Procuradoria decide denunciar cúpula do Ministério do Turismo | Fábio Campana

Procuradoria decide denunciar cúpula do Ministério do Turismo

De Silvio Navarro e Felipe Luchete da Folha Online

O procurador do Amapá Celso Leal decidiu apresentar denúncia contra 18 pessoas presas pela Operação Voucher da Polícia Federal, incluindo integrantes da cúpula do Ministério do Turismo.

Eles deverão ser denunciados pelos crimes de improbidade administrativa, peculato e formação de quadrilha por acusação de envolvimento no desvio de R$ 3 milhões num convênio da pasta.

O inquérito da Polícia Federal foi concluído na tarde desta sexta-feira (12).

A lista inclui o número dois do ministério, Frederico Silva da Costa. O secretário de Programas de Desenvolvimento de Turismo da pasta, Colbert Martins, conseguiu um habeas corpus e deverá ser solto ainda nesta sexta-feira.

Até a conclusão do inquérito da PF, o procurador ainda hesitava sobre a inclusão de Colbert e de Mário Augusto Lopes Moysés, ex-secretário-executivo da pasta, na lista de denunciados. Porém, a avaliação é que houve participação de toda a cúpula do ministério

O Ministério Público Federal também desmembrará parte da investigação que cita a deputada Fátima Pelaes (PMDB-AP), autora da emenda suspeita de fraude, para envio à PGR (Procuradoria-Geral da República). Como a deputada tem foro privilegiado, caberá à PGR denunciá-la ou não ao STF (Supremo Tribunal Federal).

Fátima Pelaes foi citada em depoimentos como suposta destinatária de parte dos recursos da emenda. Na quinta-feira (11), o servidor Errolflynn Paixão (já solto), vice-presidente do PT do Amapá, disse em entrevista à Folha que recursos pagos pelo ministério voltavam para a deputada.


Um comentário

  1. Samuel
    sexta-feira, 12 de agosto de 2011 – 21:18 hs

    Tem que prender essa cambada toda. ,! Turismo no Amapá êh o fim do mundo mesmo ! Isso que êh jogar dinheiro no lixo …..

Deixe seu comentário:

Campos obrigatórios estão marcados com *

*

*