Bolsonaro: "Não chamei Dilma de homossexual" | Fábio Campana

Bolsonaro: “Não chamei Dilma de homossexual”

De Ana Cláudia Barros do Terra

O deputado Jair Bolsonaro (PP-RJ) negou ter questionado a sexualidade da presidente da República, Dilma Rousseff, no discurso que fez nesta quinta-feira (24), na tribuna da Câmara. Durante a explanação, ele disse, referindo-se à petista: “Se o seu negócio é amor com homossexual, assuma.” A Terra Magazine, o parlamentar culpou a “língua portuguesa” pela interpretação dupla da frase.

– No meu discurso de hoje, perguntei se ela estava mentindo e pedi que ela explicasse sua relação com os homossexuais. A nossa língua portuguesa permite um montão de interpretação. Eu não chamei a Dilma de homossexual. Eu posso até pensar o quiser contra ela, mas não vou desqualificar o nível da importância do que está sendo tratado aqui.

A fala inflamada do deputado foi mais uma reação ao kit anti-homofobia desenvolvido pelo Ministério da Educação (MEC). A ideia do material nasceu a partir da constatação, por meio de pesquisas, de que as escolas brasileiras são, em geral, ambientes hostis para adolescentes homossexuais. A previsão inicial era que o kit, composto por cartilha, cartazes, folders e vídeos educativos, fosse distribuído para alunos do Ensino Médio, de 6 mil escolas. O projeto, no entanto, encontrou dura resistência da bancada religiosa, que tenta derrubá-lo.

– Neste ano, o ministro (Fernando) Haddad esteve na Câmara e prometeu para a bancada evangélica que iria retirar o “kit gay” (material anti-homofobia). Na época, a Dilma falou que o material era inadequado. Só que continua o “kit gay”. Ontem (quarta-feira) teve uma nova audiência pública na Comissão de Legislação Participativa, onde foram expostas as diretrizes traçadas pelo MEC. Uma delas diz que os livros didáticos têm que conter capítulos sobre homoafetividade com o objetivo de combater a homofobia. Ou seja, os livros que o MEC vai comprar têm que falar sobre o tema. Dilma faz vista grossa – falou, irritado.


22 comentários

  1. JULIO CESAR DE SISTI
    quinta-feira, 24 de novembro de 2011 – 18:03 hs

    Vendo as atitudes desse sujeito só posso pensar que ele na verdade é um homossexual que não tem a coragem de assumir sua opção ou modernamente falando sua orientação. Não se diz popularmente que a melhor defesa é o ataque? E se for isso, qual é o problema. Temos coisas muito mais sérias a serem tratadas nesse país!!! Exemplos: a corrupção, a falta de um sistema de saúde eficiente, boas escolas, segurança e etc!!!!!!

  2. Joao Carlos
    quinta-feira, 24 de novembro de 2011 – 18:37 hs

    Exemplo de politico porque os outros nao faz igual ele..Jair Bolsonaro e o unico que tem coragem o resto sao coniventes..

  3. manezinho
    quinta-feira, 24 de novembro de 2011 – 19:30 hs

    esse bolsanara é muito mal educado. tenta passar por machão, no fundo não passa de um………

  4. RUY CAMARA
    quinta-feira, 24 de novembro de 2011 – 19:47 hs

    O KIT GAY é um caso de polícia. Aliás, a PEDERASTIA tomou conta desse DESGOVERNO que privilegia os DELINQUENTES DE ESTIMAÇÃO DO PT e base aliada.

  5. Diego
    quinta-feira, 24 de novembro de 2011 – 20:00 hs

    Oras, é a opinião dele, e ele tem mais que defendê-la.

    O que existe nesse país são milhares de políticos sem personalidade ideológica, políticos camaleão que bandeiam para a situação mais favorável e conveniente. O Brasil precisa de políticos preto no branco, que defendam suas causas e que expressem seus ideais e defesas. Apesar da truculência, o Jair é um político que tem posição e tem todo o direito de contestar o que querem entregar nas escolas para nossas crianças. O que falta ao grupo LGBT são políticos de firmeza que lutem pelos direitos de forma racional e batalhem no plano político, legal e argumentativo.

    O que se tem hoje são lebres querendo fazer o povo engolir uma PL inconstitucional que priveligia uma minoria social.

  6. Tic Tac
    quinta-feira, 24 de novembro de 2011 – 22:28 hs

    Depois do deboche que Lupi fez a Dilma, esse blá..blá..blá do Bolsonaro é fichinha .

