Requião não pode criticar bancada do PMDB por aderir ao governo, diz deputado | Fábio Campana

Requião não pode criticar bancada do PMDB por aderir ao governo, diz deputado

Do Política em Debate

O deputado estadual Nereu Moura (PMDB) rebateu hoje as críticas do senador Roberto Requião (PMDB) pela adesão da bancada do partido na Assembleia Legislativa à base parlamentar do governador Beto Richa (PSDB). Para Moura, Requião não tem condições de criticar os deputados, já que ele nunca prestigiou os parlamentares peemedebistas nos oito anos de seu governo. “O Requião foi durante oito anos o governador do Paraná e nunca apoiou um deputado peemedebista para assumir a presidência da Assembléia Legislativa. No seu primeiro governo, a mesa foi presidida por um tucano e no segundo por um democrata”, lembrou


5 comentários

  1. anonimo
    segunda-feira, 22 de agosto de 2011 – 17:30 hs

    REQUIÃO, manda o pau nestes oportunistas……..

  2. borrachada
    segunda-feira, 22 de agosto de 2011 – 17:56 hs

    Não diga ,Deputado!
    Está se esquecendo que durante todo o Governo do Insano vocês se comportaram como “vacas de presépio” e literalmente se “mijavam nas calças” quando o Louco abria a boca?
    Deu um surto de machismo repentino?

  3. Rock
    segunda-feira, 22 de agosto de 2011 – 18:21 hs

    E por que não reclamou antes, não ganhou a presidencia da ALEP de Requião mais sempre foi atendido pelo mesmo em suas reivindicações, assuma que es um vendido e que é uma rapariga que atende quem paga mais. Lembro-me bem nas campanhas que usava o nome de Requião para angariar voto, eu mesmo tive a infelicidade de acreditar que voce defendia os ideiais do PMDB e acabei inludido ferrando o meu voto no maior de todos os enganadores politicos que é voce Nereu Moura.

  4. SERGIO
    segunda-feira, 22 de agosto de 2011 – 20:12 hs

    Aproveitadores, oportunistas…. td isso em troca de favores,. teu lombo deve ir para o SAL MOURA

  5. laranjera
    segunda-feira, 22 de agosto de 2011 – 21:34 hs

    se rapá a barba, sai serragem……

Deixe seu comentário:

Campos obrigatórios estão marcados com *

*

*