Vereadores aprovam obras da Rua 24 Horas | Fábio Campana

Vereadores aprovam obras da Rua 24 Horas

A nova Rua 24 Horas foi conferida pelos vereadores da Comissão de Urbanismo da Câmara de Curitiba na tarde desta quinta-feira (30). A edificação revitalizada foi entregue à cidade na última segunda-feira (27) pelo prefeito Luciano Ducci. Agora, só falta a instalação das lojas para que os curitibanos tenham de volta o espaço de lazer e serviços, conhecido no mundo inteiro. A previsão é de que seja aberto ao público em setembro, exatos 20 anos depois de sua inauguração, em setembro de 1991. Além dos parlamentares, compareceram à visita representantes da Urbanização de Curitiba (Urbs) e do Instituto de Pesquisa e Planejamento Urbano de Curitiba (Ippuc), responsável técnico e idealizador do projeto de revitalização.

Na opinião dos vereadores, a reforma atendeu as expectativas, garantindo a acessibilidade, segurança e conforto térmico. “A troca da escada de acesso por uma rampa, instalação de banheiros no pavimento térreo com porte para atender portadores de necessidades especiais, troca do vidro temperado pelo laminado KNT, que é de última geração, e o reforço na iluminação garantem o conforto e a segurança que curitibanos e turistas precisam para usufruir desse espaço ponto de referência em Curitiba ”, avaliou Jonny Stica (PT), que é arquiteto, urbanista e presidente da Comissão de Urbanismo da Casa.

Felipe Braga Côrtes (PSDB), que também compõe a comissão e é engenheiro civil, também deu parecer técnico. O parlamentar lembrou que R$ 1,1 milhão foi o valor destinado pelos vereadores, através de emendas orçamentárias, viabilizando a realização das obras e a reabertura da Rua 24 Horas, destacando o empenho da Secretaria de Turismo e a parceria da Urbs no processo. Para ele, a melhor novidade foi o fato do local ser ponto de chegada e saída da Linha Turismo, que registra, em média, 50 mil passagens por mês. “Além de uma série de outros serviços, como informações sobre a cidade e vendas de artesanato e produtos regionais, a 24 Horas terá também espaço para manifestações culturais, como exposições de arte e apresentações de grupos folclóricos”, acrescentou.

O vereador Aladim Luciano (PV) destacou a importância histórica e econômica da rua, lembrando que a obra faz parte de um amplo projeto de revitalização do Centro, que inclui o Paço Municipal e a Rua Riachuelo, reformados há pouco tempo. De acordo com a prefeitura, a administração da Rua 24 Horas será feita pela MC Corretora de Imóveis Ltda, empresa contratada a partir de licitação, e terá acompanhamento e gerenciamento da Urbs. O contrato tem prazo de dez anos e prevê o repasse para o município de 53% do faturamento com a locação das lojas, permitindo investimentos em outros equipamentos públicos.

A arquiteta Daniela Mizuta Losso, do Ippuc, explicou aos vereadores que a utilização da iluminação cênica foi escolhida para valorizar a estrutura e que a ideia foi transformar a Rua 24 Horas num amplo espaço de cultura, turismo e serviços para a população curitibana e visitantes da cidade, garantindo a acessibilidade e maior segurança.


3 comentários

  1. jobalo
    sexta-feira, 1 de julho de 2011 – 13:15 hs

    Olha muito me espanta, a rapidez com que trabalham esses vereadores, faz quantos anos mesmo que a rua foi fechada??????

  2. Gunter
    sexta-feira, 1 de julho de 2011 – 13:50 hs

    Espero que a empresa que gerenciará a Rua 24 Horas consiga implantar empresas que, acima da oferta de entretenimento às pessoas, os empresários alí instalados consigam atingir seus objetivos, ou seja, lucro, pois não é fácil gerir um negócio aberto 24 horas por dia, a semana toda.

  3. sexta-feira, 1 de julho de 2011 – 15:09 hs

    MUITO BOM..E QUE SEJA DIRECIONADO UMA CAMPANHA PROPAGANDA , DIVULGAÇÃO AOS TURISTAS QUE VISITAM CURITIBA;;;;;;;;;;;;;;;;;;;;;;;;;;;;;;;;;;;;;;;;;;;;;;;;;;;;;;;;;;;;;;;;;;;;;;;;;;;;;;;;;

Deixe seu comentário:

Campos obrigatórios estão marcados com *

*

*