Marcelo Tas abre o jogo: "Se você faz uma coisa que agride alguém, chegou no limite" | Fábio Campana

Marcelo Tas abre o jogo: “Se você faz uma coisa que agride alguém, chegou no limite”

Do IG

Até então em silêncio sobre a última polêmica do programa CQC, Marcelo Tas deu sua opinião sobre o episódio que culminou com o afastamento de Rafinha Bastos do programa da Band.

“O politicamente correto é uma peste que veio para infernizar a vida dos seres humanos, sou totalmente contra. O humor tem que ser engraçado. Agora, se você faz uma coisa que agride alguém e não é engraçado, aí para mim você chegou no limite”, disse. E depois suavizou a polêmica. “Isso não é nada grave para ser debatido como a coisa mais séria do mundo”, continuou.

Na edição do programa CQC, da Band, que foi ao ar no dia 26 de setembro, Marcelo Tas comentou que achava Wanessa Camargo “uma gracinha” grávida. Rafinha Bastos, seu colega de bancada, disse que “comeria ela e o bebê”. O comentário gerou revolta nas redes sociais, as mesmas que alçaram o programa à categoria de atração do momento. Rafinha foi suspenso e substituído por Monica Iozzi.


12 comentários

  1. Louise
    segunda-feira, 10 de outubro de 2011 – 18:36 hs

    Pronto, ele falou tudo nessa frase: O humor tem que ser engraçado. E Rafinha Bastos não é engraçado, é grosseiro, cruel e tem uma necessidade esquisita de aparecer o tempo todo, meio patológico.

  2. segunda-feira, 10 de outubro de 2011 – 18:55 hs

    Esse Rafinha Bastos é humrista de araque.
    Apenas um tolo que faz qualquer burrice pra aparecer.
    DEve ser eliminado da TV. É um bobalhão.

  3. Zangado
    segunda-feira, 10 de outubro de 2011 – 20:53 hs

    O humor do CQC – como sempre acontece nas ideías transportadas de fora para o Brasil – extrapolou o bom senso, saiu fora da galhofa típica nacional para cair no mau-gosto e na ofensa.

    Deram muita corda aos tais “humoristas”, e Marcelo Tas tem culpa nesse cartório.

    A indigência intelectual e moral nunca deixa de afetar o ambiente cultural neste país sem fundamento básico de civilidade.

  4. segunda-feira, 10 de outubro de 2011 – 21:00 hs

    VOU RETIFICAR AQUI O MEU COMENTÁRIO..( SE QUEREM DIVULGAR OU NÃO TUDO BEM) ESSE CARA TEM QUE RESPONDER Á UMA GRANDE DIFAMAÇÃO..CALUNIA..E ATENTADO AO PUDOR;;;( PEDÓFILO0 CANA NELE……………..CADEIA………….

  5. Escritor
    segunda-feira, 10 de outubro de 2011 – 22:17 hs

    Eu ja devo ter loido uns 50 textos falando sobre esse maluco do Rafinha Bastos em quase todos os veículos de comunicação impressa e digital do país. Dessa vez, não entrarei no mérito de quão estúpudo ele é, mas de quão estúpido eu sou – por ter perdido o meu tempo lendo a todos esses textos absolutamente inúteis!!!!!

  6. O Povo
    segunda-feira, 10 de outubro de 2011 – 23:03 hs

    Humorista tem que ser engraçado, quando não tem graça e seus comentários são fora de propósito, melhor rever seus conceitos e redirecionar sua carreira artística….

  7. Pedrão
    segunda-feira, 10 de outubro de 2011 – 23:24 hs

    Mas esse Marcelo é outro chato e, agressivo. Humor sem agressão, Marcelo tas com os dias contados no CQC!

  8. Kacetada
    terça-feira, 11 de outubro de 2011 – 8:51 hs

    Esse programa é uma M…

  9. JULIO CESAR DE SISTI
    terça-feira, 11 de outubro de 2011 – 11:35 hs

    Rafinha exagerou e pior, não teve a humildade de reconhecer que errou e se desculpar!!! O cara virou astro e tá se achando…vai se dar mal!!!

  10. Anônimo
    terça-feira, 11 de outubro de 2011 – 17:03 hs

    rafael bastos é um comediante sim, porém sua infantilidade se fez presente a partir do comentário ifâme a respeito da cantora Vanesa, mas, não é o fim do mundo, afinal ele é um elemento neutro da adição, melhor passar a régua, mesmo porque as pessoas que fazem mal as outras são fatalmente castigadas, é melhor ele orar bastante e pedir perdão a Deus!.

  11. audelina
    terça-feira, 11 de outubro de 2011 – 17:04 hs

    rafael bastos é um comediante sim, porém sua infantilidade se fez presente a partir do comentário ifâme a respeito da cantora Vanesa, mas, não é o fim do mundo, afinal ele é um elemento neutro da adição, melhor passar a régua, mesmo porque as pessoas que fazem mal as outras são fatalmente castigadas, é melhor ele orar bastante e pedir perdão a Deus!.

  12. EDUARDO CORDEIRO
    terça-feira, 11 de outubro de 2011 – 20:24 hs

    UM CARA SEM VERGONHA, QUE DIZ QUE COMERIA UM BEBÊ ,SÓ PODE SER UM PEDÓFILO. CABE A POLÍCIA E AO MP IR MAIS A FUNDO.

Deixe seu comentário:

Campos obrigatórios estão marcados com *

*

*