Bernardo responde a Veneri e grevistas dos Correios | Fábio Campana

Bernardo responde a Veneri e grevistas dos Correios

O ministro Paulo Bernardo deu um troco pesado aos grevistas dos Correios e também aos petistas, como o deputado Tadeu Veneri, que se manifestaram favoráveis ao movimento grevista. Bernardo divulgou nota em que critica a greve e afirma que os dias não trabalhados serão descontados dos salários. “Greve não é férias”, enfatizou.

O ministro insinuou que os grevistas e aqueles que os apoiam, como o deputado Veneri, podem estar servindo de laranjas para aqueles que pretendem a privatização dos Correios. “A greve por tempo indeterminado abre espaço para o crescimento de empresas concorrentes na área de despacho de cargas”, disse. “A concorrência naturalmente fica assanhada para ver se toma um pedaço do mercado”, prosseguiu. Em um recado direcionado aos festivos do PT que apoiam a greve, enfatizou: “É preciso responsabilidade por parte de todos no momento em que se procura reforçar e modernizar ainda mais os Correios”.


5 comentários

  1. leoncio
    terça-feira, 20 de setembro de 2011 – 12:16 hs

    Por que o ministro não negocia com o sindicato?
    Ele mesmo falou que a greve é lega!Se fizer uma proposta de aumento linear para todos os empregados, certamente a greve acaba.Não precisa ser como eles querem, mas pode ser uma valor próximo, pois quem faz a empresa lucrar não são os diretores, são os fncionários da atividade fim dos correios.

  2. Irado
    terça-feira, 20 de setembro de 2011 – 12:38 hs

    O deputado Veneri não somente apóia todas as greves dos Correios, com discurso na Assembleia, como também em caminhão de som do sindicato. Por que só agora o ministro demonstra irritação? Na verdade, o aparelhamento político imlementado por ele, visando conter as paralisações e fazer prefeitos no próximo ano não esta dando certo. A adesão ja bateu todos os recordes anteriores. Ou seja, o feitiço virou contra o feiticeiro.

  3. Sudoeste do Paraná
    terça-feira, 20 de setembro de 2011 – 15:21 hs

    Concordo com o Deputado em questão. Greve e direito constitucional. O serviço, da Empresa Brasileira de Correios e Telegrafos e digno e merece respeito.

  4. Fora casal 20!
    terça-feira, 20 de setembro de 2011 – 16:13 hs

    fora Diretoria do Correios DR_Paraná! fora IncomPTentes!

  5. Maneco
    terça-feira, 20 de setembro de 2011 – 16:45 hs

    Quem te viu que te vê, eu que trabalhei no bb nos idos de 1980 e 1990, me admiro muito do Paulo Bernardo ser contra qualquer tipo de greve, ele so fazia isto no Banco.

Deixe seu comentário:

Campos obrigatórios estão marcados com *

*

*