Maior acordo salarial da história é fechado na Renault do Paraná | Fábio Campana

Maior acordo salarial da história é fechado na Renault do Paraná

Assembleia foi ontem na fábrica de São José dos Pinhais. Acordo prevê injeção de R$ 343 milhões na economia do Paraná.

Vinícius Sgarbe do G1 PR

O Sindicato dos Metalúrgicos da Grande Curitiba (SMC) afirma ter mediado o que chama de “maior acordo salarial já fechado pelos trabalhadores em toda a história das negociações salariais no Brasil” segundo dados do Departamento Intersindical de Estatística e Estudos Sócioeconômicos (Dieese). Os beneficiados são os funcionários da Renault do Brasil – localizada em São José dos Pinhais, na Região Metropolitana de Curitiba.

Os prazos da negociação vão até 2013, com “até 20,19% de aumento real” (ou seja, acima da inflação), R$ 61,5 mil de Participação nos Lucros e Resultados (PLR) e abono, além de reajuste na tabela salarial. De acordo com a nota oficial, nos próximos dois anos, a economia do Paraná terá injeção de R$ 343 milhões somente por causa desse acordo.

A Assembleia foi feita na porta da fábrica, na tarde desta segunda-feira (29).

Na avaliação do SMC, “o acordo sela definitivamente (…) a nova modalidade de negociação para o país (…) inaugurada (…) na Volkswagen, em maio, de se fechar pacotões salariais com prazos mais longos e sinaliza o amadurecimento da relação entre capital e trabalho”.

Indústria
A fábrica da Renault em São José dos Pinhais tem 5.700 trabalhadores diretos e capacidade de fabricar 224 mil veículos por ano. Atualmente, são produzidos os modelos Novo Renault Sandero, Novo Renault Sandero Stepway, Logan e Grand Tour, além de dez milhões de peças anuais que alimentam os mercados brasileiro e argentino.

As exportações representam 41% da produção, tendo como destinos as fábricas da Renault na Argentina (22%), Colômbia (13%), Romênia e México (4%). Neste ano, a montadora comemorou a marca de um milhão de carros produzidos desde a inauguração em 1998. A empresa ocupa o quinto lugar no ranking nacional das montadoras.

A assessoria de imprensa da montadora confirma o acordo e deve publicar uma nota oficial nas próximas horas.


5 comentários

  1. Fernando Conforme
    terça-feira, 30 de agosto de 2011 – 13:07 hs

    Muito bonito. E a educação no estado, como vai?

  2. Anônimo
    terça-feira, 30 de agosto de 2011 – 14:08 hs

    Como Paranaense e funcionário do Porto de Paranaguá ,fico feliz em saber que tal acordo sera implantado .Parabéns aos funcionários ,a Direção da Renault e ao Porto de Paranaguá que consegui com muito trabalho e zelo atender as demandas de importação e exportação da Renault do Brasil. “Outro Governo ,tempos felizes VIVA O PARANÀ.

  3. TIC TAC II
    terça-feira, 30 de agosto de 2011 – 14:56 hs

    Bom uso do dinheiro público.
    As beneses ofertadas do erário público, serão distribuidas em prol dos laboriosos funcionários da Renault.
    O custo beneficio vale a pena.

  4. Henrique
    terça-feira, 30 de agosto de 2011 – 15:52 hs

    Quem vai pagar não vai ser a Renault?! Não entendi os comentários do Fernando e do TIC TAC.

  5. Nilton
    terça-feira, 30 de agosto de 2011 – 16:17 hs

    Bom trabalho do Sindicato dos Metalúrgicos

Deixe seu comentário:

Campos obrigatórios estão marcados com *

*

*