Clientes são lesados por sites de compras coletivas em Curitiba | Fábio Campana

Clientes são lesados por sites de compras coletivas em Curitiba

Do G1 PR

Um engenheiro e um advogado foram lesados após comprar um pacote de viagens em um site de compras coletivas, em Curitiba. Eles compraram pacotes de viagens internacionais com descontos de 50%, efetuaram o pagamento e não conseguiram desfrutar dos benefícios porque não receberam os vouchers. Mesmo depois reclamar junto aos órgãos defesa do consumidor, os dois ainda não conseguiram recuperar o dinheiro.

O engenheiro Maurício Guimarães pagou R$ 6,6 mil por sete dias pela Europa e precisou abrir um boletim de ocorrência na delegacia de crimes contra a economia e proteção ao consumidor. “Eles pegaram o meu dinheiro, me venderam uma fantasia e ficaram me induzindo ao erro dizendo que estava tudo certo e que era só eu aguardar em casa que ia chegar o voucher. Passei vergonha diante dos meus amigos e da família e fiquei indignado por não conseguir resgatar o dinheiro de uma maneira mais direta”, conta Guimarães.

O advogado Anderson Lovato também iria viajar para a Europa. Ele comprou dois pacotes para ir com a esposa mas também não conseguiu realizar a viagem. “Depois que percebi que ninguém me atendia por telefone, eu resolvi pesquisar pra saber se outras pessoas tinham sido lesadas pela empresa. Foi quando descobri que sete mil pessoas estavam insatisfeitas com o serviço. Como eu tinha documentado tudo, fiz uma reclamação junto ao Ministério Público Estadual”, explicou o advogado.

O promotor de Defesa do Consumidor Maximiliano Deliberador disse que vai investigar os casos. “Tanto o site quanto a própria pessoa que vendeu o produto serão investigados. O código de defesa do consumido trata isso como responsabilidade solidária, quando todos respondem de maneira igual”, completa.


16 comentários

  1. Thiago Medeiros
    segunda-feira, 17 de outubro de 2011 – 18:24 hs

    Quer moleza? Senta no pudim!

  2. CAIÇARA
    segunda-feira, 17 de outubro de 2011 – 18:31 hs

    o Dr………………………., faça-me um favor…………………….50% de desconto

    e voce nem desconfiou……………que nem disse o colega aí de cima……….

    que moleza, senta no pudim…………………….ha…ha……ha……ha………………

  3. paulo
    segunda-feira, 17 de outubro de 2011 – 18:59 hs

    POR QUE PRETEGER AS QUADRILHAS?]
    POR QUE VC NÃO DÁ NOME AOS BOIS???

  4. Antonina
    segunda-feira, 17 de outubro de 2011 – 19:02 hs

    Ué, não são advogados? uhauhauhauha

  5. Paula Partz
    segunda-feira, 17 de outubro de 2011 – 19:29 hs

    Eu discordo c vcs, Thiago e Caiçara. Quem deve ser punido é a empresa, o site e não o consumidor. Estes sites de compra coletiva vendem produtos e serviços a preço baixo, mas em troca ganham mídia e dependendo da qualidade a fidelização do cliente.
    As denuncias devem ser levadas a serio pq assim como tem empresas corruptas, há as honestas e quem vai sair prejudicado, além do cliente, são essas.

    Agora, é claro, se vcs estão acostumados a se ferrar, que fazer?

  6. segunda-feira, 17 de outubro de 2011 – 19:39 hs

    Compras on line com o walmart tambem nao entregam .

    Faz 1 ano que estou tentando receber o produto comprado e pago , sem sucesso .

  7. segunda-feira, 17 de outubro de 2011 – 20:25 hs

    EU SOU UMA PESSOA QUE NÃO CONFIA EM NINGUEM..MUITO MRNOS EM COMPRA POR INTERNET..JAMAIS….MEU PAI ( UM ITALIANO DA CEPA ) DIZIA FILHO NUNCA ASSINE NADA SEM SABER,,,NEM CONVITE PRA ENTERRO ,,DEPOIS VOÇE VAI NA MISSA DE SÉTIMO DIA;;;;;;;;;;;;;;;;;;;;;;;;;;;;;;;;;;;;;;;;;;;;;;;;;;;;;;;;

  8. jaferrer
    segunda-feira, 17 de outubro de 2011 – 22:16 hs

    Os sites de compras coletivas são geralmente seguros, pois tem interesse em vender em maior volume e só ganham se transmitem confiança aos clientes. No entanto, como em todo negócio, é preciso ficar atento aos aproveitadores que usam esta ferramenta para lesar o consumidor. Seria interessante e salutar colocar o nome do site que enganou estas pessoas.

  9. terça-feira, 18 de outubro de 2011 – 10:05 hs

    Estou com um problema com o site do Groupon desde o mês de março e tive que apelar para meios jurídicos. Fiz compra de uma viagem e devido às chuvas não pude viajar e o local não se dispôs a agendar uma nova data; cancelei e o Groupon confirmou que me devolveria o dinheiro. Até hoje..eles informam que depositaram em um número de cartão de crédito que não é o meu. E não há ninguém para explicar só via e-mail e eles me dizem que já fizeram o estorno e não é mais com eles, para eu verificar com a operadora DE CARTÃO, A QUAL JÁ ME RESPONDEU QUE NO MEU CARTÃO NÃO HOUVE O ESTORNO E o Groupon NÃO ME RESPONDE MAIS.

  10. Milton
    terça-feira, 18 de outubro de 2011 – 10:05 hs

    E o nome das empresas?

  11. clemar
    terça-feira, 18 de outubro de 2011 – 12:13 hs

    É pena que o blogueiro aja como a maioria dos demais órgãos de imprensa.Quando é figurão ou a banca é forte omite o nome das partes.Lamentável

  12. Valddecir Balduino
    terça-feira, 18 de outubro de 2011 – 12:25 hs

    Prezado Pedro Girardi, com esse seu portugues, é melhor não assinar nada mesmo hein?

  13. Valddecir Balduino
    terça-feira, 18 de outubro de 2011 – 12:28 hs

    Milton é isso ai, queremos saber…. E o nome das Empresas? não adianta dar notícia pele metade. Pô Fábio Campana se liga né?

  14. JULIO CESAR DE SISTI
    terça-feira, 18 de outubro de 2011 – 12:52 hs

    Tá e eu volto a levantar aqui uma questão que está se tornando recorrente: QUAL O NOME DO SITE??? A POPULAÇÃO TEM SABER PARA NÃO ENTRAR NUMA FRIA!!! NÃO ENTENDO ESSA MANIA DE SE DAR A NOTÍCIA PELA METADE!!! NINGUÉM TEM COMPROMETIMENTO COM O LEITOR!!! SE NÃO QUER DAR A NOTÍCIA COMPLETA PARA NÃO SE COMPROMETER, ENTÃO NÃO A DÊ!!!

  15. donapink
    terça-feira, 18 de outubro de 2011 – 12:56 hs

    Tbem acho que devemos saber o nome…se for Groupon,depois de ler Regina Camargo,nunca mais…mas e os outros?

    Teremos que desconfiar de todos?

  16. segunda-feira, 24 de outubro de 2011 – 13:14 hs

    Gostaria de saber qual o site no qual as viagens foram compradas, acho que tal informação deve ser dita aos “quatro ventos”!

Deixe seu comentário:

Campos obrigatórios estão marcados com *

*

*