Filho de Bibinho deve ser levado a júri popular | Fábio Campana

Filho de Bibinho deve ser levado a júri popular

Da Joice Hasselmann – O empresário Eduardo Abib Miguel, filho do ex-diretor geral da Assembleia Legislativa do Paraná, Abib Miguel, o Bibinho, deve ser levado a júri popular em Curitiba. A decisão é da juíza Cristine Lopes, da Vara Privativa do Tribunal do Júri, que entendeu o caso como de homicídio simples e lesão corporal e não qualificado como ele havia sido denunciado inicialmente.

No dia 7 de dezembro de 2009 Eduardo Abib Miguel dirigia uma Pajero pela rua Francisco Rocha e, no cruzamento com a Avenida Batel, colidiu em um veiculo onde estavam cinco pessoas. Quatro morreram na hora. No despacho a juíza afirma que há indícios suficientes para que ele seja julgado, como testemunhas, a constatação dos policiais de que ele apresentava sinais de embriagues, o que foi confirmado por laudo técnico e o excesso de velocidade. Eduardo Abib Miguel trafegava a 117 quilômetros por hora. Ainda não há data marcada para o julgamento.


4 comentários

  1. tony
    sábado, 8 de outubro de 2011 – 17:07 hs

    Mas como isto foi acontecer? Já acabou a grana da família ? O advogado do Bibinho filho não é o mesmo do Carli Filho, que só faltou pedir ao juiz que os assassinados pelo Carli fossem a julgamento no lugar dele. ACarlos

  2. PARANA NETO
    sábado, 8 de outubro de 2011 – 19:53 hs

    CADEIA NESTE IRRESPONSÁVEL ASSASSINO!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!

    CADEIA!!!!!!!!!!!!!!!!!!!..PARABÉNS DOUTORA….AINDA TEMOS JUIZES QUE NÃO ACEITAM AS MALAS DE DINHEIRO!!!!!!!!!!!!!

    PN.-

  3. M.A.S
    sábado, 8 de outubro de 2011 – 23:05 hs

    NÃO SE SABE QUEM É MAIS NOCIVO.
    SE PAI OU FILHO.
    NA REAL UMA FAMÍLIA QUEBRADA EM PEDAÇOS POR CAUSA DA FALDA MODÉSTIA.
    PAI LADRÃO E FILHO BÊBADO.
    TEM COISA PIOR!!!!!!!

  4. Maurício Duarte
    domingo, 9 de outubro de 2011 – 9:59 hs

    SE FOR CASO DE GENÉTICA, TAMBÉM SOFRE DE DISTURBIO PSICOLÓGICO, COMO SEU PAI O VULGO BIBINHO
    E ASSIM RECEBERÁ O PERDÃO.

Deixe seu comentário:

Campos obrigatórios estão marcados com *

*

*