Projeto de lei propõe bares exclusivos para fumantes em Curitiba | Fábio Campana

Projeto de lei propõe bares exclusivos para fumantes em Curitiba

Com a aplicação da lei antifumo, os fumantes tiveram que se acostumar a sair do bar para acender um cigarro. As reclamações foram muitas, já que nem embaixo de toldos é permitido fumar. Pensando nessa parcela da população, um projeto de lei propõe a criação de bares exclusivos para fumantes em Curitiba, conta a reportagem de Paula Melech no Estado do Paraná.

De autoria do vereador Professor Galdino (PSDB) e com o apoio da Associação Brasileira de Bares e Casas Noturnas (Abrabar), a proposta é garantir o direito dos fumantes na capital paranaense. É a primeira discussão nacional sobre o assunto.

Fábio Aguayo, presidente da Abrabar, afirma que a lei se refletiu negativamente no fluxo de caixa dos bares. Segundo ele, houve uma diminuição de 20% em relação ao consumo desde que a proibição entrou em vigor. “As pessoas permanecem menos tempo e, em consequência, consomem menos”, diz.

De acordo com o projeto, 30% dos estabelecimentos serão destinados a uso exclusivo de fumantes e a previsão é que seja votado até o final do ano. Segundo a proposta, os bares que aderirem ao programa se cadastrarão voluntariamente e serão obrigados a afixar, em local visível, a advertência “Bar para fumantes”.

A ideia é que os bares funcionem como as tabacarias, onde é permitida a degustação de charutos, cachimbos e cigarros. “Queremos mostrar que o fumante tem que ser tratado com respeito e sem discriminação. É uma parcela da clientela que faz diferença”, salienta Aguayo.

Por enquanto, o projeto diz respeito somente aos bares, mas a Abrabar quer começar a discutir a possibilidade de fumar em áreas ao ar livre dentro de outros estabelecimentos, como já acontecia antes. “É questão de bom senso. Se tiver um local aberto e ventilado, que a fumaça não incomode os outros, não vejo problemas”, afirma o presidente da associação.

A lei antifumo entrou em vigor em Curitiba em novembro de 2009. A partir desta data ficou proibido consumir cigarro ou derivados de tabaco em ambientes de uso coletivo, públicos ou privado. Entre os locais de proibição estão áreas internas de bares e restaurantes, casas noturnas, ambientes de trabalho, táxis e áreas comuns fechadas de condomínios. O fumante infrator não recebe punição, mas os estabelecimentos podem ser multados.


35 comentários

  1. Nelson Edison de Moura Rosa
    domingo, 9 de outubro de 2011 – 18:15 hs

    Desde o lançamento da Lei, neste mesmo Blog, comentei que ela é , inconstitucional, porque, em princípio ela “protege” uma categoria em detrimento de outras. Fumar é um livre arbítrio! A questão se faz bem ou mal é outro caso. Comentava no lançamento da Lei que possivelmente estabelecimentos diferenciados poderiam sim colocar uma placa com os dizeres: “AMBIENTE PARA FUMANTES”. Ora bolas… Que saibamos a fabricação e a venda de cigarros não foi proibida… Por acoso alguém poderá reclamar de ter entrado no bar de fumantes e reclamar do cheiro?É só o gançon pedir para que ela se dirija a uma igreja ou padaria….Não é mesmo? As favas os legisladores que se esmeraram na criação de mais esta banalidade legal!

  2. juarez accioly
    domingo, 9 de outubro de 2011 – 18:29 hs

    a questão é a lei seca. Ou seja, ninguém vai a um bar para tomar água. Estão colocando a culpa no cigarro. Esse Prof. Galdino é uma atrasado e traída da qualidade de vida do povo!!!

  3. Carlos Molina
    domingo, 9 de outubro de 2011 – 19:10 hs

    É justo, pois eu mesmo cada vez me sinto mais discriminado por ser fumante, ato que é uma hipocrisia em uma cidade extremamente poluída pela fumaça dos veículos e das indústrias. Até parece que são os fumantes os responsáveis por toda a poluição do mundo!

  4. antonio
    domingo, 9 de outubro de 2011 – 20:09 hs

    Que se crie lugares exclusivos para fumantes.
    O que nao se admite ‘e fumar por tabela, mesmo sendo contra o fumo.
    Que se respeite os nao fumantes.

  5. Borduna
    domingo, 9 de outubro de 2011 – 20:50 hs

    Enfim Galdino(PSDB) tem um projeto. Maravilhoso…

  6. Luciano
    domingo, 9 de outubro de 2011 – 21:04 hs

    Prof Galdino… que retrocesso! A proibição do fumo em ambientes fechados trará para sociedade resultados de longo prazo… com a diminuição do número de novos fumantes e consequentemente dos problemas de saúde causados pelo cigarro… somente pessoas dotadas de baixo intelecto podem defender uma posição dessa, ainda mais dizendo que é inconstitucional… pela mor…..

