Vereadores de Curitiba cobram R$ 35 milhões para Linha Verde | Fábio Campana

Vereadores de Curitiba cobram R$ 35 milhões para Linha Verde

Os vereadores de Curitiba defendem a manutenção da emenda de R$ 35 milhões para a construção de trecho da Linha Verde Sul. Eles reforçaram aos deputados federais do Paraná que intercedam junto ao governo federal para impedir o remanejamento das verbas. “Os recursos estavam previstos em emenda coletiva, suprapartidária, e a mudança de forma unilateral causou indignação aos 38 vereadores”, diz o presidente da Câmara de Vereadores, João Cláudio Derosso (PSDB).


Derroso lembra que, além da importância da obra para o desenvolvimento, incremento das atividades socioeconômicas e a revitalização urbanística e ambiental, Curitiba e região metropolitana representam 30% da população do Paraná. O vice-presidente Tico Kuzma (PSB) destaca os avanços para todo o estado, uma vez que será um importante elo de ligação. “Pedimos consideração com a cidade de Curitiba”, afirma o líder do prefeito, João do Suco (PSDB).

De acordo com a prefeitura, não há nenhum impedimento legal que venha a inviabilizar o repasse de recursos federais à obra e que possa sujeitar o cancelamento da emenda. Os R$ 35 milhões estavam destinados para a extensão da Linha Verde Sul, no trecho de dois quilômetros entre a Rua Isaac Ferreira da Cruz até o Contorno Leste.

No traçado está prevista a implantação de dez pistas de rolamento, duas para canaletas exclusivas para o transporte coletivo, seis para o sistema viário (três em cada sentido) e duas vias locais de passagem (uma em cada sentido), ciclovias, além de iluminação renovada, paisagismo e calçadas. Também a ampliação da trincheira da Avenida Nossa Senhora do Sagrado Coração e a implantação de uma nova trincheira na Rua João Chede. A extensão da Linha Verde Sul corresponderá ao final da transformação urbana da antiga BR-116 dentro dos limites de Curitiba e ao elo de uma futura ligação com os municípios de Fazenda Rio Grande e Mandirituba.


4 comentários

  1. quarta-feira, 13 de julho de 2011 – 11:37 hs

    O dia que o governo federal não puder investir numa estrada federal, como escreveu o deputado aproveitador, devemos todos parar de pagar nossos impostos..seria o inicio do periodo da mediocridade no país….podemos pagar, mas as obras não podem ser feitas, porque tem um “onus” escrito sabe-se lá onde….é rir pra não chorar….

  2. cristina
    quarta-feira, 13 de julho de 2011 – 11:43 hs

    Indignação só porque saiu na imprensa presidente ?

  3. quarta-feira, 13 de julho de 2011 – 13:49 hs

    Alguem tem que fazer alguma coisa ta na hora dos Vereadores de Curitiba defender a Cidade.

  4. LUIZ SARAGIOTTO
    quarta-feira, 13 de julho de 2011 – 17:37 hs

    LÍDER QUE NÃO RESPEITA A DECISÃO DA BANCADA NÃO MERECE CONTINUAR LÍDER.
    TROQUEM O LÍDER JÁ!
    Parabéns Derosso e Cia.!

Deixe seu comentário:

Campos obrigatórios estão marcados com *

*

*