Dilma ordena auditoria informal no ministério | Fábio Campana

Dilma ordena auditoria informal no ministério

Natuza Nery, da Folha de S. Paulo

A presidente Dilma Rousseff vai acompanhar pelos próximos dias a situação do ministro do Esporte, Orlando Silva.
A Folha apurou que, por determinação do Planalto, a Controladoria-Geral da União vai fazer uma varredura nas ações e contratos da pasta que foram alvo de denúncias para embasar a decisão do Planalto.

A presidente reuniu por mais de duas horas sua equipe no Palácio do Alvorada ontem à noite assim que chegou da África.

Os ministros presentes fizeram um diagnóstico pessimista do noticiário. Mesmo assim, o governo quer identificar ele próprio a situação no ministério e checar se há esquemas de corrupção na pasta.


Um comentário

  1. Ernesto
    sexta-feira, 21 de outubro de 2011 – 15:19 hs

    Mensalão do Geraldo Alckmin ganha notinha no jornal dos tucanos

    Para se referir ao ministro dos esportes Orlando Silva, jornal Folha de São Paulo dessa manhã, publicou várias manchetes de capa, com fonte grande e em negrito.Mas, quando se trata de notícia sobre o PSDB, o leitor que tiver boa visão, e procurar muito bem, encontrará em um cantinho da página do UoL, em letras miúdas a pesquena manchete sobre o “mensalão do Alckmin”.

    Bem escondido, para não chamar atenção, como o meu querido leitor pode ler na foto.Mas, não se anuime para ler. A nota é apenas para quem assina o jormal

    O governo de São Paulo liberou R$ 150 mil para a empresa de um assessor do secretário de Desenvolvimento Metropolitano do Estado, Edson Aparecido (PSDB).Aparecido é braço direito e um dos principais articuladores políticos do governador Geraldo Alckmin (PSDB).

    Luiz Antonio Pereira de Carvalho, também filiado ao PSDB, foi exonerado do cargo. A demissão foi publicada ontem no “Diário Oficial”, um dia depois de a Folha pedir explicações à secretaria.

Deixe seu comentário:

Campos obrigatórios estão marcados com *

*

*