  7. borrachada
    domingo, 9 de outubro de 2011 – 21:20 hs

    Os nao fumantes sao mais que respeitados em quase todo o mundo depois que o cigarro passou a ser demonizado. Sou fumante porque gosto e sou o primeiro a respeitar quem nao fuma ou quem nao gosta, inclusive em minha casa.
    Se aprovarem bares para fumantes, porque nao? Quem nao gosta nao và e ponto final!
    Se querem continuar a fazer hipocrisia quanto a este assunto, que proibam de uma vez a fabricaçao do cigarro. Serà uma perda de receita fenomenal de impostos que os abutres deste Governo vao ter que aperfeiçoar as tècnicas de gatunagem e descobrir novas fontes que nao os fumantes. Serà a socializaçao completa da “tungagem”; pelo menos!

  8. Dyler Thunder
    domingo, 9 de outubro de 2011 – 21:35 hs

    Nelson, em tese, o livre arbítrio permite que você faça tudo que quiser. No Código Penal não existe uma única linha que diz: “Não faça isso”.

    A coerção é indireta e é feita por meio de uma pena, como exemplo do crime de roubo que tem reclusão, de 4 a 10 anos, e multa.

    Temos 2 direitos a pesar na balança: a liberdade de fumar toxinas contra a liberdade de respirar ar sem toxinas.

    A saúde e o bem-estar ganharam.

    mimimimimi tadinhos dos donos de bar

  9. netto_cwb89@hotmail.com
    domingo, 9 de outubro de 2011 – 23:08 hs

    NÃO concordo !!!!

  10. M.A.S
    domingo, 9 de outubro de 2011 – 23:13 hs

    O que se tem que criar é vergonha na cara e os vereadores deixarem essa questão dos fumantes de lado.
    Fazer leis para coisas mais importantes para nossa cidade.
    E os fumantes que fumem o quanto quiserem, com tanto que longe de min.
    É o fim da picada.

  11. Fernando
    domingo, 9 de outubro de 2011 – 23:31 hs

    Esse professor ainda tem muito o que nos ensinar. Difícil compreender até onde vai sua visão aguçada.
    E se todos os bares aderirem a isso, todos se considerarem bares “exclusivos para fumantes”. Como fica ?
    O que impediria um não fumante de entrar num bar, exclusivo, para fumantes ?
    Mas achei interessante a proposta, pois nos mostra a importância de curso superior para cargo eletivo.
    Abs.,
    Fernando

  12. Fernando
    domingo, 9 de outubro de 2011 – 23:37 hs

    Professor Galdino,

    Só mais uma dúvida. Como os bares fariam para impedir os não fumantes de entrar nesses bares exclusivos para fumantes ?
    Só entra gente fumando ? Ou portando carteira de cigarro ?

    Grato,

    Fernando

  13. Na Ativa
    domingo, 9 de outubro de 2011 – 23:53 hs

    Estou com o Antonio…

    Respeito o direito do fumante, mas também quero ter o meu direito de frequentar um lugar sem ter que respirar fumaça de cigarro.
    Agora, se o lugar for exclusivo, mesmo em detrimento da saúde, entra quem desejar….

  14. Eleitora
    segunda-feira, 10 de outubro de 2011 – 0:30 hs

    Parabéns ao professor Galdino! Já que é legal vender cigarros, que crie-se um ambiente para os seus consumidores! Se não, vamos deixar de hipocresia e fechar de vez as fábricas de cigarros. E para criar esta lei, precisa mesmo é ser corajoso para defender o direito de liberdade.
    O governador de Sâo Paulo JOSÉ SERRA, foi muito feliz em criar a lei anti fumo, porém os fumantes tem seus direitos e tem que ter seu espaço também!
    Valeu professor Galdino!

  15. Negao
    segunda-feira, 10 de outubro de 2011 – 0:40 hs

    Ate que esse galdino teve uma boa ideia ! mas ele que deveria levar fumo
    galdino racista !

  16. Maurício
    segunda-feira, 10 de outubro de 2011 – 0:55 hs

    Penso que TODOS NÓS deveríamos ter nossos direitos respeitados.
    Se há lugares onde não podemos fumar deverá haver o lugar onde podemos fumar, isso é democracia! Limitar, impor idéias, discriminar, é coisa do passado, os homosexuais são exemplo disso, cada um faz o que quer da sua vida, o livre arbítrio é para todos! Concordo em PARAR DE DISCRIMINAR os fumantes! Parabéns ao vereador Professor Galdino, que soube enxergar isso!

