Bancários fazem assembleia e buscam fortalecer a greve | Fábio Campana

Bancários fazem assembleia e buscam fortalecer a greve

Da Agência Brasil

O Sindicato dos Bancários de Curitiba e Região promoveu assembleia, no início da noite de ontem (10), para garantir o fortalecimento da greve da categoria. A mobilização mantém 696 agências fechadas em todo o Paraná.

Em Curitiba e região, os bancários estão com 300 agências fechadas, sete a mais do que na última sexta-feira (7). O sindicato estima que 16,4 mil trabalhadores paranaenses estejam de braços cruzados neste 15º dia de paralisação.

Os trabalhadores reivindicam reajuste de 12,8% (aumento real de 5%, mais inflação do período), a valorização do piso, maior participação nos lucros e resultados, mais contratações, a extinção da rotatividade, o fim das metas abusivas, combate ao assédio moral, mais segurança, a igualdade de oportunidades, melhoria do atendimento aos clientes e a inclusão bancária sem precarização, entre outros itens.

O Comando Nacional dos Bancários, coordenado pela Confederação Nacional dos Trabalhadores do Ramo Financeiro (Contraf), realiza hoje (11) assembleia em São Paulo para avaliar a greve.

A categoria pode ampliar o movimento caso a Federação Nacional dos Bancos (Fenaban) não apresente nova proposta. A Fenaban é o braço da Federação Brasileira dos Bancos (Febraban) dedicado às negociações trabalhistas.


5 comentários

  1. Revoltado
    terça-feira, 11 de outubro de 2011 – 10:13 hs

    A solução para os bancos seria substituir os que não querem trabalhar (grevistas) por trabalhadores que querem trabalhar.
    A solução para os que precisam ter conta em Banco seria migrarem para o Sicredi que não faz greve pois os colaboradores do Banco valorizam os correntistas e por isso não fazem greve.

  2. Antonio Justo
    terça-feira, 11 de outubro de 2011 – 11:23 hs

    Pois é o Bradesco ta funcionando com liminar, como é que pode alguem consceder essa liminar…..Isso é Brasil depois dizem que é a politica que é suja.

  3. VLemainski -Cascavel-PR
    terça-feira, 11 de outubro de 2011 – 12:26 hs

    O “Jegue de Tróia” conseguiu implantar em nosso país uma republiqueta sindical… Fazer greve é mais fácil do que trocar de cuecas… Eta nóis…

  4. tony
    terça-feira, 11 de outubro de 2011 – 19:20 hs

    Indignado lamenta: a greve dos bancários é um verdadeiro tiro no pé, porque os únicos prejudicados são os mais simples, os menos educados, os mais pobres. Eu não fui prejudicado, e sou correntista do BB, mas quantos são como eu? Nem todos tem a mesma sorte, e estão sofrendo por causa deste desvario dos bancários. Acabem com a greve, que só ajuda os próprios bancos e os seus donos.

  5. Ocimar
    quarta-feira, 12 de outubro de 2011 – 9:25 hs

    Que tal essa corja pegar em um cabo de picareta em dia de sol por um salário minimo,assim talvez eles valorizariam os polpudos vencimentos que recebem todo mês pagos por nós os grandes prejudicados.

Deixe seu comentário:

Campos obrigatórios estão marcados com *

*

*