Marcelo Almeida defende o fim do preconceito contra políticos ricos | Fábio Campana

Marcelo Almeida defende o fim do preconceito contra políticos ricos

Na última terça-feira, durante encontro do PSC em Curitiba, o ex-deputado Marcelo Almeida, do PMDB, rasgou elogios ao deputado federal e pré-candidato à prefeitura de Curitiba, Ratinho Júnior. E defendeu sua classe, a dos ricos. “Eu quero acabar com um preconceito que as pessoas têm de votar em pessoas ricas. Eu estou aqui, neste momento, por causa de Ratinho Junior. Ele é um cara rico, que tem um potencial político fantástico e idealismo como eu. Por tudo isto, ele merece todo o meu apoio”, disse Almeida.


25 comentários

  1. Cardoso
    sábado, 27 de agosto de 2011 – 13:48 hs

    Após esta confissão de idealismo espero ansiosamente que o mesmo seja explicitado por ambos. Será muito instrutivo, e talvez divertido, sabermos do que consiste este idealimo.

    A grande e persistente dúvida é o que esperar de um político que se apresenta com o nome Ratinho Júnior?

  2. Cajucy
    sábado, 27 de agosto de 2011 – 14:08 hs

    Nada contra os ricos. Salvo, quando os mesmos se tornam ricos pelas vias do dinheiro público. Aí, não é preconceito. É calhordice.

  3. DEXTER
    sábado, 27 de agosto de 2011 – 15:19 hs

    Eu mereço ler isso…

    Rico a que custa Dr. Marcelo?

    De onde vem o $ que pagou as obras super?
    De onde vem o $ do pedágio?

    Tenha dó.

  4. Horace Silver
    sábado, 27 de agosto de 2011 – 15:39 hs

    O problema é como vocês ficaram ricos. Herança !!!!!!!!!!!
    Ganham de presente fortunas cujas origens são frutos da política. Aquela política das maracutais em licitações, trambiques em contratos e capachismo de governadores e prefietos do momento. É por motivos assim que os Ratinhos e ALmeidas da vida devem realmente serem discriminados e execrados da vida pública.

  5. Parreiras Rodrigues
    sábado, 27 de agosto de 2011 – 16:08 hs

    Concordo com O Cara. O rico precisa pouco acrescentar às posses.

    Já o pobre…Vide Lula e Os outros 40.

  6. toninho
    sábado, 27 de agosto de 2011 – 16:36 hs

    O rico não precisa ser político, já é rico! No Brasil existe uma maneira assaz tranquila de se ficar rico, jogando futebol ou tendo uma carreira política. Ratinho junior é rico e tem pai rico, porém um dinherinho a mais não faz mal a ninguém.

  7. Fora Hipocritas
    sábado, 27 de agosto de 2011 – 17:00 hs

    Pouca vergonha, não tem é vergonha na cara. Picaretas Ratinhos agora aval do Almeida C&Ltda

  8. Rafael
    sábado, 27 de agosto de 2011 – 17:07 hs

    Quanto mais tem, mais quer!

  9. parana neto
    sábado, 27 de agosto de 2011 – 17:21 hs

    …É VERDADE…EM PRINCÍPIO NÃO TERIA POR QUE ROUBAR OU FRAUDAR….EM PRINCÍPIO…..APENAS EM PRINCÍPIO….

    PN.

  10. SEPULVIDA
    sábado, 27 de agosto de 2011 – 17:34 hs

    Acordem o Sidarta das Araucárias para a vida real…

  11. Rock
    sábado, 27 de agosto de 2011 – 17:40 hs

    Meu Deus tem gente que acredita nesses caras, pare o mundo que quero descer.

  12. Divanir
    sábado, 27 de agosto de 2011 – 17:49 hs

    Rartinho Junior já tem o apoio que precisa, o pai. Quem precisa de ajuda é Marleo Almeida, que não tem tanta expressão assim.

  13. Nivaldo Orlandi
    sábado, 27 de agosto de 2011 – 18:09 hs

    Preconceito contra RICOS nunca vi.

    O que existe é PRECONCEITO CONTRA OS POBRES.

    Tanto assim é que, POBRES VOTAM NOS RICOS como regra.

    É só consultar o DIAP e ver quantos POBRES CONSEGUIRIAM SE ELEGER….

