Os marajás do Governo Federal | Fábio Campana

Os marajás do Governo Federal

Em Janeiro deste ano, o repórter Paulo Celso Pereira, da Veja, fez um alerta. A partir do mês seguinte, fevereiro, o novo salário de alguns ministros, somado aos jetons que alguns recebem pela participação em conselhos de estatais, criaria uma elite na Esplanada dos Ministérios. E não se falou mais sobre o assunto. Mas os números levantados por Pereira são reais e coloca no topo dos mais bem remunerados um conhecido nosso. Paulo Bernardo, das Comunicações, recebe por mês R$ 46.800,00.

Confira a lista dos holerites de fazer inveja:

PAULO BERNARDO (Ministro das Comunicações)
Salário: 26700 reais
Conselhos de Itaipu: 17000 reais e Correios: 3100 reais
Total: 46 800 reais

GUIDO MANTEGA (Ministro da Fazenda)
Salário: 26700 reais
Conselhos da Petrobras: 6700 reàis e BR Distribuidora: 6700 reais
Total: 40 100 reais

FERNANDO PIMENTEL (Ministério do Desenvolvimento, Indústria e Comércio Exterior)
Salário: 26700 reais
Conselhos do BNDES: 5200 reais e BNDESPar: 4700 reais
Total: 36 600 reais

CARLOS LUPI (Ministério do Trabalho)
Salário: 26700 reais
Conselho do BNDES: 5200 reais
Total: 31900 reais


28 comentários

  1. ivanowski
    sexta-feira, 14 de outubro de 2011 – 11:18 hs

    . Gente … é só alegria nesse pt …

  2. LEGAL
    sexta-feira, 14 de outubro de 2011 – 11:27 hs

    REALMENTE ISSO É UMA VERGONHA !!!!!

    O SALÁRIO MÍNIMO É MÍNIMO, POLICIA,CORREIOS, BANCÁRIOS, PROFESSORES ETC ETC GANHANDO UMA MISÉRIA.

    SE QUISER GANHAR BEM NESSE PAIS OU VC É JOGADOR DE FUTEBOL OU POLÍTICO.

    BANDO DE LADRÕES ……………….

  3. Rafael
    sexta-feira, 14 de outubro de 2011 – 11:31 hs

    Agora q tenha o bom senso de colocar não os salários, mas quais os deputados (federais e estaduais) paranaenses q são milionários, vamos ver de q partidos q são, hehhe!!

  4. Oliveira
    sexta-feira, 14 de outubro de 2011 – 11:35 hs

    Poderia colocar os dados e valores dos Secretários Marajás do Governo Estadual tambem .

  5. anonimo
    sexta-feira, 14 de outubro de 2011 – 11:38 hs

    Vamos informar os secretários marajás aqui do Paraná, que além dos salários, participam dos conselhos de várias estatais.

  6. Ricardo
    sexta-feira, 14 de outubro de 2011 – 11:43 hs

    É por estas e por outras que o saudoso Dr. Roberto Campos tinha razão. É preciso privatizar o máximo possível para minimizar este cupinzal desavergonhado. Gestão somente sob critério de currículo técnico e competência. Chega destas barbaridades!

  7. VOTO NULO
    sexta-feira, 14 de outubro de 2011 – 11:50 hs

    É falência do estado brasileiro

  8. marcao
    sexta-feira, 14 de outubro de 2011 – 12:07 hs

    Continuo dizendo, Requião tem razão.

  9. Parreiras Rodrigues
    sexta-feira, 14 de outubro de 2011 – 12:29 hs

    Dai que quando a gente fala em privatização, os pau-mandados, massa de manobra da Petrobrás, poe exemplo, caem de pau na gente.

    Metem o pau em FHC mas engolem a própria bile quando vê o anúncio da privatização dos aeroportos.

  10. gretalorenzi
    sexta-feira, 14 de outubro de 2011 – 12:38 hs

    QUANDO VEJO ISSO É QUE ME DOU CONTA DA REPUBLIQUETA DE BANANAS QUE VIVEMOS………………..professora com doutorado aposentada com 53 anos de trabalho efetivo e
    APOSENTADORIA DE 5000,00 REAIS, MES, E SÃO 2 aposentadorias da universidade particular e do estado do Paraná…………..
    ai meu Deus…………..salve-se quem puder desta VERGONHA…………

  11. Francisco de Assis
    sexta-feira, 14 de outubro de 2011 – 12:41 hs

    sobre a “marajanidade” de Abib Miguel nem pensar né?

  12. Francisco de Assis
    sexta-feira, 14 de outubro de 2011 – 12:42 hs

    Sera que essa insanidade mental do Abib, foi porque ele sempre esteve do lado de lá?

  13. Tic Tac
    sexta-feira, 14 de outubro de 2011 – 12:47 hs

    FORA PETEZADA !

    É esse povinho da boquinha que reclama de quem tem abono em cargo de confiança no Paraná.

