços

  20. Pé Vermelho
    quinta-feira, 3 de novembro de 2011 – 14:01 hs

    A Campanha para Prefeito já começou. Vou cantar a pedra ….Positivo na cabeça…e será o maior doador da campanha…como sempre. Claro que vão tentar camuflar.

  21. Wanderley
    quinta-feira, 3 de novembro de 2011 – 15:16 hs

    Estão colocando a caroça na frente do cavalo, existe itens básicos na educação que estão sendo deixados de lado em nome desse slogan de inclusão digital, qualidade pedagógica e material das escolas, segurança das mesmas, qualidade e valorização dos professores, suporte e apoio dos superiores. . . .isso cheira a mais uma pré-campanha,

  22. quinta-feira, 3 de novembro de 2011 – 20:14 hs

    Olha sinto vergonha de falar, mas minha fllha esta levando todo dia um rolo de papel higienico, para a escola estadual em que estuda, esta faltando o basico e vem com esta historia de inclusão dgital, porque não investem e lousa digital como em Toledo, o custo beneficio e 50% mais barato, e o resultado e o mesmo.

Deixe seu comentário:

Campos obrigatórios estão marcados com *

*

*