Paulo Bernardo também voa em asas privadas | Fábio Campana

Paulo Bernardo também voa em asas privadas

Do Josias de Souza — Em Brasília, o hábito não costuma fazer o monge. Ao contrário, pode desfazer até petistas de boa reputação.

Na semana passada, a notícia de que o pemedebê Wagner Rossi pegara carona em jatinho de uma agro-empresa entornou um caldo que já ia alto na Agricultura.

Surge agora a suspeita de que também o ministro petê Paulo Bernardo (Comunicações) cruzou os céus do país em aeronave privada.

Segundo notícia veiculada por Época, os voos de Bernardo teriam ocorrido no ano passado, quando ele ainda chefiava a pasta do Planejamento, sob Lula.

O avião pertence à Construtora Sanches Tripolini, empresa de Maringá (PR), reduto eleitoral de Bernardo e da mulher dele Gleisi Hoffmann, que também voou.

Nos últimos 40 dias, Bernardo vem se esquivando de responder a uma pergunta singela: afinal, voou em aeronave de empresa privada?

A pergunta foi formulada a outros 30 ministros –28 responderam que não viajaram em aviões do alheio.

Paulo Passos (Transportes) admitiu ter viajado em aeronaves de empreiteiras para vistoriar obras em pedaços remotos do mapa do país.

Mario Negromonte (Cidades) declarou que costuma fretar aviões por conta própria para viagens dentro da Bahia, seu Estado.

E quanto a Bernardo? Necas de resposta. O avião que teria deixado o hangar para servi-lo é um turboélice King Air.

O prefixo é PR-AJT. As duas primeiras letras evocam uma sigla de triste memória. O PR, como se sabe foi varrido dos Transportes…

…Uma pasta com a qual a Sanches Tripolini mantém contratos milionários. Um deles, referente a obra rodoviária em Maringá.

Ainda no Planejamento, Bernardo, então o Senhor das verbas, foi atencioso com as liberações de Maringá.

Por todas as razões, é estranho, muito estranho, estranhíssimo que o ministro não queira responder à questão singela: Afinal, voou ou não no avião da empreiteira?


8 comentários

  1. CLOVIS PENA -
    domingo, 21 de agosto de 2011 – 16:05 hs

    Não penso aqui em acusar nem em defender ninguém.
    Mas, de tanto ver ataques difamatórios concluo que o bom mesmo seria uma guerra geral de denúncias.
    Umas como arma de defesa, outras como forma de eliminar concorrentes. Mas isto não importa.
    Algum benefício sempre ocorre.
    Digo isto, não por confiar totalmente na isenção dos defensores da sociedade e na celeridade da justiça.
    Assim penso, por acreditar apenas, que cada denúncia consistente alimenta a indignação dos cidadãos, que um dia, quem sabe um dia………….

  2. Tic Tac
    domingo, 21 de agosto de 2011 – 21:07 hs

    Ninguém tem mais dúvida do governo mais corrupto da história desse país.
    PT não precisa mais ficar preocupado com a marca de corrupção,pois ficou mais que provado nesses últimos 8 anos do
    governico lula/dilma.
    A faxina é apenas um “faz-de-conta”…

  3. Ainda é tempo de se envergonha
    domingo, 21 de agosto de 2011 – 22:25 hs

    ‘Época’ informa: “Na campanha eleitoral de 2010, a empreiteira e seus donos fizeram doações de R$ 7 milhões, especialmente para o PR, que comandava o Ministério dos Transportes, e o PT. No Paraná, eles doaram R$ 510 mil para a campanha da ministra Gleisi Hoffmann ao Senado. O deputado estadual Ênio Verri, do PT do Paraná, que foi chefe de gabinete de Paulo Bernardo no Ministério do Planejamento, também foi beneficiado por uma doação”.Aí estaria mais fatos comprovando que Lula deixou para sua sucessora uma robusta ‘herança maldita’. Afinal, Paulo Bernardo é mais uma das indicações do ex-presidente;

  4. VLemainski-Cascavel
    segunda-feira, 22 de agosto de 2011 – 8:49 hs

    Vai ver que, tal qual o antigo patrão, ele não sabia que o avião é de empresário…rsss
    É lamentável o ocorrido.
    Desmoralizante.

  5. Sebastião Bento dos Santos
    segunda-feira, 22 de agosto de 2011 – 8:53 hs

    Demorou mas chegou . Agora é a hora da verdade , agora vai aparecer de onde saiu a campanha milionária do PT do Paraná. A polícia federal já esta com a tropa em prontidão e provavelmente o maridão da senadora ministra será o próximo a cair e depois vem a ministra. Assim caminha o PT do paraná, ou melhor VOA.

  6. carlos rocha
    segunda-feira, 22 de agosto de 2011 – 9:07 hs

    TA AI EXPLICADO PORQUE A CONSTRUTORA FOI TÃO GENEROSA COM O CAIXA DE CAMPANHA DA DRA GLEISY. O MINISTRO DE AGRICULTURA CAÍU POR UM DESSES MOTIVOS, É O GOVERNO DO PT QUE TANTO FALAVA EM ETÍCA.

  7. Ze
    segunda-feira, 22 de agosto de 2011 – 9:24 hs

    Não é a empresa daquela Nerone, Terezinha, que ensina como montar um caixa 2 de campanha?

  8. CAÇADOR DE PETISTAS
    segunda-feira, 22 de agosto de 2011 – 21:53 hs

    MAIS UMA HERANÇA MALDITA DEIXADA AO POVO BRASILEIRO POR LULA E DILMA.

Deixe seu comentário:

Campos obrigatórios estão marcados com *

*

*