Francischini não aceita Ghignone à frente do PSDB de Curitiba | Fábio Campana

Francischini não aceita Ghignone à frente do PSDB de Curitiba

Blog da Roseli Abrão

O deputado federal Fernando Francischini pode ter inviabilizado o acordo para a formação de uma comissão provisória do PSDB de Curitiba, fechado pelo governador Beto Richa.

É que, segundo o deputado Mauro Moraes, Francischini não aceita que o presidente da Sanepar, Fernando Ghignone, fique à frente do partido sob o argumento que tem que ser um parlamentar.


4 comentários

  1. cristina
    quarta-feira, 24 de agosto de 2011 – 15:35 hs

    Qual o motivo do govrnador querer colocar o caixa de campanha , e não um parlamentar ?

  2. Mãe Diná
    quarta-feira, 24 de agosto de 2011 – 16:27 hs

    Anotem aí .
    O novo presidente do PSDB de Curitiba será Omar sabag.

  3. Chiru
    quarta-feira, 24 de agosto de 2011 – 17:05 hs

    Quem tem voto manda , quem é nomeado escuta .

  4. Aparecido
    quarta-feira, 24 de agosto de 2011 – 17:45 hs

    Com quantos votos mesmo o nobre deputado foi eleito mesmo, 130.522, haaaa, acho que ele pode mandar e desmandar não é mesmo, como disse o Chiru, “quem tem voto manda, quem é nomeado escuta”

Deixe seu comentário:

Campos obrigatórios estão marcados com *

*

*