Presidente do Magazine Luiza assume ministério em setembro | Fábio Campana

Presidente do Magazine Luiza assume ministério em setembro

Do IG

Os desafios da empresária Luiza Helena Trajano como ministra do governo Dilma Rousseff, começam pelo orçamento. A Secretaria da Micro e Pequena Empresa, pasta que assumirá a partir de setembro, tem uma previsão de gastos de R$ 6,5 milhões. Como presidente do Magazine Luiza, a empresária está acostumada a administrar um volume maior de recursos.

A equipe da ministra Luiza Trajano também será muitíssimo menor do que a da empresária tem hoje em sua rede de lojas. O Magazine Luiza soma cerca de 21 mil colaboradores, 300 vezes mais do que os 70 cargos que serão criados para a Secretaria da Micro e Pequena Empresa.

A ministra também absorverá parte da equipe do Ministério do Desenvolvimento Econômico e Social e poderá oferecer salários entre R$ 1,9 mil a R$ 7,5 mil mensais.


11 comentários

  1. alecrim
    terça-feira, 16 de agosto de 2011 – 15:18 hs

    Discordo plenamente de uma pessoa como esta senhora assumir uma pasta tão importante para a classe que ela trabalhará.como pode um grande empresário com seus interesses pessoais trabalhar por aqueles que lhe são concorrentes?

  2. Eleitor CWB
    terça-feira, 16 de agosto de 2011 – 15:23 hs

    A Secretaria da Micro e Pequena Empresa será conduzida por uma das maiores empresárias do País? E se ela quiser exterminar seus concorrentes menores? Ela terá todo o poder de criar regras que facilitem seu desenvolvimento e freiem a concorrência. O rato subiu na mesa.

  3. Parreiras Rodrigues
    terça-feira, 16 de agosto de 2011 – 15:38 hs

    O aparelhamento continua.

    Mais um cabide de pelegos.

    Um afago ao empresariado.

    Num governo responsável, seria uma diretoria, uma coordenadoria de ministério afim.

  4. terça-feira, 16 de agosto de 2011 – 15:48 hs

    MAIS 70 CABIDES DE EMPREGO;;PQP;;;;;;;;;;;;;;;;;;;;;;;;;;;;;;

  5. CAÇADOR DE PETISTAS
    terça-feira, 16 de agosto de 2011 – 15:48 hs

    A incompetente DILMA, acha que vai ganhar a próxima eleição preenchendo todos os cargos com a mulherada. Ledo engano.

  6. mauricio
    terça-feira, 16 de agosto de 2011 – 16:20 hs

    Pelo menos mantiveram criterios nos padroes de beleza da equipe feminina de governo. Um bando de jaburus.

  7. Borduna
    terça-feira, 16 de agosto de 2011 – 17:00 hs

    Quando o presidente do Bamerindus se tornou ministro, o banco quebrou. O Próximo a quebrar vai ser o Magazine Luiza, escrevam aí…..

  8. MAE
    terça-feira, 16 de agosto de 2011 – 17:09 hs

    DÁ-LHE MULHERADA, VAMOS MOSTRAR COMO SE ADMINISTRA UMA NAÇÃO, SEM CORRUPÇÃO!!!!!!!

  9. MAE
    terça-feira, 16 de agosto de 2011 – 17:10 hs

    UM RECADO PARA OS MACHISTAS DE PLANTÃO: barbas de molho!

  10. jaferrer
    terça-feira, 16 de agosto de 2011 – 17:48 hs

    É mais um absurdo desse desgoverno. Criar mais uma instância burocrática somente para dizer que tem um ministério que privilegia as mulheres e o que é pior, criando mais cabides para alojar a velha corja de corruptos que esta sempre rondando nestes momentos. Se, para este governo, as pequenas empresas fossem mesmo importantes, criaria uma secretaria com uma verba decente, com um grupo técnico com visão e planejamento com propostas para avançar na legislação apoiando este seguimento de empresas. Do jeito que começou, já começou mal.

  11. Sandra
    terça-feira, 16 de agosto de 2011 – 18:29 hs

    Nação sem Corrupção ????????? Nós não estamos no Canadá e nem na Suécia….. isso é Brasil , a República da Banânia

Deixe seu comentário:

Campos obrigatórios estão marcados com *

*

*