Aposentadoria parada | Fábio Campana

Aposentadoria parada

De Ricardo Marques de Medeiros da Gazeta do Povo

O mandado de segurança do senador Roberto Requião (PMDB), para recuperar o direito de receber a aposentadoria de R$ 24,1 mil como ex-governador, está parado há dois meses no Tribunal de Justiça do Paraná (TJ-PR). O caso deverá ser julgado pelo órgão especial e tem como relator o desembargador Antonio Loyola Vieira. Desde o dia 18 de julho, o processo está pronto para julgamento, segundo informações do site do TJ. Mas ainda não há previsão de quando ele poderá ser analisado. O governador Beto Richa (PSDB) anunciou o corte do benefício em março e em junho deixou de ser pago. Além de Requião, perderam o subsídio os ex-governadores Jaime Lerner, Orlando Pessutti e Mário Pereira.


Um comentário

  1. Zangado
    sábado, 24 de setembro de 2011 – 12:40 hs

    Dois meses solamente ?
    Os prazos nos Trubunal de Justiça devem ser contados em décadas !
    Só para assinar um acórdão de julgamento vai para mais de seis meses …
    Estão distribuindo recursos das Varas da Fazenda que subiram ao Tribunal no mes de maio … imagine quando serão julgados … e depois até ssinarem os acórdãos e publicarem …
    O deve ser tratado como qualquer cidadão que procura a Justiça ou não ?
    É devagar, é devagar,
    É devagar, é devagar, é devagarinho …
    Dá-lhe Martinho da Vila, você que formado advogado foi ser sambista, saravá !

Deixe seu comentário:

Campos obrigatórios estão marcados com *

*

*