No Rio, astros sorteiam eliminatórias da Copa | Fábio Campana

No Rio, astros sorteiam eliminatórias da Copa

Do Globoesporte.com

Numa reunião de astros de futebol do passado e do presente, artistas, políticos e autoridades internacionais, a Marina da Glória foi palco, na tarde deste sábado, no Rio, do primeiro sorteio de seleções para a Copa do Mundo de 2014, no Brasil. Desta vez, para as disputas continentais das eliminatórias. Num dia que começou agitado com protesto pequeno contra o presidente da CBF e do COL, Ricardo Teixeira, que cresceu e se tornou manifestação política contra o governador do Rio, Sérgio Cabral, e o prefeito Eduardo Paes, nem tudo correu às mil maravilhas

Teve apresentadora chamando Neymar de Nilmar, apresentador chamando Ronaldo de Romário, presidente da Federação Argentina e diretor executivo da Fifa dormindo… E a maior expectativa causou frisson: nas chaves da Europa, a França de Platini e Zidane – esse último o grande craque do título de 1998 -, excluída pela Fifa do grupo dos cabeças de chave, terá missão nada fácil: caiu no grupo I, o da Espanha, atual campeã mundial.

A proeza de colocar dois países campeões do mundo frente a frente já nas eliminatórias foi de Ronaldo e Paulo Henrique Ganso, que sortearam os grupos europeus. As duas seleções brigarão por apenas uma vaga na chave. Além das duas potências, o Grupo I conta ainda com Bielorrúsia, Geórgia e Finlândia.

É bom lembrar que a França foi o grande calcanhar de Aquiles de Ronaldo em sua carreira. Além de ter perdido a final para os “bleus” por 3 a 0, o Fenômeno foi protagonista de uma das histórias mais dramáticas da história dos Mundiais. Antes da partida, o craque sofreu convulsão que preocupou todos os jogadores e a comissão técnica. Mesmo assim, entrou em campo.

Antes de sortear as bolinhas, o maior artilheiro de todas as Copas do Mundo, com 15 gols, foi chamado de “Romá…” pelo apresentador Tadeu Schimidt, que percebeu a gafe antes de terminá-la. No mais, as 53 seleções europeias foram divididas em oito grupos de seis equipes, e um de sete. As partidas vão acontecer entre os dias 7 de setembro de 2012 e 15 de outubro de 2013. Os nove vencedores de cada grupo garantem vaga na Copa do Mundo de 2014. Os oito melhores segundos colocados se enfrentam em mata-mata de ida e volta entre os dias 15 e 19 de novembro de 2013. Os quatro ganhadores dos duelos também carimbam passaporte para a competição no Brasil.

A segunda atração nos duelos europeus ficou por conta do confronto de duas das sete ex-repúblicas da antiga Iugoslávia. Croácia e Sérvia, países que vivem em constantes conflitos diplomáticos, estão juntos no Grupo A, um dos mais difíceis, que tem ainda Bélgica, Escócia, Macedônia e País de Gales. As duas seleções farão duelo histórico na luta para disputar o Mundial no Brasil.

O único pedido da Uefa feito à Fifa em relação ao sorteio foi em relação às tensões políticas envolvendo a Albânia e Geórgia. A solicitação foi aceita pela entidade máxima do futebol. As duas equipes ficaram no pote seis durante as escolhas na Marina da Glória.

A seleção de Portugal, do astro do Real Madrid, Cristiano Ronaldo, ficou no Grupo F. Os lusos terão como adversários Rússia, Israel, Irlanda do Norte, Azerbaijão e Luxemburgo.

África

Comandados pelo secretário-geral da Fifa, Jeróme Valcke, o pentacampeão Cafu e o santista Neymar sortearam os jogos da primeira fase e da etapa de grupos das eliminatórias africanas para a Copa do Mundo de 2014 no Brasil. A África do Sul, última anfitriã, está no Grupo A, com Botsuana, República Centro-Africana e o vencedor de Somália x Etiópia. Já Gana, que chegou às quartas de final do último Mundial, caiu no Grupo D, com Zâmbia, Sudão e a seleção que sair vencedora do confronto entre Lesoto x Burundi.

