Caito Quintana, do PMDB, comemora vitória na Fiep | Fábio Campana

Caito Quintana, do PMDB, comemora vitória na Fiep

O deputado Caíto Quintana, ex-chefe da Casa Civil de Requião, não esconde a alegria. Aliás, nos arraiais do PMDB não se esconde o entusiasmo com a vitória de Edson Campagniolo, fac totum de Rodrigo Rocha Loures, que representa, no universo ideológico, as correntes sintonizadas com as forças do PT, PMDB & Cia que estavam assentadas no governo anterior e que hoje se orientam pelo emergente casal ministerial Paulo Bernardo e Gleisi Hoffmann.

Campagniolo vai presidir a Fiep de 2011a 2015, período que cobre as eleições de 2012 para as prefeituras e a de 2014 para o governo do Estado e a presidência da República, além, é claro, de todos os vereadores, deputados estaduais e federais.

“Essa fibra do Edson Campagnolo nos enche de otimismo”, diz Quintana.


6 comentários

  1. Anônimo
    quinta-feira, 4 de agosto de 2011 – 11:23 hs

    Só comemorou a vitória do Campagnolo. Detesta o Rocha Loures há tempos, porque não engoliu seu filho na chapa de Osmar.

  2. Renata
    quinta-feira, 4 de agosto de 2011 – 11:30 hs

    Se ele fosse membro da “Rede de Participação Política do Empresariado” entenderia a grande besteira que é para ele estar comemorando. Esta gente pensa que estamos em Cuba… políticos em geral são incapazes de ver o mundo que existe muito além do Estado.

  3. Borduna
    quinta-feira, 4 de agosto de 2011 – 11:53 hs

    Só não entendo por que algumas pessoas insitem em dizer que Bob Req tá mortinho da silva, se acabou, ganhou pro senado com as calças na mão., etc. Metade do povão adora o Requião. A Maioria dos empresários idem, pelo que se viu, inclusive nos fianciadores de sua campanha. Portanto, segue o baile ao rítmo de vanerão…..rec…rec….rec….rec…..

  4. João Gabriel
    quinta-feira, 4 de agosto de 2011 – 12:44 hs

    não merece nem nunca vai merecer, tenho apenas dó de quem depende da fiep para algo, parabéns para rocha loures por tem conseguido mas um mandato para DESTRUIR a fiep, meus pêsames

  5. VLemainski - Cascavel
    quinta-feira, 4 de agosto de 2011 – 16:31 hs

    Politizar ou partidarizar uma entidade representativa como a FIEP é agir com irracionalidade. Acredito até que o estatuto da entidade deve prever isso.

  6. antonio
    quinta-feira, 4 de agosto de 2011 – 16:59 hs

    Deixem a FIEP para os empresários administrarem. Políticos fiquem na sua com suas politicagens.
    O resultado mostrou isso.
    O novo Presidente é um grande e respeitado industrial.
    Méritos para quem efetivamente trabalha e gera emprego.

Deixe seu comentário:

Campos obrigatórios estão marcados com *

*

*