  17. indignado
    segunda-feira, 10 de outubro de 2011 – 7:13 hs

    MAIS UM BAÍTA BESTEIRA DESSE “PROFESSOR”! É UM RETROCESSO TREMENDO POIS, FUMANTES E NÃO FUMANTES SÃO PREJUDICADOS PELA VOLTA DO CIGARRO EM QUALQUER LUGAR. CIGARRO DEVE SER BANIDO! TODO MUNDO SABE DOS PERIGOS DO USO, ALÉM DE SER MUITO CAFONA!!!

  18. VLemainski -Cascavel-PR
    segunda-feira, 10 de outubro de 2011 – 8:19 hs

    É hilariante a alegação de muitos fumantes… Até parece que as pessoas não sobreveriam sem cigarro…. Pago impostos, e como contribuinte, gostaria, também que fosse criada e aprovada uma lei que excluisse os fumantes do atendimento pelo SUS, pois, sabendo que o tabaco é altamente prejudicial, mesmo assim sujeitam-se ao risco e ainda prejudicam os não fumantes…E a população, posteriormente, paga a conta…. Fumar é socialmente e saudavelmente correto? Se não é, então é “mico”…

  19. Jonas
    segunda-feira, 10 de outubro de 2011 – 8:34 hs

    Boaaaaaaaa

  20. Lucas
    segunda-feira, 10 de outubro de 2011 – 8:54 hs

    Boa idéia, até porque nada melhor que um bar para fumar e não ser incomodado, afinal ali quem não está judiando do pulmão, está judiando do fígado ou pâncreas!!! Todos no mesmo barco.Sem falar que quem fuma não sai batendo carro, nem batendo na família quando chega em casa!

  21. observador
    segunda-feira, 10 de outubro de 2011 – 9:07 hs

    simplesmente RIDÍCULA a proposta da lei.. o objetivo maior do Estado e preservar a saúde do cidadão.. DUVIDO que seja aprovada uma aberração dessa.. a aprovação de tamanho absurdo seria uma forma de “instigaçao ao suicído” todos sabem o fim dum fumante.. querem fumar.. fumem.. mas nao com o apoio do Estado.. munda capitalista maldito, so estao pensando no prejuízo que os bares tiveram.. e no lucro que o Estado teve em relação a saúde??? garanto que foi maior

  22. Roger
    segunda-feira, 10 de outubro de 2011 – 9:12 hs

    A idéia é essa mesma antonio.
    Lugar exclusivo para fumantes. Quem não quiser fumar por tabela basta não ir nesses bares que seriam exclusivos para fumantes.
    Eu não sou fumante, mas creio que é uma idéia sensata. Melhor que criar fumódromos, que às vezes não são isolados e acabam criando mais confusão que solução.

  23. jaqueline
    segunda-feira, 10 de outubro de 2011 – 9:24 hs

    Mais uma desse factoide prof galdino. O cara quer aparecer de qualquer forma. Ele devia fazer uma lei, para se internar no HOSPICIO. local de onde unca devia ter saido. volta pro manicomio louco.

  24. Tico Kuzma
    segunda-feira, 10 de outubro de 2011 – 9:37 hs

    O fato de os produtos derivados do tabaco serem lícitos não autoriza seu consumo indiscriminado. A fumaça ambiental de tabaco é a principal fonte de poluição em ambientes internos, e não há níveis seguros de exposição.
    Este projeto de lei viola o tratado internacional ratificado pelo Brasil – Decreto 5.658/2006, a Convenção Quadro para Controle do Tabaco, que recomenda a proteção contra a exposição à fumaça do tabaco em todos os locais de trabalho, meios de transporte público, lugares públicos fechados, sendo a proibição do fumo nestes locais a política pública mais eficaz e barata de prevenção, proteção e promoção da saúde.

    O projeto também viola ainda o artigo 196 da Constituição Federal e a legislação trabalhista, ao reduzir a proteção da saúde pública e ocupacional, por permitir a exposição de pessoas, trabalhadores e clientes, ao fumo passivo em locais fechados.

    Tico Kuzma

  25. zeca
    segunda-feira, 10 de outubro de 2011 – 9:50 hs

    depois esse galdino dizia ser do PV hahahahah, hipocrita!

  26. João Paulo
    segunda-feira, 10 de outubro de 2011 – 10:14 hs

    FALOU TUDO VLemainski -Cascavel-PR , criem uma lei para exclusão de fumantes no atendimento ao SUS…

  27. Sherlock Holmes
    segunda-feira, 10 de outubro de 2011 – 10:38 hs

    Esse “professor” Galdino é um tremendo oportunista e totalmente acéfalo. O cigarro é um problema de saúde. Mata e continua matando. Bar para fumantes? Quando se trata da evolução do mal que o fumo provoca, não existe direito adquirido. Se causa mal à populção, tem que ser proibido mesmo. É uma doença social que deve ser erradicada. Os néscios e os energúmenos que continuem gritando.

