Nota do Ministério da Justiça sobre empresa da mulher de Orlando Silva | Fábio Campana

Nota do Ministério da Justiça sobre empresa da mulher de Orlando Silva

De O Globo:

O Ministério da Justiça informou na noite de [ontem] que não tem contrato direto com a empresa Hermana Filmes, de propriedade de Ana Cristina Petta, mulher do ministro do Esporte, Orlando Silva.

A pasta soltou nota após a divulgação de que a Hermana recebeu, por meio da ONG Via BR, recursos da Comissão da Anistia, vinculada ao Ministério da Justiça. A empresa da mulher de Orlando Silva teve a incumbência de fazer o trabalho de pesquisa e análise do momento histórico relatado no documentário “Repare bem”, que conta a história de três gerações de famílias de desaparecidos políticos.

Na nota, o Ministério da Justiça diz que “a proposta de documentário da Via BR foi classificada em terceiro lugar entre as 19 propostas selecionadas e aprovadas. No total, 24 propostas se candidataram ao edital. Das 19 aprovadas, firmou-se convênio com nove delas”.

Veja a íntegra da nota Leia Mais:

“Sobre o convênio firmado com o Instituto Via BR, o Ministério da Justiça informa:

1. Trata-se de uma proposta para realização de documentário que foi selecionada por meio de edital de Chamada Pública no ano de 2010. As propostas foram avaliadas por um comitê de seleção composto por membros do Ministério da Justiça e externos. Data da reunião: 07/06/2010. Data da publicação do resultado no Diário Oficial da União: 11/06/2010;
2. A proposta de documentário da Via BR foi classificada em terceiro lugar entre as 19 propostas selecionadas e aprovadas. No total, 24 propostas se candidataram ao edital. Das 19 aprovadas, firmou-se convênio com nove delas;
3. A proposta da Via BR foi apresentada pela presidente do instituto, Vanessa Stropp Borba, que assina o convênio (conforme documento anexo). Não há contrato direto do Ministério da Justiça com a Hermana Filmes ou com Anna Cristina Lemos Petta;
4. No escopo do convênio, consta que a Via BR contratou a empresa Hermana Filmes para desenvolver trabalho técnico especializado de pesquisa para subsidiar documentário, pelo qual pagou R$ 32.107,60 (conforme documento anexo);
5. Há registro que, em 26/09/2011, a empresa Hermana Filmes depositou reembolso do valor integral na conta do convênio, conforme comprovante depósito anexo.
6. O referido documentário, objeto do convênio, está previsto contratualmente para ser entregue em dezembro.”


10 comentários

  1. Regis Trevizo
    sábado, 22 de outubro de 2011 – 23:06 hs

    `PC do B e Derosso irmãos gêmeos!

  2. domingo, 23 de outubro de 2011 – 1:14 hs

    ESSAS FALCATRUAS, SAO VERDADEIROS SAMBA DO CRIOULO DOIDO!!!

  3. OSSOBUCO
    domingo, 23 de outubro de 2011 – 11:25 hs

    Veja é um panfleto que ataca tudo e a todos sem provas, menos os governos tucanos que compraram o apoio da revista. A ONG da filha do Serra recebeu dinheiro diretamente do governo tucano e os pulhas nunca falaram nada. Temo uma imprensa corrupta, esse é o fato.

  4. Josué Machado Costa
    domingo, 23 de outubro de 2011 – 11:37 hs

    Uma a uma as mentiras estão sendo rechaçadas simplesmente com a verdade!! E agora?

  5. Cajucy
    domingo, 23 de outubro de 2011 – 12:22 hs

    A Imprensa é a principal arma do cidadão brasileiro. Imagine se não houvesse as denúncias da imprensa. A corrupção seria muito maior. Parabéns a Imprensa brasileira.

    E ainda: o PCdoB rapidamente colocou no ar, via tv, campanha falando da sua atuação histórica e muito blablablá…

    Tudo para amenizar mais essa vergonha nacional protagonizado por comunistas que, no fundo, no fundo, de comunista não tem nada, menos ainda, os velhos ideais.

    São uns aproveitadores do dinheiro público, como de resto, os usurpadores da hora.

  6. OSSOBUCO
    domingo, 23 de outubro de 2011 – 14:22 hs

    Velha imprensa: de porta-voz da ditadura a porta-vez de bandidos
    Agora virou moda. A velha imprensa porta-voz da ditadura, virou porta-voz de todos os picaretas que foram autuados pelo ministério do Esporte para devolver dinheiro público desviado, e se fazem de vítimas do “ministério”, com qualquer denúncia inventada sem qualquer prova, sem materialidade, só na lábia.

    Na hora que se exige provas, as únicas provas que existem são exatamente o contrário: é o ministério que tem provas contra os picaretas, através de relatórios comprovando irregularidades, fraudes, e cobrando a devolução do dinheiro público.

    Neste sábado, o ministério do Esporte teve que emitir 3 notas oficiais desmentindo os 3 principais jornalões e a revista Veja, cada um com uma denúncia fraca, ou só na lábia, ou com sinais invertidos (interpretando provas de honestidade como se fosse desonestidade).

  7. OSSOBUCO
    domingo, 23 de outubro de 2011 – 14:33 hs

    A velha mídia não está mais sendo só oposição, ela desandou a governar. Agora determina quem deve permanecer ministro e quem eles não querem. Por razões escusas, sabe-se lá quais, a mídia escolhe quem deve cair.

    Nós elegemos a presidenta Dilma Rousseff para governar o país. Ela é a mandatária, é a chefe máxima da Nação. Nós não elegemos o Civita, o Frias, os Mesquitas ou os Marinhos para governar o país.

    A presidenta Dilma e seus aliados têm que tomar providências urgentes para reagir contra a tomada do poder pela mídia e seus aliados políticos do PSDB/DEM/PPS, jornalistas e políticos sem escrúpulo, safados e abestalhados.

  8. CAÇADOR DE PETISTAS
    domingo, 23 de outubro de 2011 – 16:42 hs

    OSSOBURRO.

    Por favor, tenha vergonha na carfa e pare de ser donivente com as roubalheiras do PT.

    Lula, e PT, câncer do Brasil.

  9. MORALIDADE JA
    domingo, 23 de outubro de 2011 – 22:38 hs

    ESTE POVO O PCDOB FAZEM LENIN SE ENVERGONHAR

  10. OSSOBUCO
    segunda-feira, 24 de outubro de 2011 – 16:01 hs

    caçador, veja se cresce e aprenda a ler, a veja é fplhetim tucano, só idiotizado acredita, sai fora pangaré.

Deixe seu comentário:

Campos obrigatórios estão marcados com *

*

*