Petistas ampliam política de alianças e miram PMDB e PSD | Fábio Campana

Petistas ampliam política de alianças e miram PMDB e PSD

O 4º Congresso do PT decidiu ampliar o leque de alianças do partido para as eleições municipais de 2012. Os petistas barraram uma proposta que previa dar prioridade a chapas com legendas de centro-esquerda.

Com isso, foi aberto caminho para a formação de alianças com o PMDB do vice-presidente Michel Temer e o PSD, que está sendo criado pelo prefeito de São Paulo, Gilberto Kassab (ex-DEM).

Os petistas só vetaram coligações com três partidos que fazem oposição ao governo federal: PSDB, PPS e DEM.

A cúpula petista impediu uma votação sobre as alianças com o PSD, que reúne dissidentes da oposição, com o argumento de que a sigla ainda não existe formalmente.

O presidente do PT, Rui Falcão, defendeu internamente a aproximação com a nova legenda, mas disse em entrevista que os petistas não se aliarão a Kassab na capital paulista.

“Não se confunda isso [a aproximação com o PSD] com o governo Kassab em São Paulo, ao qual nós fazemos oposição. Vamos disputar com ele”, afirmou.


2 comentários

  1. Vigilante do Portão
    segunda-feira, 5 de setembro de 2011 – 7:44 hs

    Claro,

    Vamos criar mais uns 5 ministérios e algumas estatais e abrigar mais aliados.

    É forma PT de governar.

  2. Carlos Toledo
    segunda-feira, 5 de setembro de 2011 – 14:59 hs

    Que Saudade de Leonel Brizola, vejam não tem ninguém para enfrentar nas disputa com o PT a nível nacional que ja na largada do PSD eles do PT quer abater já o ninho de cobras.

Deixe seu comentário:

Campos obrigatórios estão marcados com *

*

*