  28. carlos
    segunda-feira, 10 de outubro de 2011 – 10:54 hs

    E o garcom que vai atender e corre o risco de futuramente pegar cancer por tabela, como fica?

    João Paulo
    Segunda-feira, 10 de Outubro de 2011 – 10:14 hs
    FALOU TUDO VLemainski -Cascavel-PR , criem uma lei para exclusão de fumantes no atendimento ao SUS…

  29. Richaebieter
    segunda-feira, 10 de outubro de 2011 – 13:10 hs

    Elogiei a “inteligência” dessa proposta e fui censurado nessa coluna.
    Vou ser politicamente correto agora, vamos ver se meu comentário sai publicado:
    – Sr. Vereador, o que acontecerá se todos os bares se declararem “exclusivos para fumantes” ?
    – Sr. Vereador, se haverá bares EXCLUSIVOS para fumantes, como o fumante será identificado na entrada ? Ou seriam bares livres para fumantes e não fumantes ?
    Att.,
    Ricky

  30. JULIO CESAR DE SISTI
    segunda-feira, 10 de outubro de 2011 – 13:42 hs

    Como ex fumante falo com propriedade.Devemos restringir o hábito do tabaco e não criar facilidades. Acho que o fumante não poderia nem mesmo fumar nas ruas, jogando a fumaça na cara dos outros. Temos que restringir inclusive o fumo dentro de apartamentos residenciais e carros. Existe lei similar em vários países mais desenvolvidos e vejo que podemos implantar uma lei mais rigorosa aqui também. Tem algum político de saco roxo por aí que queira apresentar um projeto de lei para restringir ainda mais o tabagismo em nosso país? Uma carteira de cigarro devia ter seu preço tão elevado a ponto de seu consumo tornar-se proibitivo para a maioria da população!!

  31. gerson
    terça-feira, 11 de outubro de 2011 – 11:47 hs

    Otima lei. Pessoal frequenta o bar quem quer.

  32. Rafael dos Santos
    terça-feira, 11 de outubro de 2011 – 15:10 hs

    Eu respeito os fumantes, no geral, eles vivem menos. O Problema é que eles não me respeitam…

    Uma coisa que eu acho interessante nos Fumantes é que eles não tem noção o tanto que o Cigarro Fede, e fede em 2 instâncias:
    1 – Quando estão fumando em local aberto, mesmo mantendo a uns 10-12 metros de distância, ainda é nítido e incomodo o cheiro da fumaça do cigarro… Ou seja, mesmo em locais aberto eu posso ser um fumante passivo.
    2 – Depois que fumam, entram nos locais fechados com aquele cheiro ruim, com a maior cara deslavada… E se vem falar com você, fede mais que alguém que não escova os dentes.

    Os fumantes não podem reclamar que não tem lugar para fumar, o lugar certo é em ambiente aberto.

    Este projeto de lei do Teacher aí, vem só pra proteger os donos de bares, aposto que molharam o bolso dele… Duvido que aprovem esta lei, ela vai contra o bem geral de todos.

    Lembro que uma pesquisa de 2008 feita pelo Instituto Nacional do Câncer (Inca) mostra que ao menos 2.655 FUMANTES PASSIVOS morrem anualmente em decorrência de doenças atribuídas ao fumo, como acidente vascular cerebral (AVC), enfarte e câncer de pulmão, por exemplo, tornando o fumo um PROBLEMA GRAVE DE SAUDE PUBLICA.

  33. Rafael dos Santos
    terça-feira, 11 de outubro de 2011 – 15:14 hs

    Concordo e Repito o Comentario do Sherlock Holmes

    O cigarro é um problema de saúde. Mata e continua matando. Bar para fumantes? Quando se trata da evolução do mal que o fumo provoca, não existe direito adquirido. Se causa mal à populção, tem que ser proibido mesmo. É uma doença social que deve ser erradicada. Os néscios e os energúmenos que continuem gritando.

  34. CORRETO
    terça-feira, 11 de outubro de 2011 – 22:39 hs

    Se não querem bar para fumantes, que FECHEM AS FABRÍCAS DE CIGARROS, o resto é idiotice!

  35. Robso
    quarta-feira, 12 de outubro de 2011 – 14:44 hs

    Otima lei vereador
    quem quer fuma e quem nao quer vai em bar que eh proibido fumar

Deixe seu comentário:

Campos obrigatórios estão marcados com *

*

*