Médica que fixou seringas com vírus HIV em muro será avaliada | Fábio Campana

Médica que fixou seringas com vírus HIV em muro será avaliada

Na foto, as seringas possivelmente contaminadas com HIV que a médica colocou no portão de sua residência. Ao lado, cartaz colado na grade com alerta de “não pule”.

Do G1

A Secretaria de Saúde do Distrito Federal informou nesta segunda-feira (22), por meio de nota, que a médica responsável por fixar seringas na grade de casa e escrever em um cartaz “Muro com sangue HIV positivo – não pule”, será encaminhada para avaliação clínica quando retornar às atividades no Hospital Regional do Paranoá.

Segundo a Secretaria de Saúde, a médica está em abono anual e retorna às atividades nesta terça-feira (23). De acordo com a Lei 1.303, o servidor tem direito a cinco dias de abono ao ano, quando não tiver mais de cinco faltas injustificadas no período de um ano.

A direção do Hospital Regional do Paranoá informou que, caso a servidora tenha se apropriado de material que pertence à secretaria, será aberto um processo de sindicância para apurar os fatos.

O Conselho Regional de Medicina do Distrito Federal (CRM-DF) também afirmou que irá apurar a ação da médica. Segundo o CRM, a médica poderá receber penalidade que pode ir desde a advertência à cassação do exercício profissional. O conselho adiantou que a atitude da médica apresentou indícios de infração ao Código de Ética Médica.

Para o presidente do CRM-DF, Iran Augusto Cardoso, se a ortopedista retirou as seringas do hospital, ela adquiriu inapropriadamente o material. Segundo Cardoso, ao expor as seringas, a médica colocou em risco a saúde dos moradores vizinhos.

A síndica do condomínio RK, Vera Barbieri, contou que as seringas foram retiradas da grade da casa da médica no sábado (20) à noite. No entanto, o cartaz que informa “Muro com sangue HIV positivo – não pule” continua no local. Ainda segundo a síndica, a médica teria colocado o material na grade na quinta-feira (18).

Vera afirmou que a Vigilância Sanitária foi acionada ainda no sábado, mas disse que não poderia fazer nada em relação ao assunto. Nesta segunda-feira, a Vigilância Sanitária solicitou que a síndica encaminhasse o nome completo da médica, para que ela possa ser responsabilizada.

“Estamos agindo em termos administrativos. A Vigilância Sanitária disse que, para a conclusão dos encaminhamentos necessários ao caso, precisamos repassar os dados”, contou.

A síndica ainda informou que a médica foi notificada pelo condomínio no sábado e deverá pagar multa de R$ 180. “A moradora tem cinco dias para corrigir os problemas. Caso contrário, a multa poderá subir”, explicou Vera.

“A situação extrapola a capacidade do condomínio de notificá-la. É um assunto mais amplo, é uma ameaça à sociedade. Se uma pessoa portadora vir uma coisa dessa no muro de uma casa, se torna algo constrangedor, é discriminatório”, completou a síndica.


9 comentários

  1. CAÇADOR DE PETISTAS
    segunda-feira, 22 de agosto de 2011 – 15:23 hs

    Pena que o LULA não tenha tentado pular a cerca;

  2. Anônimo
    segunda-feira, 22 de agosto de 2011 – 15:49 hs

    Se fosse um simples enfermeiro já estava preso!

  3. Luiz Carlos
    segunda-feira, 22 de agosto de 2011 – 16:35 hs

    boa idéia, criativa.

  4. caruncho
    segunda-feira, 22 de agosto de 2011 – 16:51 hs

    e se ela for novamente assaltada,a sindica e o CRM vão ressarcir seus prejuizos?

  5. Campo-larguense
    segunda-feira, 22 de agosto de 2011 – 18:07 hs

    Este é o nosso Brasil! Vamos expulsá-la da medicina, multá-la, abrir processo administrativo!
    Temos que proteger nossos indefesos delinquentes que pulam os muros apenas pra roubar, causar estragos e, muitas vezes, matar os diabólicos trabalhadores.
    Aliás, trabalhador bom, pelo jeito, é trabalhador morto!
    Esta atitude demonstra a insegurança, o medo, a revolta, a indignação de todos! Quando as coisas vão mudar???

  6. segunda-feira, 22 de agosto de 2011 – 19:44 hs

    É Á INSEGURANÇA DEIXANDO AS PESSOAS APAVORADAS…..

  7. Sassa
    terça-feira, 23 de agosto de 2011 – 6:52 hs

    Os cidadãos honestos já não agüentam mais tanta insegurança ,ela esta desesperada e a culpada e ela …não os bandidos ! Que pais êh este ?

  8. CAÇADOR DE HIPÓCRITAS
    terça-feira, 23 de agosto de 2011 – 10:12 hs

    Os ladrões que entraram la dentro da casa dela devem ser parentes da sindica do condominio, por isso ela tem tanto medo de que seus filhinhos bandidos entrem la e se furem nas seringas.

    Enquanto esses hipócritas do CRM estão defendendo os bandidos, varios medicos estrupradores, assassinos e criminosos estão atuando livremente protegidos justamente pelo CRM que alem de fazer vista grossa ainda defende esses bandidos.

    Alem de cumplice dos criminosos, o povo do CRM é burro, ignorante e incompetente que não sabe nem que um virus do HIV morre em alguns segundos depois de exposto ao ambiente externo, sendo impossivel contaminar alguem com as tais seringas.

    A unica coisa que essa seringa faria era espetar a bunda dos amigos do CRM que tentassem entrar na casa pra roubar.

    Portanto só dou um conselho pra essa mafia do CRM:

    -Vão trabalhar seus incompetentes !!!

  9. ILSON
    terça-feira, 23 de agosto de 2011 – 10:29 hs

    Isso demonstra como os seus pais são relaxado na educação
    de seus filhos, não dão bons exemplos, não corrige quando
    erram ou comete um ato ilicito. Sabe quando isso vai mudar de verdade, vai ser quando os pais aprenderem educar melhor seus
    filhos. “Teme ao Senhor e Aparte-te do Mal”.

Deixe seu comentário:

Campos obrigatórios estão marcados com *

*

*