Servidores da sáude paralisam parcialmente atendimento no estado | Fábio Campana

Servidores da sáude paralisam parcialmente atendimento no estado

De Denise Mello e Antonio Nascimento da Banda B

Funcionários estaduais da saúde fazem nesta quinta-feira (18) um dia de mobilização em todo o Paraná em protesto contra a falta de um Plano de Cargos e Carreiras. A mobilização que luta também pela implantação das 30 horas semanais de trabalho da categoria, que hoje cumpre 40 horas, começou às 7h da manhã e deve durar o dia todo. Uma paralisação geral está marcada para as 14 horas, exatamente no mesmo momento em que deve acontecer uma reunião agendada com o secretário estadual da saúde, Michele Caputo Neto.

Em Curitiba, os trabalhadores do Laboratório Central do Estado no Alto da XV, cruzaram os braços desde cedo. Metade dos funcionários do Hemepar, responsáveis pela coleta de sangue, também parou de trabalhar.

Em Ponta Grossa, os servidores foram barrados na entrada do Hospital Regional do município. Eles fazem piquetes em várias unidades de saúde do estado. “Queremos que o governo derrube o decreto do governo Requião que estabelece 40 horas semanais para a catgoria. Trabalhamos com pacientes terminais, doentes e precisamos de uma carga horária menor sob o risco de adquirirmos várias doenças psicológicas”, afirmou a presidente do Sindisaúde, Eliane Rodella.

Segundo o sindicato, caso não haja acordo na reunião com o secretário na tarde desta quinta-feira, será convocada uma assembléia geral e existe a possibilidade dos funcionários da saúde entrarem em greve.


4 comentários

  1. carlos rocha
    quinta-feira, 18 de agosto de 2011 – 14:06 hs

    que falta de compromisso dos funcionarios da saúde com a população, hora se os trabalhadores em geral cumpre 40 horas poque esse privilegio?

  2. las
    quinta-feira, 18 de agosto de 2011 – 15:27 hs

    concordo, não sabem nem pedir, em vez de reivindicar 30 horas por que não pedirem aumento do salário?

  3. carlos eduardo
    quinta-feira, 18 de agosto de 2011 – 18:29 hs

    Querem diminuir 8 para 6 horas , aumento salarial imediato de 25%, mas não respondem o vai ocorrer com quem fez concurso para 30 horas , terá o mesmo aumento imediato de 25% ou terão direito a também diminuir proporcionalmente sua carga horária, com a palavra o sindicato.

  4. Vampiro
    quinta-feira, 18 de agosto de 2011 – 23:59 hs

    Hahahaha, uma grande piada que cumprem 40 hras, a grande verdade que fazerm 30 hras ou menos na pratica e sao muito bem pagos! sem contar os funcionarios que nem aparecem ou vao somente assinar o ponto!!!! oque falta pra esse bando de baderneiros do sindicato e moralidade! baderna eles adoram trabalhar e fazer jus ao salário não!

Deixe seu comentário:

Campos obrigatórios estão marcados com *

*

*