  7. carlosmello.
    quinta-feira, 24 de novembro de 2011 – 23:17 hs

    seu julio cesar, mas é um assunto serio, homofobia , envolve religiao moral e bons costumews

  8. Origem
    sexta-feira, 25 de novembro de 2011 – 8:09 hs

    Esta pessoa tem que se preucupar com educação, saude, assistencia social e outros problemas, VAMOS TRABALHAR E TER VERGONHA NA CARA O PAÍS NÃO PRECISA DESTE TIPO DE GENTE NO PODER.

  9. Militar
    sexta-feira, 25 de novembro de 2011 – 9:01 hs

    Sempre admirei o Dep Bolsonaro exemplo de político que não tem medo de falar a verdade esse tal kit gay é uma palhaçada o gov que obrigar a sociedade a engolir e aceitar o homossexualismo como se fosse uma coisa normal e começa pelas escolas, todos os pais que tiverem filhos no ensino fundamental devem orienta-los a não aceitarem esse kit inútil que foi feito com dinheiro público.

  10. Martins
    sexta-feira, 25 de novembro de 2011 – 9:43 hs

    Este cara só fala m………

  11. Palhaço
    sexta-feira, 25 de novembro de 2011 – 10:16 hs

    Este é o retrato de nosso País…
    Todo mundo pode sair do armário…gays, lésbicas…etc.
    E quem não é…tem que aceitar desde criancinha, as “mariposas, drag-queens, bichas loucas…chamam agora de diversidade.

  12. HENRY
    sexta-feira, 25 de novembro de 2011 – 10:23 hs

    E QUEM GARANTE QUE ELA NÃO É? ! ? ! ?

  13. Parreiras Rodrigues
    sexta-feira, 25 de novembro de 2011 – 12:18 hs

    Um real e malacabado representante da falida ultradireita da política brasileira.

    E deseducado, incivilizado, diga-se de passagem.

  14. Questionador
    sexta-feira, 25 de novembro de 2011 – 12:25 hs

    -Tem coragem…mas não justifica a falta de respeito ao cargo de Presidente da República ocupado pela Dilma!!!
    -Infelizmente este senhor cria muita polêmica por assuntos irrelevantes.
    -Senhor Deputado Jair Bolsonaro porque o senhor não questiona os escândalos de corrupção nos ministérios ou o orçamento da copa???

  15. Rubens Tavares
    sexta-feira, 25 de novembro de 2011 – 12:32 hs

    e ai deputado vai se acovardar usando o surrado não falei isto ? ou vai culpar a lingua portuguesa ? ou ainda outros artificios ? não é o deputado o grande machão ? e agora deputado ?……. discursos assim deveriam estar no lixo da história, arcaicos……..ignorantes…..

  16. Ernesto
    sexta-feira, 25 de novembro de 2011 – 12:35 hs

    Todo homofóbico é um homossexual enrustido, está provado em pesquisas.

  17. paulo
    sexta-feira, 25 de novembro de 2011 – 13:25 hs

    NÃO É SÓ O REQUIÃO QUE É DESEQUILIBRADO NO CONGRESSO!
    E PERIGOSOS IGUALMENTE!
    ESTE DEVE TER SIDO ESTIPRADO PELO PAI QUANDO PEQUENO!

  18. CAÇADOR DE PETISTAS
    sexta-feira, 25 de novembro de 2011 – 16:15 hs

    Ora, por favor Bolsanaro, convenhamos a homoxesualidade de Dilma é opção dela. Aliás, quem não sabe?

  19. salete cesconeto de arruda
    sexta-feira, 25 de novembro de 2011 – 16:18 hs

    Segundo FREUD – o psicanalista – dentro de todo machão mora uma vontade imensa de SER HOMOSSEXUAL.
    Não sei se é o caso dos Bolsonaros mas Freud explica comportamentos homofóbicos muito bem.

  20. SILVIO
    sexta-feira, 25 de novembro de 2011 – 16:20 hs

    Hummm, ora, somente falou a verdade afinal, quem não sabe?
    lembram de Verônica Maldonado?
    Falando nisso, o que aconteceu com aquela ação na Justiça cobrando alimentos hein.

    “Verdade sem voz, é medo”.
    Ou não?

  21. MUI AMIGO
    sexta-feira, 25 de novembro de 2011 – 17:26 hs

    MAS ELA É OU NÃO É????!!!!!!!

  22. Ocimar
    sexta-feira, 25 de novembro de 2011 – 18:49 hs

    PARA A SALVAÇÃO DO POVO HONESTO DESTE PAÍS,SÓ DO POVO HONESTO,BOLSONARO PRESIDENTE EM 2014

Deixe seu comentário:

Campos obrigatórios estão marcados com *

*

*