STF decide que Brasil não pode ter voto impresso | Fábio Campana

STF decide que Brasil não pode ter voto impresso


Foto: Carlos Humberto/STF

Do Blog Caixa Zero:

O Supremo Tribunal Federal (STF) decidiu na tarde desta quarta-feira que o Brasil não terá voto impresso. A lei que determinava a impressão dos votos foi considerada inconstitucional.

Segundo os ministros do STF, o sistema poria em risco o sigilo do voto do eleitor. O eleitor poderia ser identificado pelo registro digital do voto. E se a urna quebrasse, um técnico teria de entrar na cabine, e veria o voto.

O tema é polêmico: há quem diga que a falta da impressão coloca em risco muito maior a democracia, por não permitir que haja a recontagem dos votos após a eleição. Se houver uma fraude, não há como confirmar o resultado de maneira independente.


6 comentários

  1. atadailha
    quinta-feira, 20 de outubro de 2011 – 11:40 hs

    apenas eles podem ver o voto que nunca foi secreto.
    FRAU-DU-LEN-TOS!!!!

  2. Doutor Prolegômeno
    quinta-feira, 20 de outubro de 2011 – 12:08 hs

    O sistema de voto no Brasil vai ficar sob um manto de segredo para iniciados. Um grupo de sacerdotes, de druidas burocratas passará a revelar a vontade das urnas. Sabe-se lá o que haverá dentro delas, ou mesmo, se já estão cheias quando os mortais eleitores foram digitar bovinamente os botões. Nem as ditaduras mais fechadas foram capazes de desenvolver um sistema tão hermético. Das pouquíssimas coisas razoáveis que requião fez na vida política, uma delas foi defender a lei do voto impresso.

  3. PAULO
    quinta-feira, 20 de outubro de 2011 – 12:19 hs

    nos paises mai desenvolvidos do mundo não ha voto eletronico, só aqui os bobos acreditam e confiam, aí ta mais uma decisão para a fraude e manipulaçao dos eleitores.

  4. Rafael
    quinta-feira, 20 de outubro de 2011 – 13:20 hs

    Viva o Brasil das oligarquias, capitanias hereditárias e coronéis!!!

  5. ricardo crovador
    quinta-feira, 20 de outubro de 2011 – 14:40 hs

    Certa a decisão. Chega destas teorias de conspiração esdrúxulas. Se fosse tão fácil assim fraudar as urnas eletrônicas todos os candidatos do governo ganhariam sempre. E não é o que acontece. Muitas vezes eles perdem feio.

  6. tony
    quinta-feira, 20 de outubro de 2011 – 18:59 hs

    Indignado comenta: acertadíssima a decisão do STF, porque só quem já trabalhou em eleição sabe como a coisa funciona. E se é para fraudar, não há sistema que resista a um jeitinho. Então leigos, revejam os seus conceitos. E se duvidam do que estou dizendo, se voluntariem e trabalhem na próxima eleição, vão ver como é interessante.

Deixe seu comentário:

Campos obrigatórios estão marcados com *

*

*