Presas fogem de cadeia no interior de São Paulo após pedirem pizza | Fábio Campana

Presas fogem de cadeia no interior de São Paulo após pedirem pizza

Ora, ora, vejam só. No interior de São Paulo, na cidade de Santa Adélia, nove mulheres fugiram da cadeia durante a entrega de pizzas. E o pedido não foi feito pelos agentes carcerários ou delegado, mas sim pelas próprias presas, em um procedimento “quase padrão”, diz o delegado responsável, Antônio Junqueira Vilela.

Por volta das 20h15 de sábado, as presas iriam receber a pizza pedida para o jantar. No momento em que a carcereira iria realizar a entrega, as detentas a renderam e roubaram as chaves das celas. A funcionária foi agredida e trancada na cadeia. Informa o site G1.

Das nove mulheres que fugiram, apenas duas haviam sido recapturadas até a manhã desta segunda-feira (10). Segundo o delegado, todas as celas e portas foram abertas.

As presas da cadeia de Santa Adélia confeccionam tapetes e bordados. “Na quinta-feira, que é dia de visita, os familiares das presas levam os trabalhos que elas fazem e vendem. Depois trazem o dinheiro”, explicou Vilela. “Por isso, sempre alguma tem um dinheiro.”

O delegado explicou que, por conta dessa renda, elas costumam pedir lanches e pizzas. “Elas mandam o dinheiro e o carcereiro entrega pela grade.” No sábado, a funcionária trabalhava sozinha no plantão. No momento da entrega, ela foi rendida.

Questionado sobre uma possível punição às presas, o delegado afirmou que ainda irá decidir a atitude a ser tomada. “Ainda vamos ver que atitude vamos tomar. Esse é um procedimento quase padrão, mas precisamos melhorar. Se houve uma fuga, é porque precisamos melhorar nesse ponto”, disse Vilela.


Deixe seu comentário:

Campos obrigatórios estão marcados com *

*

*