Oi banca R$ 300 mil de peça estrelada por neta de Lula | Fábio Campana

Oi banca R$ 300 mil de peça estrelada por neta de Lula

Da UOL

Depois de socorrer uma empresa do filho do ex-presidente Lula, a Oi vai financiar peça de teatro que terá no elenco uma neta do petista, informa reportagem de Nádia Guerlenda Cabral, Andreza Matais e Fernanda Odilla, publicada na edição deste domingo da Folha (a íntegra está disponível para assinantes do jornal e do UOL, empresa controlada pelo Grupo Folha, que edita a Folha).

A produção, que busca patrocínio há um ano e três meses, conseguiu a ajuda após promover na mídia a participação da jovem. A peça “Megera Domada”, de Shakespeare, marcará a estreia de Bia Lula, 16, filha de Lurian Lula da Silva, nos palcos.

A Oi é a única empresa até agora a patrocinar o projeto via Lei Rouanet. A tele vai bancar R$ 300 mil, quase metade do custo da produção, de R$ 639,4 mil.

Em 2005, a Oi aplicou recursos numa empresa de um dos filhos de Lula. A Gamecorp, de Fábio Luís Lula da Silva, recebeu R$ 5 milhões da então Telemar –uma concessionária de serviço público. O negócio é alvo de investigação da Polícia Federal.

OUTRO LADO

A Oi afirmou que “é uma das maiores patrocinadoras de projetos culturais” do país e que “não opina no processo de seleção do elenco”. A tele negou ainda ter sido beneficiada por decisões do governo.

A assessoria do ex-presidente Lula disse que ele desconhece o patrocínio. “É uma operação entre a Oi e a produção da peça. Lula não tem nada a ver com isso.”

O produtor Oddone Monteiro disse que convidou Bia Lula para participar do elenco porque sabia que ela atrairia a atenção, mas negou que tê-la na peça ajude no patrocínio. O Ministério da Cultura informou que a prorrogação da captação de recursos está dentro dos trâmites e prazos.


17 comentários

  1. Ocimar
    domingo, 31 de julho de 2011 – 16:22 hs

    E a lavagem do dinheiro do mensalão continua.

  2. SAMURAI
    domingo, 31 de julho de 2011 – 16:24 hs

    Este é o Brasil do “toma lá – dá cá”. É o país do rabo preso.
    Alguém investe tanto dinheiro (milhões !!) só porque gosta do barbudo ?

  3. Ocimar
    domingo, 31 de julho de 2011 – 16:24 hs

    Se essa peça for igual ao filme da vida medíocre do avô,coitada vai morrer de fome.

  4. SILVIO
    domingo, 31 de julho de 2011 – 16:47 hs

    porque os brasileiros permanecem tão inertes a tanta sacanagem?
    Quando é que os brasileiros irão acordadr para esta mentira chamada Lula?
    Quando é que vamos nos livrera desta gangue Petista chefiada pelo maior Ditador Populista chamado Lula da Silva.

    por favor brasileiros, acordem, chega a ser ridículo, humilhante esta falta de caráter do cidadão brassileiro.

    Vamos reagir, vamos tomar as ruas e mandar esta corja de safados pra casa de uma vez por todas.

    ACORDEMMMMMMM.

  5. Zangado
    domingo, 31 de julho de 2011 – 17:57 hs

    Ainda que mal pergunte:
    Os parentes do Lula já devolveram os passaportes diplomáticos ?

  6. Juca
    domingo, 31 de julho de 2011 – 20:01 hs

    Acredito que é hora de avaliar se a Lei Rouanet está promovendo a cultura ou a pilantragem.

  7. Parreiras Rodrigues
    domingo, 31 de julho de 2011 – 20:33 hs

    Nada que espante.

    A partir das agraciações do ex-presidente com o título de Honoris Causa por parte das universidades daqui e dacolá, tudo é possível, aceitávvel e inespantável.

    Eu, hein?

    Títulos de Doutor Honoris Causa se banalizam tanto quanto os de cidadania honorária e dos diplomas de consagração popular.

    Aliás, vi um desses numa casa da finada zona de Loanda.

  8. OSSOBUCO
    domingo, 31 de julho de 2011 – 22:06 hs

    A perseguição da mídia a Lula e à sua família não terminou depois que ele deixou o poder. Desde a semana seguinte à posse de Dilma Rousseff, em janeiro, que os ataques ao ex-presidente miram todo e qualquer aspecto de sua vida particular – desde os valores que cobra para dar conferências (como faz seu antecessor Fernando Henrique Cardoso desde que deixou o poder) até as atividades privadas de seus familiares.

    Essa perseguição obstinada, irrefreável e interminável acaba de ganhar mais um capítulo. Neste domingo, o jornal Folha de São Paulo expõe uma neta do ex-presidente-operário, Bia Lula, de 16 anos, que integra o elenco de uma peça de teatro que recebeu financiamento de 300 mil reais da operadora de telefonia OI. A matéria insinua que o financiamento só ocorreu devido à influência de Lula.

