Avó entrega neto recém-nascido a hospital como bebê abandonado | Fábio Campana

Avó entrega neto recém-nascido a hospital como bebê abandonado

Mulher foi até o hospital de Rio Azul (PR) na tarde de domingo (2). PM e Conselho Tutelar descobriram que a filha dela havia dado à luz.

Ariane Ducati do G1 PR

Uma mulher tentou entregar o neto recém-nascido como criança abandonada na tarde de domingo (2) no Hospital de Rio Azul, a 188 km de Curitiba. Segundo o Conselho Tutelar do município, a avó chegou ao hospital por volta das 16h e disse que teria encontrado o bebê em um matagal, próximo a casa dela. Ela contou que ouviu latidos de cachorros e foi conferir o que era, quando encontrou a criança.

A Polícia Militar e o Conselho Tutelar foram chamados para investigar o caso e acompanharam a mulher até a casa dela. No local, a filha de 18 anos informou que não sabia nada do bebê. Mas depois da polícia e dos conselheiros encontrarem vestígios de sangue no banheiro, a jovem confirmou que ela era a mãe do recém-nascido.

De acordo com a conselheira tutelar Cleusa Martins Cardoso, a garota teria dado à luz sozinha, em um matagal nas proximidades da casa dela, na localidade de Pinhalzinho, cidade vizinha de Rio Azul, e abandonou o recém-nascido no local. “Ainda no domingo ela foi encaminhada para receber atendimento médico no Hospital de Rio Azul”, relatou Cardoso.

Na manhã desta segunda-feira (3), o hospital informou ao G1 que a jovem continua internada e não corre risco de morte. Segundo o Conselho Tutelar, o bebê recém-nascido é um menino, pesa 3,5 kg e passa bem.

A adolescente contou para o Conselho Tutelar que abandonou o bebê por medo da mãe. O caso deve ser apurado pelo Ministério Público e as duas mulheres podem responder por abandono de incapaz. De acordo com a Polícia Militar, a avó ainda pode ser indiciada por falsa comunicação de crime.


Um comentário

  1. aiiiiiiiiiiiiiiiaiiiiiiiiiiiii
    terça-feira, 4 de outubro de 2011 – 8:20 hs

    e o salario o ne aquela micharia

Deixe seu comentário:

Campos obrigatórios estão marcados com *

*

*