Carta para Izabel | Fábio Campana

Carta para Izabel

Izabel, perdi a… Perdi todas as mulheres de uma vez só! Fiz strike! Sou um gênio pelo avesso. E agora? Encho o saco do seu pai, encho o saco da analista, tomo remédios, sobrevivo apesar de ter perdido peso – a melhor dieta é uma desilusão amorosa! Ou uma decepção amorosa daquelas! De fazer o cara uivar! De ficar com ódio de ter nascido, com vontade de atear fogo às vestes, de tomar formicida com guaraná Caçula da Antartica – O SUICÍDIO NACIONAL POR EXCELÊNCIA!

Leia aqui o texto que Carlos Alberto Pessôa escreveu no final de junho. Motivado por vídeo enviado pela Izabel com entrevista do Woody Allen ao Jean Luc Godard. Izabel não é outra senão a Izabel Campana.


Um comentário

  1. domingo, 16 de outubro de 2011 – 11:36 hs

    GRANDE NEGO PESSOA…..UM ABRAÇO GIGANTE PRA VOÇE…PEDRINHO ( EX POTE CHPP ) ONDE TIVE O ORGULHO DE SERVIR Á SOCIEDADE CURITIBANA E PARANAENSE POR 35 ANOS.

Deixe seu comentário:

Campos obrigatórios estão marcados com *

*

*