Recicladora: em um ano, 96 km de asfalto | Fábio Campana

Recicladora: em um ano, 96 km de asfalto

Essa é a máquina da prefeitura de Curitiba que faz asfalto. Aliás, são duas, as recicladoras. A cada duas semanas, uma em cada região, e neste ano vão pavimentar 96 km de asfalto em 138 ruas de Curitiba. Nos últimos dias, as duas recicladoras estão nas regionais do Cajuru. A partir da próxima segunda-feira (8), as duas máquinas de asfalto estarão nos bairros das regionais do Portão e de Santa Felicidade. Nessas duas regiões, serão recuperados 19 quilômetros de asfalto, passando por 30 ruas.

“A Prefeitura está investindo alto na pavimentação e recuperação da malha viária de Curitiba, com novos equipamentos com prioridade às ruas por onde passam as linhas de ônibus”, disse o prefeito Luciano Ducci. Com a recicladora, retira-se o asfalto velho, tritura, mistura com cimento reaplica na mesma rua, como base para a nova pavimentação. O asfalto é processado e devolvido à rua em 40 minutos, a cada 100 metros. Depois, o material é umedecido e compactado para receber a capa asfáltica. Todo o processo dura cerca de uma hora.


7 comentários

  1. TONHÃO 2012
    quinta-feira, 4 de agosto de 2011 – 18:34 hs

    ESPERO QUE AS MÁQUINAS NÃO ESQUEÇAM DO BAIRRO DO CAPÃO RASO, COM RUAS CHEIAS DE BURADO.

  2. Geraldo
    quinta-feira, 4 de agosto de 2011 – 20:20 hs

    Espero que desta vez não esqueçam da rua Hellena Betecek, no Butivatuvinha, onde passa ônibus de linha e os moradores imploram por uma pavimentação há mais de 5 anos.

  3. Luigi
    quinta-feira, 4 de agosto de 2011 – 20:27 hs

    Asfalto mesmo ou aquela enganação de anti-pó que não dura 6 meses?
    Calçada para os pedestres? tem ou esqueceram?

  4. Murilo Álvaro Viezzer
    quinta-feira, 4 de agosto de 2011 – 20:49 hs

    Curitiba como em qualquer capital, tudo acontece, as coisão são pra já…

    Enquanto isso, aqui em Ponta Grossa…

  5. Germano
    quinta-feira, 4 de agosto de 2011 – 21:49 hs

    Moro no Cajuru faz 20 anos e as ruas estão péssimas, já entrei em contato com a Prefeitura e até nada…Afinal não posso mais chamar de rua porque não existe mais…

  6. crow
    sexta-feira, 5 de agosto de 2011 – 15:05 hs

    Fará o milagre de mudar anti-pó por asfalto?

  7. Carlos
    quinta-feira, 15 de dezembro de 2011 – 20:29 hs

    kkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkk

Deixe seu comentário:

Campos obrigatórios estão marcados com *

*

*