  14. tony
    sábado, 27 de agosto de 2011 – 19:27 hs

    Até hoje não consegui entender qual é o facínio que o filho do C R Almeida encontrou na política. O cara é rico, não precisa roubar, e insiste em micar com uma grana preta em cada eleição que se mete. E se o filho do Ratinho é rico, perto deste o cara ele é paupérrimo. Tony

  15. Fran
    sábado, 27 de agosto de 2011 – 19:47 hs

    Ai quero me mudar para um universo paralelo onde não precise escutar esse tipo de coisa!

  16. toninho
    sábado, 27 de agosto de 2011 – 20:36 hs

    vamos iniciar uma campanha: “todo o poder aos pobres” para que eles, no futuro, não tenham preconceito de ricos. É bom que se diga que o Sr. Marcelo Almeida só entrou na política porque tinha dinheiro de sobra para se eleger. Elegeu-se por causa de seu dinheiro e não por sua capacidade pessoal. Agora vai usar parte de sua imensa fortuna para eleger Ratinho Jr., prefeito de Curitiba. Que naufrague essa nau carregada de objetivos sinistros e nabescos, é a minha praga!

  17. Velho Caudiho
    domingo, 28 de agosto de 2011 – 11:54 hs

    Como diziam nos velhos tempos no Rio Grande do Sul, isso aí não é uma dupla é uma parelha. Se ficassem quietos e não abrissem a boca, ganhavam muito mais do que ja têm.

  18. XURUPITA
    domingo, 28 de agosto de 2011 – 13:36 hs

    Nossa, como ele é inteligente e tem idéias e ideais maravilhosas………..
    Realmente um estadista!!!!

    E claro que a fortuna do Sr. Almeida não vem a custa da miséria alheia, pois não decorre de obras superfaturadas e cambalaxos com o dinheiro do povo.

    Esqueci, o Marcelo é tão estadista que é contra o pedágio e vai acabar com ele. Ao menos no trecho CTBA – PGUÁ.

    Pedágio grátis!!!!!!

  19. Ita-mar
    domingo, 28 de agosto de 2011 – 13:46 hs

    A ORIGEM DO DINHEIRO DELES É PÚBLICA, O RATO PAI SE VENDEU PRO COLLOR EM TROCA DE RÁDIOS, O OUTO É FILHO DE EMPREITEIRO$$$DINHEIRO DO POVO…

  20. Anônimo
    domingo, 28 de agosto de 2011 – 13:47 hs

    Rico pode falar o que quiser impunemente. Fala besteira à vontade, posa de grande intelectual, faz caras e bocas, e todo mundo aplaude. Qualquer pobretão que dissesse o mesmo seria ignorado. Mas….os ricos também amam.

  21. HENRY
    domingo, 28 de agosto de 2011 – 14:23 hs

    É POR ISSO QUE NEM COM TODA GRANA DO MUNDO, CONSEGUE SE ELEGER. NO MANDATO ANTERIOR (2006) DE DEPUTADO, SEU FALECIDO PAI, OBRIGOU O “lula51” COLOCAR COMO MINISTRO DA AGRICULTURA O stephanes PARA PODER ABRIR A VAGA DE SUPLENTE PARA ELE. JÁ EM 2010, COM A VOTAÇÃO RIDÍCULA QUE TEVE, NEM ESSE ARTIFÍCIO PODE USAR.

  22. Marcão
    domingo, 28 de agosto de 2011 – 15:05 hs

    O Sr. Marcelo Almeida deve saber que a população não tem nada contra politicos ricos, que fizeram a sua fortuna em empreendimentos próprios e lícitos. O que não aceitamos é politico enriquecer a custas de propinas provenientes de emendas ao orçamento; de projetos que favoreçam determinados grupos; verbas de ONGS, empreiteiras e outras formas de dilapidar o erário e prejudicar as politicas de melhoria de qualidade de vida dos brasileiros. Enfim, somos favoráveis a politicos honestos. É pedir muito a classe de privilegiados ?

  23. blue
    domingo, 28 de agosto de 2011 – 15:49 hs

    Coitados dos ricos, tadinhos, sofrem tanto…

    Suas dinastias são humilhadas há séculos, são mal-tratados e excluídos. =(

  24. Ocimar
    domingo, 28 de agosto de 2011 – 19:38 hs

    AOS POLÍTICOS RICOS,OU OS QUE ENRRIQUECERAM NAS FALCATRUAS DA POLÍTICA.

  25. gastou errado!
    terça-feira, 30 de agosto de 2011 – 12:00 hs

    vc bancou campanha de outros e não fez a sua caro KInder OVO!

Deixe seu comentário:

Campos obrigatórios estão marcados com *

*

*