Brasil quer ganhar US$ 10 bilhões por ano vendendo armas no exterior | Fábio Campana

Brasil quer ganhar US$ 10 bilhões por ano vendendo armas no exterior

Do Blog Caixa Zero

O Brasil pretende aumentar de US$ 1 bilhão para US$ 10 bilhões as suas exportações de armamentos e equipamentos bélicos. A declaração foi dada pelo presidente da Associação Brasileira das Indústrias de Materiais de Defesa e Segurança (Abimde), Orlando José Ferreira Neto.

Isso foi dito depois que Dilma anunciou um corte de impostos para a indústria de defesa no país. A ideia é fazer a multiplicação por dez ocorrerá em 12 anos, até 2023.

Vender armas faz parte de uma economia de mercado — embora não seja o jeito mais saudável de se ganhar dinheiro.

Mas resta saber se o país vai tomar certos cuidados que até agora não têm entrado na lista de preocupações do Itamaraty. Como deixar de vender armas para ditadores e governos que massacram suas populações civis.

Em tempos recentes, por exemplo, o governo de Sri Lanka e provavelmente o da Líbia mataram civis em guerras internas usando armamento vendido pelo Brasil.


8 comentários

  1. @lestauriobaldo
    sexta-feira, 30 de setembro de 2011 – 17:42 hs

    Armas foram feitas para matar, não importa se são vendidas a uma democracia ou ditadura, o produto final é a morte.

  2. Questionador
    sexta-feira, 30 de setembro de 2011 – 17:53 hs

    -Sinceramente como será usada uma arma para quem a compra, não é problema para quem vendeu…pois é o mesmo pensamento analógico com relação à bebida e álcool(pois são produtos legais à venda),sendo maléficos à saúde, quem compra pode usar ou não, prevalecendo o livre-arbítreo de cada um.
    -O Brasil sendo acusado por vender armas que mataram pessoas vítimas de guerras internas e massacres em outros países…e quanto aos americanos, israelenses ninguém comenta nada!!!

  3. VASCONCELOS
    sexta-feira, 30 de setembro de 2011 – 19:17 hs

    Ponto de vista divergem, daí o nome (…)
    Avião em 2 prédios, terrorismo …
    Bomba atômina em 2 cidades, não é terrorismo …

  4. tony
    sexta-feira, 30 de setembro de 2011 – 20:27 hs

    Indignado conclama: vamos desarmar o povo brasileiro e armar os povos estrangeiros. Assim é que se fala, faça o que eu digo, mas não faça o que eu quero fazer, desarmar a patuléia aqui de Pindorama.

  5. cidadão
    sexta-feira, 30 de setembro de 2011 – 22:14 hs

    Que grande bobagem esta de escolher para quem vender arma. O Brasil deve vender armar para quem quiser comprar, assim com fazem: os EUA, a Inglaterra, a França, a Russia, a Suécia, e todo o resto dos países produtores de armas.

  6. D`Artg
    sábado, 1 de outubro de 2011 – 10:45 hs

    ARMA MATA , MAS TB/ SALVA.Só depende da mão e cabeça de quem esta segurando.
    Obs:Tudo é arma= Faca, machado,foice,martelo,chave de fenda,pedaço de vidro,corda,pedra,pau,espeto,saco plástico etc..etc..
    quem quer matar não escolhe arma,simplesmente MATA…Mané.

  7. PK
    sábado, 1 de outubro de 2011 – 12:05 hs

    Va entender! A cabeça frustrada quem pensa que arma da proteção para alguem ou pais. Então não estamos em confronto com o desarmamento, ao combate do crime organizado, ou desorgonazado; Ja disse em outras oportunidades que educação e valores a vida é a maior riqueza que um governo pode dar a população de um pais. paz e amor. (bicho) é aqulo quem pensa ao contrario a vida!

  8. MIRO o proprio
    quinta-feira, 17 de novembro de 2011 – 17:43 hs

    dou todo apoio a vcs nos vamos comprar muitos nossa faccao ta pricisando de seguranca.

Deixe seu comentário:

Campos obrigatórios estão marcados com *

*

*