No MP, contrato em que Requião liberou pedágio de fazer duplicação | Fábio Campana

No MP, contrato em que Requião liberou pedágio de fazer duplicação

O senador Roberto Requião esbraveja via twitter. Faz ameaças aos que divulgam as verdades sobre seu governo de falácias. Disse: “Jamais dei folga para a exploração do pedágio” e acrescentou que processaria todos que disserem o contrário.

Pois bem, contra fatos não há argumentos. O Ministério Público do Paraná detém cópia do contrato entre o Governo do Estado, à época comandado por Requião, e a concessionária Rodovia das Cataratas. O documento, cujas cópias circulam pela Assembleia, prova que Requião articulou o seguinte acordo: Em troca de a concessionária abrir mão de um reajuste previsto em contrato, o governo se dispôs a fazer concessões. Entre elas, as obras de duplicação da BR 277.

No Leia Mais, veja cópia do referido contrato com grifos nas cláusulas em questão.

Contrato página 1

Contrato página 2

Contrato página 3


2 comentários

  1. Marcia da Silva
    terça-feira, 20 de setembro de 2011 – 18:54 hs

    Demorou mais a verdade esta vindo a tona.

    Pode enganar-se a todos por algum tempo!
    Pode enganar-se alguns o tempo todo!

    Mas não se pode enganar a todos o tempo todo. (Abraham Lincoln)

  2. kadu
    quarta-feira, 21 de setembro de 2011 – 10:07 hs

    Caiu a máscara do canastrão.

Deixe seu comentário:

Campos obrigatórios estão marcados com *

*

*