    Mas o que explica, então, que as atividades privadas dos filhos de um ex-presidente de determinado partido sejam devassadas dessa forma – não poupando nem uma garota de 16 anos ao lhe reproduzir a foto em uma matéria em que, ao fim e ao cabo, chama seu avô de ladrão (nas entrelinhas) – enquanto não acontece o mesmo com os negócios para lá de esquisitos do filho de FHC Paulo Henrique Cardoso, por exemplo?

    Fico imaginando o que teria acontecido se Lula tivesse feito em relação ao seu filho o que fez o antecessor em relação ao dele, enquanto ambos governavam…

    Em 1996, Paulo Henrique Cardoso era casado com a filha do dono do Banco Nacional, cuja falência foi evitada por medida provisória editada pelo então presidente Fernando Henrique Cardoso. Aquela medida tornou possível a venda de parte boa do Banco Nacional para o Unibanco. A parte podre — de seis bilhões de dólares — ficou para o governo pagar. Este blogueiro se cansou de ler editoriais do Estadão defendendo a negociata.

    Em 2000, dois anos antes de deixar o poder, FHC autorizou financiamento do seu governo à empresa do próprio filho, Paulo Henrique Cardoso, para montar o pavilhão brasileiro na Expo 2000 na Alemanha, na cidade de Hannover. Foram doados pelo governo federal, então, 14 milhões de reais. O Tribunal de Contas da União e o Ministério Público Federal chiaram, inclusive. A imprensa, porém, deu algumas raras reportagens sobre o caso e nunca mais tocou no assunto, sobretudo depois que FHC deixou o poder.

  9. OSSOBUCO
    domingo, 31 de julho de 2011 – 22:14 hs

    Reportagem para agradar a direita corrupta!
    Que bom, enquanto fazem isso o Lula e a Dilma fazem barba, cabelo e bigode nessa elite mesquinha!

  10. OSSOBUCO
    domingo, 31 de julho de 2011 – 22:44 hs

    É uma perseguição descabida. Pretendem estigmatizar todos os parentes de Lula.

    Mônica Serra tem uma ONG, a “Se Toque”, inteiramente bancada pela Sabesp com lei de incentivo fiscal do Estado. A ONG não cumpriu as metas fixadas no ano passado – visitas a escolas. E faz-se um carnaval porque uma neta de Lula é atriz em uma peça.

    Oi patrocinou 187 projetos, Programa Oi de Patrocínios: veja resultado

    A Oi divulgou os selecionados em seu Programa de Patrocínios Culturais Incentivados 2011. Foram escolhidos 187 projetos de todo o país, nas áreas de Artes Visuais, Cinema, Cultura Popular, Dança, Espaços Culturais, Música, Patrimônio Cultural, Publicação e Documentação, Teatro e Tecnologia e Novas Mídias. Os valores de cada patrocínio serão informados posteriormente aos selecionados. Na área de dança, foram selecionados 12 projetos: 1,2 na Dança (MG), Acervo de Mixion (RJ), Atos de fala (RJ), VIII Bienal Internacional de Dança do Ceará (CE), circulação nacional do Balé Folclórico da Bahia (BA), Dança & atitude – etapa 1 (CE), Festival Panorama – 20 anos (RJ), FID – Fórum Internacional de Dança 15 anos (MG), FIDA – Festival Internacional de Dança da Amazônia (PA), Momix – Bothanica (RJ), O Grande Circo Místico (RJ) e Vivadança Festival Internacional – 6ª edição (BA)

  11. OSSOBUCO
    domingo, 31 de julho de 2011 – 22:48 hs

    Mônica Serra tem uma ONG, a “Se Toque”, inteiramente bancada pela Sabesp com lei de incentivo fiscal do Estado. A ONG não cumpriu as metas fixadas no ano passado – visitas a escolas. E faz-se um carnaval porque uma neta de Lula é atriz em uma peça.

  12. domingo, 31 de julho de 2011 – 22:57 hs

    a Oi é a empresa que injetou R$ 5 milhões na empresa de Lulinha e depois arrancou bilhões do BNDES

  13. joao
    segunda-feira, 1 de agosto de 2011 – 11:14 hs

    o povo comm vergonha na cara deveria boicotar a peça em sinal de repudio

  14. Neuza
    segunda-feira, 1 de agosto de 2011 – 11:38 hs

    Ja tem uma peça em cartaz….Aladim e seus quarenta ladroes…desde 2003….

  15. jaferrer
    segunda-feira, 1 de agosto de 2011 – 11:41 hs

    Com certeza esta lei foi deturpada e agora só promove a pilantragem.

  16. Dizao
    segunda-feira, 1 de agosto de 2011 – 12:16 hs

    Coitada da OI, vai levar prejuízo, oi trouxas

  17. Parreiras Rodrigues
    segunda-feira, 1 de agosto de 2011 – 13:27 hs

    Ossobuco justifica a roubalheira do seu petê com erros dos outros.

    O petê subiu no conceito do eleitorado justamente porque se dizia um partido sério, decente, limpo, incorruptível e o que se vê é justamente o contrário.

    Nunca, na Histório desse país, se roubou tanto como nos governos do outrora ex-futuro paladino da decência política e administrativa.

Deixe seu comentário:

Campos obrigatórios estão marcados com *

*

*