Fruet tenta explicar aliança com o PT | Fábio Campana

Fruet tenta explicar aliança com o PT

Prestes a aderir a base de Dilma Rousseff o ex-deputado Gustavo Fruet articula um discurso para explicar aos seus eleitores tradicionais, especialmente aqueles que tem aversão ao PT, porque está mudando de lado. “Essa história de que fui adversário do PT na Câmara Federal não pega numa eleição municipal, onde os temas são locais, diferente de uma disputa nacional”, diz Fruet apostando que seu eleitorado não vai refugar uma aliança com o Partido dos Trabalhadores.

Fruet também confia em uma pesquisa que indicaria que só um percentual reduzido de eleitores deixaria de votar nele por se aliar aos petistas. O ex-deputado acredita que a perda de eleitores revoltados com sua mudança de lado e sua disposição para fazer o jogo do PT será amplamente compensada pelo voto de eleitores petistas. Essa compensação seria ainda mais substancial se a cúpula nacional do Partido dos Trabalhadores conseguir convencer o deputado Ângelo Vanhoni a sair como seu vice. Vanhoni reluta, mas poderia ser sensível a apelos e convencimentos.

O PT tem grande interesse nessa aliança porque considera a conquista da prefeitura de Curitiba em 2012, ainda que seja por meio de um preposto, fundamental para dar condições efetivas para que Gleisi Hoffmann tenha condições para enfrentar o governador Beto Richa na disputa pelo governo do Estado em 2014. Fruet, por seu lado, avalia que a aliança com o PT é inevitável e que o eleitorado poderá ser convencido que o que importa são os temas locais e sua antiga postura anti-PT não vai ser lembrada nem vai atrapalhar.


11 comentários

  1. Pedro
    terça-feira, 16 de agosto de 2011 – 16:12 hs

    Quando pensei em quem votar para o Senado e escolhi o Fruet, achei que tinha escolhido de longe o melhor. Infelizmente me enganei.

  2. INDIGNADA
    terça-feira, 16 de agosto de 2011 – 16:13 hs

    Até agora não consigo acreditar numa coisa dessas, fiz campanha pra ele, consegui muitos votos para o senado. Minha família toda votou pra ele, parece que pela última vez. Aliança com PT não engolimos!!!!! Acabou de perder uma quantidade imensa de eleitores!!!!!!

  3. luis gringo
    terça-feira, 16 de agosto de 2011 – 16:39 hs

    Que votos de Petistas cara pálida, a gente não vai mover um dedo só vai ter o votos dos ministros.

  4. ANA
    terça-feira, 16 de agosto de 2011 – 19:18 hs

    Fruettttttttttt

    Não seja louco!!!!!!!! Sai desta fria.
    PT é o fim da picada.

  5. JOao
    terça-feira, 16 de agosto de 2011 – 21:34 hs

    Mas o será que o Osmar não serviu de exemplo?

    Perdeu meu voto.

  6. CAP Crube Atrético Prefeitura
    quarta-feira, 17 de agosto de 2011 – 11:41 hs

    Fruet, tô torcendo muito por você, pra que vc se arrependa enquanto é tempo e não se envolva com PT, ou que se estrepe e tome a maior lavada nas urnas… E vai ficar chorando pelos cantos igual o Osmar.

    E quanto a “Essa história de que fui adversário do PT na Câmara Federal não pega numa eleição municipal, onde os temas são locais, diferente de uma disputa nacional”, respondo: “Essa história de que você será aliado do PT na eleição municipal não pega na minha cabeça, onde os temas são locais e onde decido que PT não leva meu voto”

    PT = Socialismo. Socialista/Petista e Católico = Excomungado.

    Prefiro ser Católico do que votar no PT ou favorecê-los.

  7. Ditão
    quarta-feira, 17 de agosto de 2011 – 13:08 hs

    Tem voto cativo?????? Curral eleitoral?????? Não é o que parece pelos comentários acima. O povo tá de s… cheio de políticos que por seus objetivos puramente pessoais vai como penas ao vento. O cara que é MACHO luta na sua trincheira e não fica escorregando de uma para outra. Cria vergonha na cara e vai lutar com sua turma por seu lugar. Seus projetos pessoais tem que se submeter à democracia do seu partido. Parece criança mimada que, contrariada, sai da brincadeira. Cresça Homem.

  8. artupa
    quarta-feira, 17 de agosto de 2011 – 17:30 hs

    Deus me livre…vai entregar curitiba prá petralhada?? Prá depois eles acabarem com o Paraná??? Tá lokeado??? Votei e fiz muita campanha pro Fruet…mas se aliar com essa quadrilha toda? Ah! se ferrou….Nem pensar!!

  9. Carlos maia
    quarta-feira, 17 de agosto de 2011 – 18:32 hs

    Guga, agora phudheu !

    Você se precipitou e está perdido ! Veja quantas outras opções poderia ter tido esperando uma eleição ou pelo menos mais dosi anos no PSDB. Você acha que a PTzada vai tre apoiar de coração ? Tá brincando, né ?! Eles só fazem isso com a moçada da casa, acostumada aos conchavos, que já começam nos sindicatos e depois prosseguem na vida pública ! Não jogue fora sua história. Meu voto sempre foi seu por ser um quadro importante no PSDB. Lá em casa, são 4 votos a menos, vai somando prá ver o resultado…

  10. EGP pergunta ??????
    quarta-feira, 17 de agosto de 2011 – 20:29 hs

    1 pergunta que não quer calar!
    Se o Gustavo perder a eleição municipal no PDT, quem será o candidato do PDT pro Senado?
    Osmar (urtigão) ,Gustavo Fruet, ou o Osmar que assim como o requião é no PMDB, tambem é o cacique do PDT, vai dizer que tem por obrigação apoiar o irmão Alvaro e que jamais sairia ou apoiaria alguem contra o irmão!
    Sendo assim o gustavo muda de partido novamente! heim, heim?

  11. Rene Fernandez
    quarta-feira, 17 de agosto de 2011 – 20:51 hs

    O Gustavo perde muito tentando se mostrar um político independente para buscar apoio nos partidos que nada têm a ver com sua trajetória. Ele já tem uma trajetória traçada, e acha que ainda tem tempo de refazê-la. Não é bem assim. Ele apenas teve o excelente desempenho em sua candidatura ao Senado no último pleito em virtude da postura reta e coerente que teve nos últimos anos, e por ter falado e agido da maneira que seu eleitorado esperava que ele falasse e agisse, tanto durante o mandato de deputado quanto em meio à campanha, denunciando os desmandos dos detentores do poder central. Aos petistas de Curitiba interessa que ele faça parte do grupo, e, embora soe falso, esta é a única hipótese viável para assumir a prefeitura da cidade. Infelizmente, esta aproximação do Gustavo com o petismo afasta boa parte daqueles que confiaram nele para o Senado. Mesmo que esta aproximação não se confirme, dificilmente terá o apoio novamente.

Deixe seu comentário:

Campos obrigatórios estão marcados com *

*

*