As equipes foram divididas em dois potes, um com as 12 mais bem classificadas e o outro com as 12 de ranking inferior. Essas seleções serão sorteadas para jogarem um mata-mata em duelos de ida e volta contra as do outro pote nos dias 11 e 15 de novembro. Os vencedores desses confrontos avançam para a segunda fase, onde se juntarão aos outros 28 países da região. Então, as 40 seleções serão divididas em dez grupos de quatro equipes, que se enfrentarão no formato todos contra todos em jogos de ida e volta. Os primeiros colocados dos dez grupos passam para a terceira fase.

Ásia

Nos grupos da Ásia, coube a Zico definir o caminho do Japão antes do Mundial. Ídolo do Flamengo e principal responsável pelo desenvolvimento do futebol no país asiático após passagem pelo Kashima Antlers-JAP, o Galinho comandou a divisão. E colocou a “Terra do Sol Nascente” no grupo C, ao lado de Uzbequistão, Síria e Coreia do Norte, esta última adversária do Brasil na primeira fase da Copa de 2010.

As eliminatórias da Ásia já se encaminham para a terceira fase. Os 15 vencedores da segunda rodada preliminar (Cingapura, China, Síria, Uzbequistão, Indonésia, Catar, Kuwait, Jordânia, Omã, Líbano, Emirados Árabes Unidos, Iraque, Irã, Arábia Saudita e Tailândia) se juntam às cinco seleções que já estavam classificadas automaticamente (Japão, Austrália, Coreia do Sul, Bahrein e Coreia do Norte). Esses 20 países foram distribuídos em quatro potes de cinco equipes cada com base na edição de julho de 2011 do ranking da Fifa.

As seleções do quarto pote foram colocadas na quarta posição de cada grupo, as do terceiro pote, para a terceira posição e assim por diante. Os primeiros e segundos colocados de cada grupo passarão para a quarta fase.

Concacaf (América do Norte, América Central e Caribe)

O tetracampeão mundial Bebeto e o jovem meia Lucas Piazon ficaram com os grupos da Concacaf. Os cinco vencedores da primeira fase das eliminatórias (Belize, República Dominicana, Ilhas Virgens Americanas, Santa Lúcia e Bahamas) juntaram-se às 19 seleções mais bem posicionadas da região para a segunda fase. Essas equipes foram sorteadas em seis grupos de quatro equipes, sendo que o vencedor de cada grupo se classifica para a etapa seguinte.

Oceania

Uma das maiores estrelas do sorteio das eliminatórias, o tetracampeão Zagallo, perto de completar 80 anos, ficou, ao lado do jovem vascaíno Felipe Bastos, responsável pelo sorteio da Oceania. As eliminatórias no continente funcionam da seguinte maneira: as quatro seleções da região mais mal posicionadas no Ranking Mundial da Fifa (e com base também em critérios esportivos) disputarão a primeira fase, que será um torneio no formato todos contra todos que acontecerá entre os dias 21 e 26 de novembro.

O vencedor se junta a outras sete seleções – Nova Zelândia, Fiji, Nova Caledônia, Vanuatu, Ilhas Salomão, Taiti e Papua-Nova Guiné – para participar da Copa das Nações da OFC 2012, válida como a segunda fase do torneio classificatório da Oceania, que também será disputado em formato todos contra todos, entre os dias 1º e 12 de junho de 2012


Um comentário

  1. SILVIO
    domingo, 31 de julho de 2011 – 9:15 hs

    Culpa do Pipulista Lula da Silva esta imoralidade e roubalheira chamada Copa do Mundo no Brasil.

    Acorem brasileiros, acordem para esta mentira chamada Lula da Silva.

Deixe seu comentário:

Campos obrigatórios estão marcados com *

*

*