Venceu a audácia do Petraglia | Fábio Campana

Venceu a audácia do Petraglia

Do Nêgo Pessôa

Com quase o quádruplo dos votos sobre as propostas alternativas, o projeto Petráglia para a arena da baixada foi vitorioso na reunião de ontem do Conselho Deliberativo do Atlético. A responsabilidade do dirigente e do clube é imensa – concluir a inacabada obra segundo os leoninos padrões da FIFA. E concluí-la com as próprias mãos! Equivale dizer, mobilizar pouco menos de 200 milhões de reais para levar a cabo o belo sonho de uma arena integrada com areninha e o resto. Tudo de primeiríssimo mundo! Aleluia!

As credenciais do grande dirigente são impecáveis. Ele liderou a transmutação do provinciano e pequeno clube em federal player com ambições no mínimo continentais. Mário Celso Petráglia pode ser acusado de várias coisas, menos de modéstia – falsa ou autêntica. Ou melhor, menos de mesquinhas ambições. Neste sentido é o inconformista por excelência. E neste sentido é o homem certo no lugar certo para a tarefa certa.


15 comentários

  1. Anônimo
    terça-feira, 26 de julho de 2011 – 15:37 hs

    O que te faz feliz? pergunta o comercial do pão de açucar. Dinheiro, responderiam alguns. Agora, o abominável Mário das Neves vai ficar feliz.

  2. Rasputin
    terça-feira, 26 de julho de 2011 – 15:46 hs

    Esse xaropão ameaça cartunistas! Canaglia!

  3. SOS Politica Paranaense
    terça-feira, 26 de julho de 2011 – 15:48 hs

    Parabéns Mario. Agora sai a copa em Curitiba.

  4. Juarez
    terça-feira, 26 de julho de 2011 – 16:11 hs

    Pago pra ver

  5. Torcedor
    terça-feira, 26 de julho de 2011 – 16:52 hs

    É a cara da turma do Osmar Dias e do Atlético: arrogante!

  6. Burguesa com orgulho
    terça-feira, 26 de julho de 2011 – 16:59 hs

    volta petraglia!!!!!!!!!!!!

  7. Tretis1
    terça-feira, 26 de julho de 2011 – 17:02 hs

    Enquanto as cidades de Brasilia, Rio de Janeiro, São Paulo, Recife, Manaus etc fazem estádios babilônicos com dinheiro público o torcedor atleticano irá pagar para construir a megalomania do petralia, enquanto o futebol será tratado em segundo plano. mais alguns anos sofrendo e brigando para não cair, enquanto o petralia se delicia com o $$$$$$$$4

  8. Roberval
    terça-feira, 26 de julho de 2011 – 17:25 hs

    E a pombinha chorando pelos cantos…como fica???? Ela é apoiador do Tony..

  9. Ditão
    terça-feira, 26 de julho de 2011 – 17:32 hs

    Quanta dor de cotovelo. O pessoal que reclama, deve estar preocupado porque não vai ver cor da propi,,,, deixa pra lá. Manda bala Petraglia. Os adversários já devem começar a tremedeira. O “cara” tá de volta. Quanto ao futebol, pode ter certeza que seremos muito melhores a partir de agora.

  10. Anônimo
    terça-feira, 26 de julho de 2011 – 17:50 hs

    Ah, vai ser a algeria geral. Vai ter jabaculê pra todo mundo.

  11. Marcus
    terça-feira, 26 de julho de 2011 – 19:03 hs

    Petraglia não manda recado ele faz!
    Voooooooolta Petraglia!!!!!!!!!!!!!!

  12. Bix Beiderbecke
    terça-feira, 26 de julho de 2011 – 20:22 hs

    Metraglia, vai fundo…..e afunda o Furacão!
    Arrogante e quebrado, a Copa é a salvação do ego e das finanças.

  13. Cezarneski
    terça-feira, 26 de julho de 2011 – 20:43 hs

    Petraglia, você é o cara, você faz a diferença. Não sou atleticano,
    mas quero render aqui nossas homenagens.
    ,

  14. toninho
    terça-feira, 26 de julho de 2011 – 21:50 hs

    MÁRIO CELSO Cunha é o secretário especial do estado para os assuntos da copa de 2014. MÁRIO CELSO Petraglia é o responsável pela execução das obras da praça esportiva que sediará os jogos da copa de 2014 em Curitiba. Coincidência ou não devo verificar se o Ricardo Teixeira também não se chama MÁRIO CELSO Roberto Teixeira. Essas coincidências levam às conveniências: poder, lucros, interesses comuns e alegrias infindas. Festa de alguns com o dinheiro de muitos.

  15. quarta-feira, 27 de julho de 2011 – 10:09 hs

    Incrivel como a memória do povo e curta, lembro que este senhor saiu do Atlético, falando aos quatro ventos que nunca mais voltaria, que era para esquece-lo, o que mudou pergunto?
    Talvez o olho grande em cima das obras da Copa?
    Talvez o novo Governo que se instalou no Paraná, do mesmo grupo que estava no poder quando foi feita a arena.
    Fica a pergunta:
    O que mudou?

Deixe seu comentário:

Campos obrigatórios estão marcados com *

*

*