Vanhoni inicia conversações com base aliada | Fábio Campana

Vanhoni inicia conversações com base aliada

O candidato a prefeito de Curitiba deputado federal Ângelo Vanhoni (PT) iniciou conversações com os partidos da base aliada para montar sua coligação. Já conversou com o presidente do PR de Curitiba o ex-deputado estadual Carlos Simões (PR). A próxima conversa é com o PSC do deputado federal Ratinho Jr (PSC).


8 comentários

  1. Borduna
    segunda-feira, 1 de agosto de 2011 – 15:49 hs

    PR é o partido do mesalão e do escândalo atual do DENIT. Carlos simões é aquele…. bem deixa pra lá. O PT começando bem.

  2. Prof Dimas
    segunda-feira, 1 de agosto de 2011 – 16:19 hs

    VAI TRABALHAR VANHONI. FICA LÁ EM BRASÍLIA.

  3. Champion Jack Dupree
    segunda-feira, 1 de agosto de 2011 – 16:47 hs

    “montar sua coligação”, está mais para montar um bando.

  4. Indignação
    segunda-feira, 1 de agosto de 2011 – 18:56 hs

    Borduna, reitero na totalidade suas palavras. Esse cara já está começando mal…

  5. SILVIO
    segunda-feira, 1 de agosto de 2011 – 20:23 hs

    trabalhar que é bom nada.
    O que é que este rapaz apresentou de projeto para o Paraná nos últimos 20 anos?

    Como é que tem gente que vota neste desqualificado?

  6. Capiau do Parque Industrial
    segunda-feira, 1 de agosto de 2011 – 21:41 hs

    Esse cara é um asco!!!!

  7. M.A.S
    terça-feira, 2 de agosto de 2011 – 2:52 hs

    Poucos Curitibanos sabem que esse Senhor é Deputado Federal, agora aparece ele com essa de que quer ser prefeito de Curitiba, ao menos aparece para dizer bom dia Vanhoni.
    Em Brasilia, o senhor seu “trabalho” se quer aparece.
    Poucos Paranaenses sabem que o sr é deputado federal pelo Paraná.

  8. Cajucy
    terça-feira, 2 de agosto de 2011 – 11:28 hs

    Pelo sim, pelo não, particularmente acredito que jamais o Vanhoni conseguirá ser prefeito de Curitiba. Quando teve a oportunidade e à máquina a seu favor, não conseguiu.

    Hoje, a bem da verdade, Vanhoni tem menor popularidade do que tinha na época.

    Na atualidade, acredito, só Gleici Hoffmann poderia encomodar… O resto é apenas para embaralhar a eleição na capital.

Deixe seu comentário:

Campos obrigatórios estão marcados com *

*

*