PT encerra congresso e defende financiamento público de campanhas | Fábio Campana

PT encerra congresso e defende financiamento público de campanhas

O PT convocou a militância do partido para um trabalho de convencimento dos parlamentares, em geral, da necessidade de uma reforma política que inclua o voto em lista, com indicação prévia dos candidatos, e o financiamento de campanha com recursos públicos.

De acordo com a resolução política extraída do 4º Congresso Nacional do PT, que terminou neste domingo, o objetivo é acabar com o financiamento privado em campanhas políticas e com suas “nefastas consequências”. Com o financiamento público, o PT acredita que haverá melhor correlação de forças políticas nas eleições e, consequentemente, “consolidação da hegemonia” do partido no país.

A meta do PT para as eleições municipais do ano que vem é fazer o maior número possível de prefeitos e vereadores, embora admita coligações com os partidos da base de apoio ao governo federal. Para tanto, o Partido dos Trabalhadores reaviva algumas de suas tradicionais bandeiras, como a redução da jornada de trabalho, sem redução do salário, e o combate ao trabalho escravo.

A longa resolução política divulgada hoje inclui, em 24 páginas, comentários sobre o governo do ex-presidente Luiz Inácio Lula da Silva e análises sobre as dificuldades econômicas e financeiras no Brasil e no mundo e defende apoio incondicional à presidenta Dilma Rousseff.

O PT defende ainda a luta por um sistema de saúde público, universal e de qualidade, que possa contar com novas fontes de financiamento, e a luta pela universalização e ampliação da educação, da creche e da pós-graduação, com destaque para o fortalecimento da educação pública em todos os níveis.


5 comentários

  1. Deutsch
    domingo, 4 de setembro de 2011 – 22:49 hs

    a única coisa que esse partifdo de ladrões almeja é se apoderar de mais dinheiro público. Não querem nem saber se o financiamento público das campanhas vai trazer algum benefício para o sistema eleitoral, o que eles contam mesmo é com a possibilidad de desviar mais dinheiro do povo. Isso é o PT.

  2. Tic Tac
    domingo, 4 de setembro de 2011 – 23:22 hs

    Pois é, PT declara em público de que nõ aceita ter financiamento privado….mas…continuarão metendo a mão nosso dinheiro e DUVIDO que não aceite ajuda das empresas privadas. O PT ataca de todos os lados e viva o capitalismo PTista!

  3. Vigilante do Portão
    segunda-feira, 5 de setembro de 2011 – 7:31 hs

    Já não é assim?

    O dinheiro das campanhas é público.
    De uma forma ou de outra.
    KKKK

  4. Parreiras Rodrigues
    segunda-feira, 5 de setembro de 2011 – 11:02 hs

    Em retomar as bandeiras da ética, da transparência e da anti-corrupção, nenhuma palavra?

  5. Rafael Opss
    segunda-feira, 5 de setembro de 2011 – 13:43 hs

    Palhaçada! Trabalhar 148 dias do ano p/ pagar impostos e ver o dinheiro de seus impostos indo p/ o ralo em campanhas eleitorais, ver seu dinheiro sendo usado na compra de votos… acorda Brasil…

Deixe seu comentário:

Campos obrigatórios estão marcados com *

*

*