O samba do ucraniano doido | Fábio Campana

O samba do ucraniano doido

“Sociedade secreta. Você só entra com um convite. Informal, claro. Não que seja uma regra. Mas é assim que funciona no BarBaran. Um bar aonde um amigo te leva. Você leva outro amigo. Assim vai. A falta de sinalização contribui -para o sucesso do sistema. Não é impedimento para os curiosos que passam pela rua e se deparam com uma fila. O destino é um corredor ao ar livre que conduz ao bar da Sociedade Ucraniana. Fui iniciada em uma quinta-feira. Há um ano. Nunca mais parei.”

A descrição acima é feita por Thais Kaniak, repórter que bate carteirinha no bar onde o samba bem brasileiro se mistura com a tradição e culinária ucraniana.

Confira o universo do BarBaran na Revista Ideias. Com fotos de Eduardo Reinehr.


Deixe seu comentário:

Campos obrigatórios estão marcados com *

*

*