    O PT é assim, senta no rabo e fala dos outros. Cada PTista tem 3 ,4 cargos…É UMA VERGONHA

  14. ronaldo
    sexta-feira, 14 de outubro de 2011 – 13:10 hs

    Como é bom ser petista;

  15. aiiiiiiiiiiiiiiiaiiiiiiiiiiiii
    sexta-feira, 14 de outubro de 2011 – 13:28 hs

    e o coitado do pobre 545 por mes uma vrgonha corja de saffffffffffffffffffados

  16. Zangado
    sexta-feira, 14 de outubro de 2011 – 14:17 hs

    Essa participação em conselhos é uma das excrescências do serviço público nacional, estadual e municipal !!!

    Além de manifesta burla ao teto de remuneração trata-se de atividade de geralmente é suprida por substituto.

    Depois, convenhamos, não teria um ministro de Estado trabalho bastante em sua pasta ?

    A se ver bem, ao depois, essas participações não tem nada a ver com as finalidades do ministério ocupado pelo beneficiário.

    Até quando minha gente ? Até quando ?

  17. Elton Marques
    sexta-feira, 14 de outubro de 2011 – 14:19 hs

    A participação de ministros e outros comissionados do governo é um assunto que há muito tempo venho levantando para debate em diversas ocasiões e somente agora um jornailista resolveu apurar os fatos. trata-se de uma mamata que não aparece no olerit. O que é pior é que esses jetons são pagos para que o beneficiado participe de uma reunião por mês e olhe lá. A desculpa é que esse dinheiro vem da empresa estatal e não do governo. Isso é uma piada, pois trata-se de um privilégio que há muitos anos vem sendo mantido pelos governos. Não é só o PT não. O PSDB fez e continua fazendo isso nos governos de São Paulo, Minas Gerais e no PARANÁ.

  18. Dr.Paulo
    sexta-feira, 14 de outubro de 2011 – 14:27 hs

    Estão pesquisando, não querem, não sabem, só vale do federal ou irão colocar quando os nomes e fotos dos Secretários Marajás do Paraná ?

  19. PORVA
    sexta-feira, 14 de outubro de 2011 – 14:49 hs

    FC

    Estou com o Oliveira acima.
    Favor divulgar os Marajás do Estado do Paraná.
    E são Muitos!
    Fala sério!

  20. SAMURAI
    sexta-feira, 14 de outubro de 2011 – 16:27 hs

    Estes caras é que comandam o voto de quanto vai subir o salário
    mínimo do “zé povinho”. Acham que subir R$ 8,00 é muito e portan-
    to ficou em R$ 6,00…
    É tanta cara de pau que todos os “digníssimos políticos” fazem a barba
    e sai PÓ DE SERRA !!!

  21. geraldo
    sexta-feira, 14 de outubro de 2011 – 17:03 hs

    Ladrões de gravata, bando de filhos da p… enquanto isso não tem dinheiro para as necessidades basica do povo.

  22. Jose
    sexta-feira, 14 de outubro de 2011 – 17:38 hs

    Falam tanto dos ministros de estados que é um cargo de extrema respossabilidade,e se esqueçem dos presidentes da A,L,P, que ganham 40.000 mil,e não é só o Rossoni,tem muitos marajás no governo tucano,coitado do passaro,não tem culpa,até o ônibus da tucanada é bicudo,tenho orgulho de ser petista.

  23. Zezão
    sexta-feira, 14 de outubro de 2011 – 18:13 hs

    No Governo Estadual tem 6 destes MARAJÁS !!!!
    QUEM SABE OS NOMES ?

  24. tony
    sexta-feira, 14 de outubro de 2011 – 18:50 hs

    Indignado pergunta: não foi a mulher do PB que quer que os salários do serviço público não extrapolem o tal teto de R$ 27.000,00? O do maridão dela é o campeão. Será que o cara sabe disto? Vai ter briga em casa se a tal proposta passar. Chega tanta de demagogia.

  25. jorge fotografo
    sábado, 15 de outubro de 2011 – 9:31 hs

    Quero reforçar o coro: e os marajás aqui do Paraná você irá divulgar??? Quantos políticos, inclusive o governador, tem suplementação de ganhos via estatais e outras formas??? divulga ae, pois eles estão muito mais próximos de nós…

  26. indignado
    sábado, 15 de outubro de 2011 – 17:27 hs

    pra dar 20% pra quem trabalha de verdade é uma novela!! Fazer o que é a DEMOCRÁCIA!!!

  27. Caixão!
    domingo, 16 de outubro de 2011 – 12:16 hs

    Então não foi a toa que os Carteiros de Curitiba fizeram um enterro Simbolico Do Ministro Do PT em plena Visconde de Guarapuava, e olha que tinha muita gente do PT de Curitiba pedindo a cabeça do homem.

  28. Caixão!
    domingo, 16 de outubro de 2011 – 12:19 hs

    Pro Ministro da comunicação 46.800, e pros carteiros só 800,00 reais!

Deixe seu comentário:

Campos obrigatórios estão marcados com *

*

*