PMDB exige pressa na liberação das emendas | Fábio Campana

PMDB exige pressa na liberação das emendas

Líder do PMDB, o deputado Henrique Eduardo Alves soou enigmático ao cobrar, nesta segunda (15) pressa na divulgação de um calendário de liberação de emendas.

Na semana passada, a atmosfera envenenada produziu uma inusitada “greve” parlamentar. O plenário da Câmara ficou às moscas. Nada foi votado.

Henrique acena com a hipótese de novas “Manifestações.” Disse: “A falta de clareza, de franqueza, de respeito ao Parlamento pode criar insatisfações graves.”

A “descontração”, disse o grão-pemedebê, depende da liberação das verbas previstas em emendas penduradas no Orçamento da União pelos congressistas:

“A gente quer a execução da lei orçamentária que nós aprovamos no Congresso Nacional. Não é concessão do governo, não é regalia de parlamentar. É lei.”

Candidato à presidência da Câmara na sucessão interna que ocorrerá em 2013, Henrique fala para seus “eleitores”, de costas para o governo.

Nesta terça (16), os líderes de partidos governistas almoçam com a ministra Ideli Salvatti, gestora do balcão. Esperam receber “boas notícias.”


Um comentário

  1. HENRY
    terça-feira, 16 de agosto de 2011 – 9:19 hs

    DEFINIÇÃO CORRETA PARA A “ministra trubufú” GESTORA DE BALCÃO. A (in)COMPETÊNCIA DELA SÓ SERVE PARA ISSO, SER “gestora de balcão” PERFEITO.

Deixe seu comentário:

Campos obrigatórios estão marcados com *

*

*