TJ do Paraná pode ganhar departamento específico para proteção de juízes | Fábio Campana

TJ do Paraná pode ganhar departamento específico para proteção de juízes

De O Estado do Paraná

A proposta da criação de um departamento que vai tratar especificamente da proteção de juízes será encaminhada para a presidência do Tribunal de Justiça (TJ) do Paraná. A revelação é do desembargador João Kopytowski, presidente da Comissão de Segurança e Inteligência Judiciárias do TJ. De acordo com ele, é necessária a adoção de algumas medidas para proteger juízes e funcionários do Judiciário, que devem trabalhar nas suas funções com tranquilidade e segurança.


Outra proposta da comissão é a implantação de uma guarda judiciária, que atuaria especificamente nos fóruns. “A maioria dos fóruns está desprotegida. Deve haver este policiamente pelo menos no fórum, no horário de expediente”, explica o desembargador. A guarda judiciária também seria a responsável pela escolta de juízes ameaçados em função de suas atividades. “Alguns casos exigem isto e não está acontecendo. A resposta que temos da Polícia Militar é a falta de efetivo”, comenta Kopytowski. Ele revela que desconhece que algum juiz receba proteção policial hoje no Paraná.

Um levantamento divulgado pelo Conselho Nacional de Justiça (CNJ) indica que 30 juízes paranaenses estão sob ameaça. O Estado lidera o ranking. A quantidade em todo o País supera a 100. “Para mim, este número pode ser ainda maior”, avalia Kopytowski. O desembargador conta que o TJ do Paraná foi um dos primeiros a fazer este levantamento, que ainda considera outros oito juízes que sofrem riscos em virtude das decisões que proferiram, mas que não relataram ameaças.


6 comentários

  1. parana neto
    terça-feira, 16 de agosto de 2011 – 21:14 hs

    A EQUIPE ESTA MONTADA……É SÓ CHAMAR O TOCA….
    DA ALEP….QUER HOMEM MAIS PERFEITO PARA A MISSÃO….
    ELE E TODA SUA ENTOURAGE!!!!!!

    PN.-

  2. terça-feira, 16 de agosto de 2011 – 22:19 hs

    Alguem do TJ poderia explicar como uma ONG corrupta de Porto Alegre gerenciava os mais de 2.300 estagiarios, que estão sem receber o mes de julho ?

  3. Telles
    terça-feira, 16 de agosto de 2011 – 22:53 hs

    Ridículo;;;;

  4. Dizao
    quarta-feira, 17 de agosto de 2011 – 7:18 hs

    e quem vai proteger o povo de alguns Juízes

  5. TIC TAC
    quarta-feira, 17 de agosto de 2011 – 7:57 hs

    E quem vai proteger o povo das mazelas?

  6. Mendes
    quarta-feira, 17 de agosto de 2011 – 11:30 hs

    Ué, eles não se consideram Deuses? Enquanto eles terão os gambés a suas disposiçoes, o povo fica a merce da bandidagem.

Deixe seu comentário:

Campos obrigatórios estão marcados com *

*

*