Mazza fala sobre o bullying curitibano | Fábio Campana

Mazza fala sobre o bullying curitibano

Luiz Geraldo Mazza fala sobre os tipos populares da cidade, que desmistificam os clichês de que curitibanos são introvertidos e apáticos.

“Essas pessoas projetavam as intenções dos mais contidos, razão pela qual eram estimuladas para a ruptura com a ordem. Faziam bullying”, conta Mazza que atesta que hoje o derradeiro tipo das ruas é o Oil Man. “Esse não faz bullying, mas é alvo, tanto que lhe roubaram a bicicleta”.

Leia aqui o que só a Ideias traz para você.


Deixe seu comentário:

Campos obrigatórios estão marcados com *

*

*