Gleisi se dispõe a devolver valor do FGTS que recebeu da Itaipu | Fábio Campana

Gleisi se dispõe a devolver valor do FGTS que recebeu da Itaipu

Da Roseli Abrão

A ministra-chefe da Casa Civil, Gleisi Hoffmann, que neste sábado participa de entrega de casas, em Colombo, na Grande Curitiba, se dispõe a devolver – com índices corrigidos – o valor da multa do FGTS que recebeu da Itaipu Binacional, em 2.006.

Segundo informa o jornal “Folha de S. Paulo”, Gleisi fez uma consulta do procurador geral da República, Roberto Gurgel, se foi lesiva ao erário a operação que lhe permitiu receber R$ 41 mil de multa, equivalente a 40% do saldo de seu Fundo de Garantia.

Na consulta endereçada ao procurador-geral da República, Gleisi se declara disposta a devolver o dinheiro, se o Ministério Público entender que houve prejuízo aos cofres públicos. Nesse caso, ela pede ainda que se defina o índice de correção para a restituição.


18 comentários

  1. Horace Silver
    sábado, 27 de agosto de 2011 – 11:12 hs

    A ministra-chefa da Dilmentira pensa que se for pega aliviando o erário público, devolver, tudo fica bem e volta ao que era antes. E o Samek, vai se safar desta ? Usando um procedimento administrativo corretamente mas de forma indevida. Será que isto é uma prática na Itaipú ? Seria bom uma devassa pois este tipo de conduta pode estar beneficiando mais gente da tchurma na fabulosa usina e outras empresas públicas.

  2. Nelson
    sábado, 27 de agosto de 2011 – 12:19 hs

    Em tese, o crime está consumado. Eventual devolução do dinheiro atenua mas não isenta de pena.

  3. Vigilante do Portão
    sábado, 27 de agosto de 2011 – 13:00 hs

    KKK

    Depois que a maracutais foi descoberta, Gleisi quer dar uma de INOCENTE

    Faz de conta que não sabe que o seu comportamento foi ILEGAL.

    Como é que uma pessoa que não sabe distinguir certo de errado, foi SECRETÁRIA de Estado e Diretora da Itaipu?

  4. Cardoso
    sábado, 27 de agosto de 2011 – 13:09 hs

    Será uma regra do partido do mensalão, o aproveitamento da riqueza pública em proveito pessoal?
    E o presidente de Itaipú ao dizer que a decisão de indenizá-la foi dele, comportou-se como o velho político patrimonialista – dono da Itaipú.
    A máscara de virtude de Gleisi foi, definitivamente, rasgada.

  5. justiceiro
    sábado, 27 de agosto de 2011 – 13:35 hs

    A “madame” Gleisi usou de má fé ao pedir para ser demitida da ITAIPU BINACIONAL

  6. sábado, 27 de agosto de 2011 – 13:58 hs

    AH !!!! ..Ela comete um ilícito e agora quer pagar ou será apagar??

    Se fosse um coitado qualquer, a punição certa e rápida. Coisas de PTista

  7. Zangado
    sábado, 27 de agosto de 2011 – 14:03 hs

    Ex-Senadora ora Chefe da Casa Civil Gleise – não existe meia lesão aos cofres públicos ! Ou tudo é lesivo ou nada é lesivo. É simples assim. Devolve tudo ou não devolve nada. Se quer devolver pela metade está tudo comprometido. Isso é res pública, não é res privada. Privada fica em outro lugar.

  8. sábado, 27 de agosto de 2011 – 14:19 hs

    Sra. Senadora, nao basta parecer honesta tem que ser honesta. Vai arrumar um Paulo Okamoto para pagar suas contas.

  9. Cajucy
    sábado, 27 de agosto de 2011 – 14:36 hs

    É mesmo? Muita generosidade. Pena que com os pobres mortais trabalhadores brasileiros essas vantagens não acontecem.

    A ilustre ministra só vai devolver porque a notícia se tornou pública e coloca em dúvida o seu critério ético, não é mesmo?

    Assim fica fácil, cômodo. E quantos outros casos como esse acontecem Brasil afora e ninguém fica sabendo? É o Brasil dos políticos de faz-de-conta…

  10. Anônimo
    sábado, 27 de agosto de 2011 – 14:51 hs

    Será que esse dinheiro não lhe fará falta?….
    Já está na hora de acabar com essa gratificação absurda. Ao invés do empregado, que não fez nada para merecê-la, que essa multa injusta imposta às empresas seja revertida ao INSS ou ao FAT. Evitar-se-ia um mundo de problemas nas empresas…

  11. tony
    sábado, 27 de agosto de 2011 – 19:30 hs

    Mas por que tanta generosidade? Se o ato de demissão foi legal, é cabível a multa de 40%. Mas será que houve demissão mesmo? A ministra é outra que foi pega com o porco nas costas. Tony

  12. Revoltado
    sábado, 27 de agosto de 2011 – 19:40 hs

    Porque devolver se é um direito?
    Porque não pedem para as viuvas devolverem o dinheiro que recebem mensalmente do governo do Paraná?

  13. Carlise KWIATKOWSKI
    sábado, 27 de agosto de 2011 – 21:17 hs

    Como é simples!!!!!
    Se apropria de Dinheiro público e se alguém reclamar devolve-se!!!!
    Muito simples Cara Senadora!!!!!!!
    belo exemplo.

  14. borrachada
    domingo, 28 de agosto de 2011 – 1:29 hs

    Quero ver se o dizimo de 10% que vai para o ParTidão dela também vai voltar.

  15. Luis Gringo
    domingo, 28 de agosto de 2011 – 1:59 hs

    Com juros e correção monetária?

  16. Borduna
    domingo, 28 de agosto de 2011 – 7:30 hs

    Deve devolver. Atenua e crime de estelionato que praticaram contra o dinheiro público, ela em conlúio com o Samek…Eeeeeeeta PTzada…

  17. tony
    domingo, 28 de agosto de 2011 – 15:12 hs

    Revoltado não confunda direito com roubalheira, eles até podem ser parecidos, mas param por aí. Tony

  18. Estatística
    segunda-feira, 29 de agosto de 2011 – 10:23 hs

    Só mostra a “ética” das nossas pessoas públicas.

Deixe seu comentário:

Campos obrigatórios estão marcados com *

*

*