Agora José Dirceu sai em defesa de Haddad no caso das fraudes do ENEM | Fábio Campana

Agora José Dirceu sai em defesa de Haddad no caso das fraudes do ENEM

Por Raphael Di Cunto do Valor

O ex-ministro chefe da Casa Civil José Dirceu (PT), demitido no escândalo do mensalão, minimizou as críticas contra o ministro da Educação, Fernando Haddad (PT), pelo vazamento de questões do Exame Nacional do Ensino Médio (Enem). “O MEC e o ministro não podem e nem devem ser responsabilizados por fraudes ou tentativas de fraude”, escreveu o petista em seu blog.

Para Dirceu, o assunto não pode ganhar as páginas de política – Haddad é pré-candidato à Prefeitura de São Paulo e tem a candidatura criticada pelo novo problema no Enem, que já teve outros casos de vazamento em 2009 e 2010. “Trata-se de um assunto que deve ser cuidado como questão de polícia. E assim resolvido, nada mais”, disse o petista no blog.


7 comentários

  1. antonio francisco da silva
    sábado, 29 de outubro de 2011 – 18:36 hs

    sinceramente ainda não entendi porque grande parte das elites representada por parte da midia são contra o ENEN oque tem ME com a pouca vergonha de alguns individuos de uma escola particular de fortaleza.Foram milhões de alunos que fizeram o exame não podem ser prejudicados por causa de meia duzia de gatos pingados do ceara.

  2. PK
    sábado, 29 de outubro de 2011 – 21:46 hs

    SE EXISTE DEFESA, ESTA CABE AOS ALUNOS! ESSE DEVE ESTAR ESCONDENDO ALGUM GATO DEBAIXO DO PALETÓ. MAIS OU MAIS TARDE VAI TARDE VAI APARECER O CABEÇÃO.

  3. OSSOBUCO
    sábado, 29 de outubro de 2011 – 23:40 hs

    Manifestantes ocupam editora Abril para protestar contra jornalismo de esgoto da revista Veja.

    Ativistas do Anonymous entram no prédio da editora Abril e protestam contra a “Veja”

    Cerca de 50 manifestantes dos movimentos Anonymous e Ocupa Sampa entraram por volta de 18h desta sexta-feira (28) no prédio da Editora Abril, na zona oeste de São Paulo, para protestar contra a revista “Veja”, que na edição do último sábado (22) estampou na capa a máscara símbolo do Anonymous para ilustrar uma reportagem sobre combate à corrupção.

    Segundo Rafael Vilanova, 25, que participa do protesto, os Anonymous não querem ver a imagem do grupo ligada à revista. “Repudiamos a capa da ‘Veja’, que usurpou a verdade e manipulou nossa mensagem, nossa ideia”. A imagem usada pela revista é a máscara branca, com cavanhaque preto, que representa o soldado inglês Guy Fawkes e foi usada na série em quadrinhos “V de Vingança”, de Alan Moore.

    No protesto, os ativistas –entre eles malabaristas e artistas circenses– exibiram cartazes contra a revista, com os dizeres “A Veja não me representa” e “Chega de mentiras”. Eles exigiram que a revista publique, na próxima edição, uma carta do grupo.

    A reportagem está tentando localizar representantes da revista.

  4. Zangado
    domingo, 30 de outubro de 2011 – 0:48 hs

    Esse pulha defende a tese de da irresponsabilidade dos responsáveis, só pode fazê-lo que deu exemplo disso. Se fosse a primeira vez, mas o ENEM já está se notabilizando pelo vazamento de questões e o ministro vem com desculpas em vez de resolver o problema. Depois disso receber apoio de Zé Dirceu é comprometer-se ainda mais na irresponsabilidade.

  5. Ruy de Godoy
    domingo, 30 de outubro de 2011 – 8:25 hs

    É, mas que foi fraudado, isto foi!

  6. Parreiras Rodrigues
    domingo, 30 de outubro de 2011 – 13:18 hs

    E eu não entendo como um ministro incapaz de conduzir um Enem com segurança, pretende governar SP.

  7. Ocimar
    domingo, 30 de outubro de 2011 – 19:44 hs

    ESPERAR O QUE,DA CORJA DO pt.

Deixe seu comentário:

Campos obrigatórios estão marcados com *

*

*